sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

NAS FNAC'S DA ZONA DO PORTO









Agenda Cultural FNAC MarShopping

AL MEDIEVO
Chantons et Buvons
AO VIVO
01/02 | SÁB |22H00

GERONYOM
Hang on Space
AO VIVO
02/02 | DOM |17H00

VASCO VILHENA
Treze
AO VIVO
08/02 | SÁB |22H00

Agenda Cultural FNAC NorteShopping

MANUEL LINHARES
Traces of Cities
AO VIVO
02/02 | DOM |17H00

THE SOAKED LAMB
Evergreens
AO VIVO
08/02 | SÁB |16H00

LE SKELETON BAND
La Castagne
AO VIVO
DIA 15/02 | SÁB | 16H30

FÓRUM FNAC GAIASHOPPING

GERONYOM
Hang on Space
AO VIVO
DIA 07 | SEX | 22H00

VASCO VILHENA
Treze
AO VIVO
DIA 08 | SÁB |17H00

THE SOAKED LAMB
Evergreens
AO VIVO
DIA 09 | DOM | 16H00

FÓRUM FNAC STA. CATARINA

AL MEDIEVO
Chantons et Buvons
AO VIVO
DIA 01 | SÁB | 18H30

GERONYOM
Hang on Space
AO VIVO
DIA 07 | SEX | 18H00

SENHOR VÁDIO
Cartas de um Marinheiro
AO VIVO
DIA 08 | SÁB |17H00

SENSI FEAT MANUELA ZEVEDO - "INTROSPECÇÃO"

PROGRAMA DE 31/01/14















1 - Selma Uamusse - My baby just cares for me (com Luísa Sobral)
entrevista Selma Uamusse 
2 - Selma Uamusse - I put a spell on you
3 - We Trust - Again
4 - Norton - Magnets
5 - Budda Power Blues - One in a million
6 - Budda Power Blues - I had a woman but she left me
entrevista Budda (Budda Power Blues)
7 - Budda Power Blues - I'll treat you good if you treat me bad


MEGADRIVE EDITAM EP DE ESTRIA








Se em 1994 jogavam aos melhores jogos, em 2014 os clássicos de há 20 anos abrem uma porta de imaginação sem limites…
 
Quando os pixeis se transformam em batidas pesadas e quando o machado de ouro já precisa de um amolador, as línguas afiadas entram como energia extra.
 
Parecendo que já não há ponta por onde se lhe pegue, três lados juntam-se criando um triângulo que se quer enquadrar no círculo. Com os pés na terra e o pensamento a vaguear pelo cosmos, os MeGaDRaiVe entram num plano que depois de focado fica num enquadramento perfeito.
 
Os MGDRV são:
Apache
 Skillaz (Macacos do Chinês)
Yo Cliché (Sagespectro).
                                                                                                                                            



EM VILAMOURA

NA TERTULIA CASTELENSE













31 JAN.. Sex
ALICE POWER TRIO

www.tertuliacastelense.com
https://pt-pt.facebook.com/TCastelense
www.facebook.com/tertuliajardim

MIGUEL ARAÚJO - "BALADA ASTRAL" (COM INÊS VITERBO)

XUTOS NO SUPER BOCK SUPER ROCK









35 ANOS DE XUTOS & PONTAPÉS
MEO ARENA
7 e 8 de Março -  Data Extra

Depois de "Puro" estar há duas semanas consecutivas no 1º lugar no Top Nacional, anúncia-se a segunda data para a Festa no Meo Arena, 8 de Março.


ANTÓNIO ZAMBUJO E ANA MOURA JUNTOS NOS COLISEUS



















Depois do avassalador sucesso da apresentação em Outubro no CCB, Ana Moura e António Zambujo vêem-se agradavelmente forçados a fazer novamente espectáculos em conjunto.
 
No dia 19 de Março a dupla sobe ao palco do Coliseu dos Recreios em Lisboa, viajando depois para o Porto onde se apresentam dia 21 do mesmo mês no Coliseu.
 
Este espectáculo nasceu de um convite do Museu do Fado no início de 2013 no âmbito das comemorações da elevação do Fado a Património Imaterial da Humanidade.
 
A reacção do público foi de tal forma estrondosa, que o CCB ficou esgotado com muitos meses de antecedência.
 
Os apelos insistentes dos fãs de ambos para que o concerto fosse reposto surtiram efeito, sendo esta a oportunidade única para ver juntos e ao vivo os dois artistas nacionais de maior sucesso do último ano.

3º DIREITO - "ESTADO DE CULPA"

Torto - Salão Brazil - 30/01/14

 
Instrumentais. Som que não é linear. Daí o nome torto, talvez.
Por veze rock.  A passar pelo pós rock. Outras a roçar o noise. Pitadas de improviso. E algum jazz. Tudo na dose certa.
Notas carregadas de uma salutar esquizofrenia.
Três músicos de excelência. Jorge Coelho na guitarra, Jorge Queijo na bateria e Miguel Barros no baixo.
Cada um deles com tempo para se recrear no seu instrumento.
Em noite de chuva, casa quase nua.
Mesmo assim a entrega dos artistas foi total.
Os Torto agrupam músicos com provas dadas, que se juntam aqui para seu deleite. Ou melhor para  nosso puro divertimento.
Vale apena, apesar do frio, ir ouvir música com quilos de inteligência.
Ganha-se tempo, mesmo que o tempo de fora não ajude.
 
Texto & Fotos Nuno Ávila
 

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

PROGRAMA DE 30/01/14

1 – Torto – Barcelos com coda
2 – Gebees  – Ruca
3 – Indignu – Onde as nuvens se cruzam
4 – Red Italian Hunter – Lock out
5 – Lululemon – Guabidju
6 – Norton – Magnets
7 – We Trust – Reasons

8 – First Brath After Coma – Shoes for man with no fet
9 – You Can’t Win, Charlie Brown – After december
10 – Long Way To Alaska – King of your own
11 – Little Friend – One day
12 – Juba – Maria
13 – The Weatherman – It took me so long
 

RAEZ LANÇA COMPILAÇÃO















RAEZ teve uma ideia. Na era da globalização e com a facilidade de unir o seu talento ao talento espalhado pelo mundo, porque não fazê-lo?
 
Connecting Miles é uma viagem que tem partida da Maia no seu home studio e termina em 5 continentes. 9 canções, 11 artistas em que a ponte é feita pela produção de Raez e os ritmos Neo Soul.
 
