quinta-feira, 3 de agosto de 2017

CARLOS PENINHA A GRAVAR PRIMEIRO CD

Carlos Peninha
- nome artístico de Carlos Alberto Carvalho Marques, nascido em 1962 em Viseu.

O autor, Carlos Peninha, tem um percurso artístico de mais de 30 anos em distintas áreas de criação musical que não se confinam à sua atividade de compositor, sendo de realçar o seu trabalho na área de espetáculos poéticos onde as declamações de projetos da ACERT nomeadamente com José Rui Martins. Além disto, foi criador de música de cena para vários espetáculos teatrais, tendo-se neles também integrado como intérprete.

Desenvolveu ainda trabalho como compositor em três edições discográficas “Manifestasons”