A compilação foi desenvolvida durante o ano de 2013, para ser ouvida em 2014.
 
A ligação ao resto do mundo fez-se a 28 de Janeiro.
 
https://www.facebook.com/raezmusic

NO PORTO




















RUINS SESSIONS | CULT NºII
21.22 Fevereiro  - Almaemformol -  Porto

O REGRESSO DOS DEAD COMBO

















«A BUNCH OF MENINOS» é o regresso dos DEAD COMBO
Novo álbum será editado a 10 de Março.
Digressão Nacional arranca dia 8 de Março.

A 21 de Março, a dupla ocupa o palco do mítico Coliseu dos Recreios, em Lisboa

Depois de um 2013 inesquecível, marcado pelas comemorações de uma década de carreira, os Dead Combo estão de volta aos álbuns: «A Bunch of Meninos» vai ser editado, pela Universal Portugal, no dia 10 de Março.

Para apresentar o novo registo, a dupla de Tó Trips e Pedro Gonçalves faz a malas e parte para uma digressão nacional, que arranca no dia 8 de Março, noCentro Cultural Vila Flor, em Guimarães, e que se estenderá até ao próximo mês de Junho. Com passagem garantida pelos principais teatros portugueses,este périplo dos Dead Combo terá como momento especial o concerto de21 de Março, onde, em formato intimista e para uma plateia com lotação limitada, a dupla irá, literalmente, ocupar o palco do Coliseu dos Recreios,uma das mais emblemáticas salas do país. Composto por 13 novas
canções, assinadas integralmente por Tó Trips e Pedro Gonçalves, «Bunch of Meninos» foi gravado em Setembro de 2013, nos Atlantic Blue Studios. Produzido por Hélder Nelson e pelos Dead Combo, o álbum conta com as participações especiais de Alexandre Frazão (bateria e percussão) e
António Sérginho (percussão).
 
«A Bunch of Meninos» é a narração de uma aventura de perseguição e sobrevivência, misto de dura realidade e estranho sonho, passado numa qualquer cidade sinuosa e cinzenta, como fica demonstrado no texto de Pedro Gonçalves que acompanha o disco: «Saíram pela porta das traseiras, no meio do espesso nevoeiro que se tinha colado à pele da cidade. A já ténue luz das ruas transformara-se em fantasmas que desapareciam. Eu fiquei sentada na poltrona cor de sangue, apontando o revólver àquela cambada de meninos. Eram seis, mal encarados, bem vestidos, mal cheirosos, lacaios como sempre. Enquanto eles os dois corriam pelas ruas em direcção ao infinito, eu mantinha-os à distância de uma bala. Depois entrou o de bigode, o mexicano do casaco de pele de coelho. Foi quando partiram os seis em busca deles. “Tus amigos…. Esos que se hacen llamar músicos, están muertos!” – disse. Ri-me. Levantei-me e saí. Dias mais tarde, encontrámo-nos num hotel distante e celebrámos termos escapado vivos daquele buraco em que se tinha transformado a cidade. “A Bunch of Meninos”, gritávamos, enquanto esvaziávamos mais uma garrafa. Quando acordei, com o sol a rasgar o branco das cortinas, estava só, mais uma vez…»
 
Donos de um percurso de sucesso único, o quinto álbum de originais dos Dead Combo, que sucede ao aclamado «Lisboa Mulata», de 2011, promete levar esta jornada a outro patamar.
 
Estes são os primeiros espectáculos confirmados na digressão nacional dos Dead Combo:
 
8 Março – Centro Cultural Vila Flor (Guimarães)
14 Março - Fórum Municipal Luísa Todi (Setúbal)
15 Março – Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha
21 Março - Coliseu de Lisboa – Palco
22 Março - Teatro Aveirense (Aveiro)
29 Março - Escola de Artes e Ofícios (Ovar)
3 Abril - Oficina Municipal de Teatro (Coimbra)
5 Abril - Centro de Artes e Espectáculos de Portalegre
10 Maio - Teatro Faialense (Horta / Açores)
17 Maio - Auditório Municipal Augusto Cabrita (Barreiro)
22 Maio - Teatro Garcia de Resende (Évora)
23 Maio - Teatro Municipal de Faro
5 Junho - Teatro José Lúcio da Silva (Leiria)
7 Junho – Theatro Circo (Braga)
 

TV RURAL COM NOVO MATERIAL












"Barba" - disponível em pré-escuta a partir de hoje em http://tvrural.bandcamp.com/ - é o nome do mais recente trabalho dos TV Rural, composto por cinco músicas gravadas fora do ambiente de estúdio.
 
Acompanhado por um filme-concerto, baseado num espectáculo intimista oferecido a amigos e familiares nesse mesmo local, o disco, cuja edição física tem o selo da Azáfama, chegará às lojas, físicas e online, a 11 de Fevereiro, data em que o filme-concerto já estará, igualmente, disponível, nas páginas da banda. A festa de lançamento será no Sábado, 15 de Fevereiro, no Musicbox, em Lisboa.
 
Depois do sucesso do álbum "A Balada do Coiote", que teve críticas muito positivas e que fez parte de algumas das principais listas dos melhores álbuns de 2012 (Rádio Radar, Blitz, BandCom, Espalha Factos, Sound + Vision, entre outros), "Barba" é o resultado audiovisual de uma ocupação de três dias na Estudantina Recreativa de São Domingos de Rana, um espaço cultural com uma forte componente de intervenção social. Durante estes dias a banda gravou os cinco novos temas, que deram origem ao EP, e ainda tocou estes mesmos temas para família e amigos, num concerto especial que serviu de base para o filme-concerto que acompanha este lançamento.
 
Lançado entre álbuns - o próximo está previsto ainda para este ano - "Barba" nasceu quando, ao seleccionarem músicas para o álbum que estão a preparar, os TV Rural se depararam com um conjunto de músicas que faziam demasiado sentido juntas e que, por outro lado, não se enquadravam na estética daquilo que virá a ser o próximo álbum. "São cinco canções inéditas num registo condicionado no espaço e no tempo, interpretadas em duas sessões intimistas de ânimos à flor da pele apontando em direcções distintas: uma virada para dentro, para quem compôs e interpreta, e outra para fora, para quem ouve e se deixa levar", segundo revela a própria banda.
 
A festa de lançamento no Musicbox Lisboa, a 15 de Fevereiro, às 23h, conta ainda com um concerto de Cachupa Psicadélica (1ª parte) e dj sets de Capitão Fausto e Davide Pinheiro. Os bilhetes custam 6 €.
 

NOBODY’S BIZNESS APRESENTAM CD



















Depois de uma longa ausência dos palcos e a assinalar uma década de estrada, os Nobody's Bizness juntam-se no Teatro da Trindade em Lisboa para apresentar ao vivo o sucessor de "It's Everybody's Bizness Now".
 
O novo trabalho, "Donkey", continua teimosamente inspirado nos blues que os fizeram nascer, mas junta também a country e a folk da América do Norte em 10 canções, produzidas com a ajuda dos fãs numa campanha bem sucedida de crowdfunding e com um propósito maior:  divulgar e apoiar a Associação Burricadas, uma associação que recolhe e protege burros mal  tratados.
 
O concerto de apresentação será no próximo dia 2 de Março, domingo, às 18h, um horário que convida a trazer a família para conhecer este burro.

Bilhetes à venda através da Ticketline e no local do espectáculo.
Os preços variam entre os 8 e 12 euros e estão sujeitos a vários descontos.

UM CORPO ESTRANHO APRESENTAM CD

PENSÃO FLOR - "NA VOLTA DE UM BEIJO"

NO SABOTAGE

MEU & TEU - "SERES ALUCINADOS"

HOMEM BALA COM DISCO A ROMPER

Banda de Lisboa, da qual fazem parte Vasco Rato/Baixo Hugo Hugon/Bateria e voz, João Ribeiro/Guitarra, e André Cumbre/Voz e guitarra. .estamos ligados à música desde há alguns anos. No entanto, os Homem Bala são um projecto novo. Demorámos um ano a conceber um projecto original, tendo como uma (entre várias) inspiração a cidade de Lisboa, a sua vida, as suas pessoas, a sua beleza e vicissitudes. ~
 
O conceito demorou a ser elaborado, mas uma vez delineado, um CD de 8 músicas fluiu rapidamente em alguns meses, e será lançado em breve (final de janeiro) juntamente com 3 videoclipes.

https://www.facebook.com/oshomembala
 

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

PROGRAMA DE 29/01/14

1 - Gonçalo - Crianças
2 - Hello Atlantic - Travel light
3 - Nobody's Bizness - Señorita Carolina
4 - Balla - I'm waiting for the man
5 - Mísia - Só nós dois (com The Legendary Tigerman)
6 - Zé Perdigão - S. Salvador do mundo
7 - UHF - A saudade é uma ressaca
8 - Norton - Magnets
9 - We Trust - Once at a time
10 - Helena Caspurro - Navegar
entrevista Helena Caspurro
11 - Helena Caspurro - Menino com bicho
12 - Mafalda Arnauth - Infância

PLAZA EM PALCO

ROSEMARY BABY AO VIVO



















Rosemary Baby
31 de Janeir - 19h00
Auditório Restart

RESTART
Rua da Quinta do Almargem, nº 10
Belém

ANTÓNIO CHAÍNHO CELEBRA 50 ANOS DE CARREIRA

NO MUSICBOX







Noite Príncipe feat.Kolt & Perigoso + Maboku & Lilocox + Niagara
31 Jan / Fri / 00h00

Rat Swinger
1 Feb / Sat / 23h00

TAPE JUNK NA ESTRADA


RUI VELOSO TRIO AO VIVO















RUI VELOSO TRIO nos COLISEUS
PORTO -  28 DE MARÇO  - SEX
LISBOA - 29 DE MARÇO -  SAB

Depois do grande êxito da apresentação no C.C. Olga Cadaval, em Sintra, Rui Veloso apresenta o seu espectáculo em trio nos Coliseus do Porto e Lisboa, nos dias 28 e 29 de Março respectivamente.
 
Na companhia dos músicos Alexandre Manaia e Berg, Rui Veloso apresenta, num formato intimista e de grande cumplicidade entre músicos e público, os seus grandes êxitos e outros temas que há muito não sobem a palco. Tudo grandes canções, até porque só as grandes canções resistem a tal ‘nudez’.
 
Bilhetes já à venda com lugares sentados a partir de €20
 
Locais de Venda:
Bilheteira Coliseu de Lisboa e Porto, Ticketline, Bilheteira online, FNAC, CTT, El Corte Inglês, ABEP, Lojas Worten , Reservas: 21 324 05 80 / 5
Preço Bilhetes:
Balcão Lateral: 20,00€ - Balcão Central: 30,00€  - Plateia C: 30,00€ -  Plateia B: 35,00€  - Plateia A: 40,00€

SENSO COMUM AO VIVO


UNIÃO DAS TRIBOS - "AS PEDRAS QUE NUNCA PISEI"

A NAIFA EM TOUR












Depois da edição e boa recepção do último álbum "As Canções d'A Naifa", 2014 marca o regresso d'A NAIFA aos palcos nacionais
 
Entre Fevereiro e Maio, a banda de Mitó Mendes, Luis Varatojo, Sandra Baptista e Samuel Palitos celebra, na estrada, os seus 10 anos de existência com um novo espectáculo que reúne, pela primeira vez, os temas de outros que os quatro foram tocando ao vivo e que deram origem ao último registo "As Canções d'A Naifa".
 
"A Tourada"- tema que o apresentou - "Desfolhada", "Inquietação" ou "Bolero do Coronel Sensível que Fez Amor em Monsanto" - novo single que marca mais uma vez a feliz colaboração da banda com os realizadores Diogo Varela Silva e Ricardo Almeida - são algumas das canções que irão compôr o alinhamento deste novo espectáculo. Mas não só. Temas de álbuns como "3 Minutos Antes de a Maré Encher", "Uma Inocente Inclinação Para o Mal" e do muito aclamado "Não se deitam comigo corações obedientes" não ficarão de certo esquecidos.
 
Com início a dia 8 de Fevereiro no Auditório Municipal Augusto Cabrita no Barreiro, passando por Coimbra, São Miguel, Évora, Estarreja, Seixal, Almada e Caldas da Rainha, a tour "As Canções d'A Naifa" terá a sua última apresentação dia 10 de Maio no Theatro Circo, em Braga.
 
TOUR AS CANÇÕES D'A NAIFA
8 DE FEVEREIRO - BARREIRO - Auditório Municipal Augusto Cabrita
12 e 13 FEVEREIRO - COIMBRA - Oficina Municipal do Teatro
22 FEVEREIRO - PONTA DELGADA - Teatro Micaelense
27 FEVEREIRO - ÉVORA - Teatro Garcia de Resende
22 MARÇO - ESTARREJA - Cineteatro
28 MARÇO - SEIXAL - Auditório Municipal
19 ABRIL - ALMADA - Teatro Municipal
3 MAIO - CALDAS DA RAINHA - Centro Cultural
10 MAIO - BRAGA - Theatro Circo

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

PROGRAMA DE 28/01/14

1 - Senhor Vadio - Disse-te adeus e sorri (com Manuel Rocha e Helena Soares)
entrevista com José Flávio Martins (Senhor Vadio)
2 - Senhor Vadio - Quem dera (com Hugo Sanches e Rodrigo Viterbo)
3 - We Trust - This time the truth
4 - Norton - Magnets
5 - Capitão Fausto - Litoral
6 - União das Tribos - as pedras que nunca pisei
7 - Budda Power Blues - One in a million
8 - Blind Zero - The art of revenge
9 - HMB - Talvez
10 - Capicua - Sereia louca
11 - Bezegol & Rude Bwoy Banda - Rainha sem coroa

SENHOR VADIO - "DISSE-TE ADEUS E SORRI"

XEG COM NOVO DISCO


















“Sonhos” é o single de avanço do quarto álbum de originais de Xeg.

Um dos mais carismáticos rappers nacionais, Xeg reúne a admiração dos seus pares, embora o seu reconhecimento nunca tenha transcendido o universo do Hip Hop underground

“Visão Clara”, o seu novo longa-duração, com edição prevista para Fevereiro, tem tudo para o levar mais longe. É de maturidade que estamos a falar, tanto a nível lírico como instrumental, traduzida num disco carregado de grandes temas e de uma consistência invulgar.

“Sonhos”, que conta com a colaboração de David Cruz, é apenas um exemplo da extrema qualidade dum disco que promete pôr Xeg, duma vez por todas, no mapa do melhor Hip Hop produzido em Portugal.
 

GONÇALO MOSTRA O SEU EP













Primeiro avanço a solo do também Long Way To Alaska encontra-se agora disponível, na íntegra, para audição.
 
Reza a lenda que, dos Deuses gregos, só lá restavam cinco e que estes foram transformados em harmonias de desordem. Paráguas é o Deus da chuva. Cadaqués o Deus do ritmo. Chumbo é o Deus da nostalgia. Crianças é a Deusa do Oriente.Tuga é a Deusa Ibérica. "QUIM" é o resultado de uma orgia entres estas cinco formas. O Gonçalo?! O Gonçalo foi apenas O escolhido para as dispor numa ordem de tal forma perfeita, para que nós, terrenos, consigamos, finalmente, dormir em paz.
Nuno Abreu (Long Way to Alaska)

“QUIM”, a incursão a solo de Gonçalo Alvarez (LWTA), chega às lojas já no próximo dia 3 de Fevereiro, com o selo da Lovers & Lollypops. Este EP, composto por cinco temas, conta com a participação de Nuno Abreu nos vocais de “Crianças” — o primeiro single, já conhecido —, produção de João Moreira e gravação por Gil Amado.
 
Nesta edição em CD, limitada a 100 exemplares, Gonçalo explora a doçura da pop, de braços abertos com a natureza. No fundo, uma banda-sonora para os dias de hoje e a desculpa perfeita para uma fuga laboral para aquele sítio conhecido como o país das maravilhas.
 
Antes da apresentação do disco no Passos Manuel, a assegurar a primeira parte do concerto de Filho da Mãe (próximo sábado, dia 1), “QUIM” está disponível para audição, integral e gratuita, no Bandcamp oficial do Gonçalo: http://goncalogalapago.bandcamp.com/.

CAPITÃO FAUSTO APRESENTAM AO VIVO “PESAR O SOL"














Os Capitão Fausto lançam o segundo longa-duração “Pesar o Sol” a 27 de Janeiro. Os espectáculos de lançamento serão no Lux (Lisboa), dia 6 de Fevereiro, e no Hard Club (Porto), dia 22 de Fevereiro. Dois espectáculos disco-bilhete com apoio da Fnac, onde a compra do mesmo possibilitará acesso aos concertos. “Pesar o Sol” será finalmente tocado na íntegra e ouvido pela primeira vez em dois concertos especiais.
 
“Pesar o Sol” foi gravado na Adega da Quinta de Stº Amaro, misturado por Nuno Roque e masterizado por Greg Calbi (MGMT, Tame Impala, Kurt Vile) e é editado pela Sony Music Portugal.
 
Depois da “Célebre Batalha de Formariz” e “Maneiras Más”, “Litoral” é o terceiro single de “Pesar o Sol”. O teledisco foi filmado na Adega da Quinta de Stº Amaro onde o disco foi gravado e conta, uma vez mais, com a realização de Ricardo Oliveira.
O disco-bilhete pode ser adquirido pelo preço de 9,99€, em pré-venda em exclusivo em fnac.pt e nas lojas Fnac.

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

PROGRAMA DE 27/01/14

1 – Da Chick – Lotta love
2 – SoundMaker – Strange place
3 - Stereoboy – Naked
4 – Awsum – Out of control
5 – MOON(in)MTION – Touch
6 – Mirror People - Kaleidoscope (psychemagick remix)
7 – Norton – Magnets
8 – We Trust – Time (better not stop)
9 – Homem em Catarse - Évora
10 – JP Simões – Gosto de me drogar
11 – Luísa Sobral - Inês (c/ António Zambujo)
12 – Nome Comum – Cuco
13 – Joana Guerra – O mar
14 – Grutera – Esqueci-me das rosas
15 - João Alegria Pecurto - IV

MACACO EGOISTA - "RESPIRAR"

A MÚSICA PORTUGUESA A GOSTAR DELA PRÓPRIA APRESENTA












“Quem Manda Aqui Sou Eu!”,um filme de Tiago Pereira

7 de Fevereiro – Tertúlia Algarvia, Faro
8 de Fevereiro – TEMPO, Portimão
9 de Fevereiro – Castro Marim

‘Quem manda aqui sou eu!’ é um documentário de 52 minutos, o primeiro episódio deuma série sobre música popular local, de Tiago Pereira que tem o mesmo nome que oseu programa de rádio na Antena 1 ‘O povo que ainda canta’.
 
Este primeiro episódio é sobre o Algarve e apresenta a música popular local e as suascontaminações e que vai ser apresentado no dia 7 de Fevereiro na Tertúlia Algarvia emFaro, no dia 8 no TEMPO em Portimão e no dia 9 em Castro Marim.

Embora ainda seja uma maquete do que o documentário poderá ser, mostra basicamente a música popular algarvia através dos tocadores de acordeão, dos mandos, dos travalínguas, das linquitinas, dos bailes e um pouco das práticas musicais da região Algarvia acompanhando também grupos organizados, dos Ranchos ao folk, do hip hop ao experimental como: OrbLua, Descaroçados, Reflect e Marenostrum.
 
Esta compilação de registos e recolhas de todo o país promete agitar e celebrar ainda mais a Música Portuguesa que já gosta dela própria, o que está bem patente no trailer deste primeiro filme:
 

"Quem manda aqui sou eu" um filme de Tiago Pereira (Trailer Oficial) from MPAGDP on Vimeo.

NO SALÃO BRAZIL









Quinta, 30 Janeiro, 22h00
TORTO

Sexta, 31 Janeiro, 22h30
BUDDA POWER BLUES

Salão Brazil, um espço do Jazz ao Centro Clube
Largo do Poço, 3, Coimbra
Telf. 239 837 078
salaobrazil@gmail.com

NO TEATRO VIRGINIA EM TORRES NOVAS

BLIND ZERO COMEMORAM 20 ANOS













Ao longo de 20 anos muito mudou no Mundo. Quando os Blind Zero se formaram, a 29 de Janeiro de 1994, os CDs ainda não tinham substituído as cassetes, não se faziam downloads nem se ouvia música em mp3. Hoje, a realidade é bem diferente.

Determinados e irreverentes, os músicos, ainda adolescentes, arriscaram e em apenas um ano lançaram o primeiro EP, “Recognize”, que esgotou em apenas nove dias. Seguiu-se o primeiro longa-duração, “Trigger”, que agitou o panorama musical português tornando-se no primeiro disco de rock cantado em inglês de uma banda nacional a atingir o galardão de Disco de Ouro.
 
Entre o “Trigger” (1995) e o mais recente “Kill Drama” (2013) muito aconteceu. Com sete álbuns editados, um CD acústico ao vivo, e um DVD gravado ao vivo em Milão para a MTV, os Blind Zero amadureceram sem nunca perder a identidade.
 
No ano em que comemoram duas décadas de percurso, o grupo preparou algumas surpresas para festejar com os amigos e fãs que, fielmente, os têm acompanhado.
 
Ao vivo, os Blind Zero vão apresentar o espectáculo Best Of 20 Anos onde serão recuperados alguns dos temas que marcaram a carreira do grupo. Com um vasto reportório, os músicos estão já a ensaiar e em breve será revelado o alinhamento base dos concertos.

Paralelamente, estão ainda a ser gravados duetos com músicos nacionais e internacionais com o intuito de revisitar o último álbum de originais, “Kill Drama”. Estas músicas, que contam com o generoso contributo de vozes bem conhecidas dos portugueses, serão divulgadas durante o primeiro semestre do ano.

UNIÃO DAS TRIBOS LANÇAM TEMA













A música está-lhes no sangue e o rock na alma.

Em 2013 decidiram unir os seus talentos e começar a trabalhar num projecto comum.

Sérgio Lucas na voz (vencedor do Idolos em 2004), António Côrte-Real na guitarra (UHF), Wilson Silva na bateria (More Than a Thousand) e Cebola no baixo (Dr. Estranho Amor e UHF) são a “União das Tribos”.
 
O single “As Pedras que Nunca Pisei” começa a rodar nas rádios já no final deste mês, o disco chega às lojas no final de Abril.

Com influências claras do rock anglo-saxónico, a “União das Tribos” promete agitar o panorama musical nacional.
 
O vídeo do tema “As Pedras que Nunca Pisei” pode ser visto no youtube a partir do dia 29 de Janeiro.

Página de facebook: https://www.facebook.com/uniaodastribos?fref=ts

M.A.S.U ENTRE PORTUGAL E O BRASIL













M.A.S.U ( Movimento Artístico Solidário Universal)

Visão
MASU é mais que uma banda, é um movimento artístico que apoia artistas independentes que querem promover e viabilizar os seus projetos sem comprometer a sua arte e visão, pela sustentabilidade da musica autoral, em busca de uma voz universal.
 
Breve História e Missão
 
MASU foi fundado em 2012 por Mário Nobre como plataforma onde pudesse promover o seu novo trabalho autoral desenvolvido no Brasil intitulado de Mandala.

No dia 22 de julho de 2013, Mário Nobre conhece Diego Raymound em Florianópolis, outro compositor que procurava meios para que pudesse levar o seu trabalho mais além sem que o mesmo comprometesse os limites criativos dos seus intervenientes e que partilhava a mesma ambição e sentido de sacrifício pela arte e pela musica, em defesa da expressão sonora como um manifesto humano em celebração da terra e dos seus elementos cósmicos, sem ostentações...
 
Nesse momento decidiram unir forças, desenvolvendo um trabalho conjunto com outros artistas que partilhem a mesma visão sem depender de editoras para viabilizar os seus projetos.
 
O projeto MASU lança então dois álbuns totalmente produzidos independentes,os quais servem como lançamento deste projeto, que simbolizam esta filosofia de colaboração entre autores, em que cada um tem o reconhecimento do seu trabalho em função de uma promoção coletiva, onde cada um promove o seu trabalho promovendo o do outro, criando uma nova rede e uma nova visão do mercado musical, substituindo os valores de competição pelos de contribuição e colaboração.
 
Os mesmos se definem como Atos, como se tratasse de uma peça ou mesmo de umlivro, cada um deles com uma estética semelhante no que se refere à sua produção musical, mas que ao mesmo tempo mantém a sua entidade individual do autor de cada tema e da sua intenção.

Os Álbuns são:

Ato I Mandala – Este álbum reúne 13 temas autorais de Mário Nobre e 4 temas de apresentação do trabalho autoral de Diego Raymound.
 
O álbum foi gravado em apenas 15 dias, utilizando equipamentos acessíveis, recriando atmosferas acústicas, usando influências da musica experimental dos anos 80 e 90, como também o blues dos anos 30 e outras influências de correntes artísticas como dos anos 60 e 70.
 
No álbum puderam ouvir instrumentos como uma mala de viagens que veio substituir a bateria, colher a bater em madeira recriando os elementos do flamenco, tudo gravado numa mesa analógica, usando um programa grátis da internet, com o mesmo método de captação, mistura e masterização utilizada nos anos 60 e 70. Todos os instrumentos foram gravadas sobre uma base melódica mas totalmente improvisados, onde o erro dava a linha de orientação de qual a roupagem de cada tema, ao qual nós chamamos de Acidentalismo, corrente artística do projeto M.A.S.U
 
Além de Mário Nobre e de Diego Raymound, alguns temas tiveram a participação de outros artistas independes como: Douglas Fabiano, Rick Bergamo, Rilma Salazar e Maria Del Sol.
 
Ato II – Variações – Este álbum conta com 13 musicais autorais de Diego Raymounde 4 temas de apresentação de Mário Nobre, seguindo a mesma linhagem artística de expressão sonora, agora com outros elementos linguísticos e abrindo novos caminhos, sendo o mesmo gravado em diferentes locais em colaboração com mais músicos independentes, reforçando a ideologia M.A.S.U, cada vez mais orgânica e coletiva, levando a expressão do movimento para um novo patamar, tal como um segundo ato de uma peça em continuação do trabalho desenvolvido no álbum Mandala, como uma história que tem um começo mas que não quer ver o fim.
 
A visão do formato álbum M.A.S.U é restituir uma arte que veio a se perder ao longo dos anos, que é um conjunto de musicas produzidas num determinado espaço de tempo e que carregam um carisma e uma identidade de um periodo, tal como aconteceu em anos anteriores com grandes obras que marcaram este formato de expressão musical.

Logo ambos os álbuns são lançados em formato digital através de várias plataformas de internet para esses fins, como também lançados fisicamente com um trabalho artístico artesanal, Do It Yourself, em colaboração com artistas plásticos, abrindo portas para uma nova vertente do M.A.S.U, seguindo a mesma filosofia, mas agora na expressão plástica e visual, devolvendo as caractericas que tanto nos atraí a estas obras artísticas, onde era celebrado tanto a musica como ao mesmo tempo a estética incorporada no grafismo de cada disco.
 
Esta é uma das missões de MASU, criar uma rede internacional de colaboração de autores, lançando álbuns duplos em formato de Atos entre artistas de diferentes nacionalidades, derrubando barreiras fonéticas e linguísticas, gerando uma nova rede musical entre músicos, que podem tanto ser em formato de álbuns em que cada um conserva a entidade de cada artista, ou mesmo coletâneas de musicas inéditas criadas em conjunto, ou meramente improvisadas.
 
Desta forma mesmo que gere alguma forma de competição entre artistas, será uma competição saudável visto resultar no sucesso de todos, todos ganham, todos são perdedores.
 
Na criação somos indivíduos contribuindo com a sua entidade e conhecimento para a viabilização e produção de cada autor. Na interpretação ao vivo somos uma entidade só, uma força unida para o bem geral de todos os intervenientes.
 
https://soundcloud.com/m-a-s-u
https://www.facebook.com/masueosmandala


DENTINHO - "CAMINHO A SEGUIR"

ZORRA AO VIVO

 
TREM AZUL
Quinta-feira , dia 30 de Janeiro às 21: 00
Rua do Alecrim 21 A. 1200-014
Lisboa /21 34231 40

CASA INDEPENDENTE
Sábado, dia 8 de Fevereiro às 22:00
Largo Intendente 45, 1100-285 Lisboa

Os ZORRA soam a banda sonora e a imagem. Da harmonia à improvisação, elegem o palco como o seu habitat natural. Donos de um post-rock e/ou jazz contemporâneo, sonoridades como Tortoise, Jaga Jazzist, Carlos Bica, The Bad Plus.
 
"Nós Cegos" é o título do seu álbum de estreia, um conjunto de temas instrumentais que nos remete para os seus enredos sonoros intrincados e para o seu inconformismo perante uma era cultural de procura e incerteza constantes.
 
Músicos:
Diogo Duque - Trompete
Marco Pereira - Guitarras
Paulo Santos - Vibrafone
Miguel Menezes – Contrabaixo
Pedro Silva – Bateria

SoundCloud
soundcloud.com/zorraproject

DESTAQUES DA SEMANA

SANTO NO ALTAR

MAGNETS - Norton
("Nokions" - Skud & Smarty)

Para ouvir todos os dias desta semana

DISCO RECORDAÇÃO

THESE NEW COUNTRIES -  We Trust
(2011, Meifumado)

Para ouvir um tema diferente todos os dias desta

domingo, 26 de janeiro de 2014

O CORVO MUDO A PREPARAR DISCO

O Corvo Mudo, com um ano de existência, começa a dar os primeiros passos para o reconhecimento que se advinha promissor no panorama musical.
 
Corvo Mudo é um projeto que se apresentou pela primeira vez ao vivo em Agosto de 2012 e está próximo da edição do primeiro registo com um álbum capturado e misturado nos Estúdios Sá da Bandeira pelo João Brandão (engenharia de som e mistura) e Cláudio Tavares (produção).
 
Os músicos encontram no jazz e no rock progressivo a génese das suas criações e procuram estabelecer a harmonia num exercício paradoxal de construção e desconstrução da música. A formação atual conta com André Santos (baixo e voz), Filipe Minhava (guitarra), Marcelo Soares (bateria), Rui Lopes (guitarra) e Rui Martins (guitarra, teclas e voz) - sendo que estes dois últimos editaram já um álbum com o projeto Minimus – são estes, o Corvo que permeia o voo por experiências novas e inesquecíveis.
 
A influência do jazz é indissociável, é esta a escola de praticamente todos os músicos da banda e foi isso que os juntou neste formato, assim como o rock progressivo que domina numa vasta lista de influências, sobretudo aquele que remete para a época de ouro das décadas 60 e 70.
 
Desafiador de si mesmo O Corvo Mudo procura estabelecer a harmonia num exercício paradoxal de construção e desconstrução da música.
 

ESTA SEMANA NO SANTOS DA CASA




















Entrevistas

14.01.28 19h00 - SENHOR VADIO
14.01.29 19h30 - HELENA CASPURRO
14.01.31 19h00 - SELMA UAMUSSE

Para ouvir nos 107.9fm da Rádio Universidade de Coimbra ou em http://www.ruc.pt

THE WALKS AO VIVO


sábado, 25 de janeiro de 2014

PROGRAMA DE 25/01/14

1 - PunikSinatra - Skapa do sistema
2 - Dalai Lume - Bairro alto
3 - Porta Voz - Não vou ser assim
4 - Lulas Belhas - Lugar especial
5 - Booster - Insónia
6 - Eskizofrénicos - Vou-me organizar
7 - Anaquim - A vida dos outros
8 - Um Corpo Estranho - No fim tudo está bem

9 - Mundo Cão - Anos de bailado e natação
10 - Linda Martini - Volta
11 - Peixe : Avião - Avesso
12 - Sr. Inominável - Fora de prazo
13 - Amores Imperfeitos - És tua a sós
14 - Capitão Capitão - Memórias Curtas
15 - Cavalheiro - Talvez
16 - Coelho Radioativo - O velho

UHF EM ACTIVIDADE













A banda inicia musicalmente o ano com uma nova canção  – “A Saudade É Uma Ressaca”. Porque o Dia dos Namorados está a chegar.

Próximas datas dos UHF:

28.02 – Teatro Municipal da Guarda
01.03 – Auditório Luís Todi, Setúbal
26.04 – Salle Kulturfabrik, Luxemburgo

VICTOR TROPEDO - "TALKING TO THE SHADOWS"

PROGRAMA DE 24/01/14

1 - The CityZens - Billy was a black punk rocker
2 - Born a Lion - What i know
3 - Anarchicks - Smashed
4 - O Homem da Carabina - Dá-me estrada
5 - Xutos & Pontapés - De madrugada (tu & eu)
6 - The Melancholic Youth of Jesus - Close to me
7 - Mirror People - Come over (feat. Iwona Skwarck)
8 - Anaquim - Monstros
9 - Um Corpo Estranho - No fim tudo está bem
10 - Noiserv - Don't say hi if you don't have time for a nice goodbye
entrevista David Santos (Noiserv)
11 - Noiserv - This is maybe the place where trains are going to sleep at night
12 - Pernas de Alicate - Mosca (Dj Ride Remix)
13 - SirAiva - Everybody (feat. Lisa Garden)




CEIRA ROCK FEST - 15.03.2014


Noiserv - Teatro Académico de Gil Vicente (Coimbra) - 24/01/14

David Santos é uma estrela a brilhar no atual panorama da música nacional.
Com os Noiserv sobe conquistar o seu espaço, oferecendo simpatia a todos. E assim foi conquistando o seu público.
Prova disso foi dada em Coimbra, ao quase esgotar o TAGV. O balcão abriu, proeza que artistas com maior nome por vezes não conseguem.
No palco desfilou os temas que o têm tornado naquilo que hoje é. Concerto quase em jeito de best of.
A sua música emana um lado mais infantil, no bom sentido, que nos enche a alma.
Os desenhos em tempo real de Diana Mascarenhas acentuam ainda mais este imaginário, enfeitando brilhantemente a grande tela nas costas de David.
Hoje tivemos um David muito falador, que quando o material não respondeu à primeira sobe dar a volta da melhor maneira.
De resto, não se atrapalhou no meio de tanto equipamento que manipulou em tempo real. Sim David é o homem dos 7 instrumentos.
Esta foi assim uma noite repleta de muitos sonhos pop, a provar que Noiserv tem já o seu território muito bem marcado.
                                                                                 














Texto Nuno Ávila & Fotos Fausto Silva

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

PROGRAMA DE 23/01/14

1 – Noiserv – I Was trying to sleep when everybody woke up
2 – You Can’t Win, Charlie Brown – After december
3 – First Breath After Coma – Shoes for man with no feet
4 – Long Way To Alaska – King of your own
5 – Rosemary Baby – Spotted by the sun
6 – Birds Are Indie – High on love songs
7 – Anaquim – O meu coração (c/ Ana Bacalhau)
8 – Um Corpo Estranho – No fim tudo está bem

9 – As 3 Marias – Corpete vermelho
10 – Barbara Brin – A teus pés
11 – Mariana Abrunheiro – Mariazinha
12 – Cristina Branco – Alice no país dos matraquilhos
13 Contracorrente – Maré alta
14 – Márcia + Dead Combo – Visões ficções
15 – Ai! – Marião

GUTA NAKI AO VIVO


SECRET LIE EM TOUR NO REINO UNIDO




















Antes de partirem para terras de Sua Majestade os Secret Lie vão estar no dia 08 Fevereiro pelas 22:00h no Cine Incrível em Almada.
 
A ”Secret Tour “ inicia-se em Ilfracombe a 28 de Fevereiro, passa por Redhill , Londres, Nottingham, Bolton, Wakefield, Pais de Gales ( Swansea e Crumlin) e termina em Bristol a 09 de Março. A produção está a cargo de Ray Wiiliams e a promoção de Rob Saunders.

Love me until the end of time” continua a ser um dos temas mais pesquisados no Shazam e mantêm-se no top do Itunes desde a sua estreia.
 
No inicio do ano receberam a noticia que ficaram entre os primeiros 3 finalistas na atribuição do Fox Music USA Awards, cuja gala irá decorrer no dia 26 de Abril em Houston nos Estados Unidos.
 
Sara Madeira (voz), Pedro Teixeira da Silva (violino), Tó Pica(guitarra) , Nuno Correia ( baixo), Adelino Duarte (voz e guitarra) Nuno Louro (piano) e Tiago Ramos ( bateria).
 
Datas e locais de espectáculos:

 28 Fevereiro | Ilfracombe
01 Março | Redhill
02 Março | Londres
03 Março | Londres
04 Março | Nottingham
05 Março | Bolton
06 Março | Wakefield
07 Março | Crumlin
08 Março | Swansea
09 Março | Bristol

NO MUSICBOX







The Lazy Faithful
Lançamento de "Easy Target"
25 Jan / Sat / 23h30

Hip Hop Sou Eu apresenta Grog Nation
23 Jan / Thu / 22h30

Noite Principe feat DjMaboku & DjLilocox + DjKolt & Dj Perigoso + Niagara
31 Jan / Fri / 00h00

TARA PERDIDA EM GRANDE ACTIVIDADE

A digressão nacional de 2014 dos Tara Perdida arranca a 14 de Março no Paradise Garage (Lisboa). Depois da tão aclamada participação no palco EDP do festival “Super Bock Super Rock”, dos habituais concertos de Verão, actuação nas Festas da Praia, na Ilha Terceira, Açores e festas académicas, a banda levará o novo álbum “O Dono do Mundo” a várias cidades, num espectáculo enérgico e contagiante.

Em antecipação deste concerto, a Antena 3 estreia o novo vídeo do tema “Lisboa” esta 5.ª feira, 23 de Janeiro. O vídeo de “Lisboa”, que conta com a parceria com Tim, emblemático vocalista dos Xutos & Pontapés, e Rui Almeida, pianista e parceiro de longa data de João Pedro Pais, foi realizado por Leandro Ferrão. “Lisboa” é uma refrescante canção no estilo punk-rock a que os Tara Perdida se têm sempre mantido fiéis.
 
Dono do Mundo” é o sexto trabalho de estúdio na discografia do grupo, que se formou em 1995. O regresso à estrada em 2014 dá continuidade e reforça o talento e o trabalho dos Tara Perdida, que continua a contar com uma legião de fãs apaixonada e vibrante.

Depois de um hiato de 5 anos sem editar, os Tara Perdida lançaram o novo álbum “Dono do Mundo” na Primavera 2013. O single de apresentação deste novo trabalho foi o tema “O que é que eu faço aqui?, ao qual se seguiu o segundo single “Lisboa”, que conta com a participação especial de Tim (Xutos e Pontapés) e Rui Almeida (pianista João Pedro Pais).
 
“Dono do Mundo” é o 7.º registo editado e o sucessor de “Nada a esconder”, lançado em 2008. Este novo trabalho do quinteto lisboeta inclui 13 temas, um dos quais instrumental e foi produzido por Tara Perdida e João Martins.
 

MIRROR PEOPLE EM TOUR E COM NOVA EDIÇÃO



















Mirror People, o alter ego de Rui Maia (X-Wife), vai lançar novo single pela editora Discotexas.

"Come Over" é uma abordagem mais pop ao universo Mirror People, conta com a voz de Iwona Skwarek e tem edição marcada para o dia 7 de Fevereiro no Beatport e dia 21 de Fevereiro nas restantes lojas digitais (itunes, Amazon, Juno).
 
O videoclipe que ilustra este novo tema foi remisturado pelo próprio Rui Maia, mediante licença Creative Commons. O material original "Vera's Heaven" foi realizado por Ponitail e Alexis Johnson, com a participação de Amanda Galli.
 
A digressão de apresentação do novo trabalho, a "Come Over" Live Tour, passará por Portugal entre os meses de Fevereiro e Abril, tendo início a 21 de Fevereiro no Lux, em Lisboa, numa noite que contará também com atuações de dois influentes clássicos da música de dança: Andrew Weatherall (que produziu parte do "Screamadelica" dos Primal Scream) e Ivan Smagghe (que, para além de ter editado várias compilações importantes, formou os Black Strobe).
 
Ao vivo, este novo espectáculo de Mirror People envolve uma série de sintetizadores analógicos, caixa de ritmos e pedais de efeitos. O teclista dos X-Wife, nesta sua versão mais electrónica, vê esta abordagem "live" como um caminho para a liberdade: "Na forma como tenho os instrumentos alinhados, posso facilmente improvisar. Criar elementos novos na altura, dependendo da forma como eu e o público estamos a sentir a música.”
 
O seu trabalho de estúdio envolve já parcerias com nomes como Rowetta dos Happy Mondays e tem recebido excelentes críticas nacionais e internacionais (Mixmag, Djmag, Pete Tong da BBC Radio 1).
 
Come Over" Live Tour:

1 de Fevereiro, Queen of Hoxton, Londres, c/ Ivan Smagghe
21 de Fevereiro, Lux, c/ Andrew Weatherall e Ivan Smagghe
22 de Fevereiro, Casa da Musica, c/ White Haus e Social Disco Club DJ sets (ent livre)
28 de Fevereiro, Club Twiit Coimbra
8 de Março, Beat Club, Leiria
5 de Abril, Clube Pirata, Baleal

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

VIRA CASACA - "BETINHAS DE SANTARÉM"

EM LISBOA


PROGRAMA DE 22/01/14















1 - José Estrôncio - Les politichiens
entrevista David Cruz (A Calenda dos Sons)
2 - David Cruz - Samba da gamba (ao vivo no estúdio)
3 - David Cruz - Trincando amendoins (ao vivo no estúdio) 
4 - Um Corpo Estranho - No fim tudo está bem
5 - Anaquim - Pobre velho louco
6 - Balla - O mal
7 - Norton - Magnets
8 - Serushiô - Out for love
9 - Cochaise - Mais valia
10 - Vira Casaca - Betinhas de Santarém

PERNAS DE ALICATE COM DJ RIDE

O percurso de Pernas de Alicate tem-se pautado por imprevistos. Afortunados imprevistos. Diferentes expressões e diferentes universos que se cruzam e despertam atenção pela sua singularidade, sem deixar dúvidas nas escolhas feitas. O propósito é uma realidade musical e visual com contornos só mesmo possíveis pelo imediato do trabalho de quem ali se juntou. Depois de "Mosca" e "Barba", as duas primeiras mostradas, há uma terceira fusão de vozes e de criatividade de diferentes pessoas a originar mais um momento. Sabemos que está para breve.
 
Até lá revela-se um dos pequenos brindes que até agora só podiam ter sido descobertos na edição física, continuando a remistura dos Octa Push bem guardada. Estamos a falar do re-work glitch para "Mosca" por Dj Ride, um dos mais conceituados dj's e produtores da Nação. Há nova roupagem adaptada à personalidade fresca de Ride que, como todos sabemos, sente no hip hop uma das suas zonas de maior conforto. Beat detalhado com os graves bem carregados, numa experiência que ora pode soar perfeita em palco como também nunca ficaria desenquadrada em clubbing. Mais uma vez uma decisão feliz de Carlos Bb e Sara Feio, de alguém por quem tinham admiração há já algum tempo. Não pode ser só sorte mas sim a espontaneidade das escolhas. E o melhor disto tudo, volto a dizer, é nunca saber o que está para vir.
 

THE MELANCHOLIC YOUTH OF JESUS PARA SACAR



















A nova "mYOGENIc Session" - relativa a Fevereiro (2014) dos The Melancholic Youth Of Jesus encontra-se desde já disponível no site da banda em:

http://www.reverbnation.com/themelancholicyouthofjesus

Devido às gravações do novo trabalho, os The Melancholic Youth Of Jesus tiveram de antecipar a publicação da sua "mYOGENIc Session" que este mês destaca uma versão do tema "Close To Me" dos The Cure.

Como sempre, este ep encontra-se disponível para download gratuito.

ENOUGH RECORDS COM NOVO LANÇAMENTO


















Album de electrónica analógica pelas mãos do projecto Português Sci Fi Industries. Originally recorded in 2012. A co-release with Thisco Records.
 
http://freemusicarchive.org/music/Sci_Fi_Industries/Drum_Cone_and_Barricade/
http://enoughrecords.scene.org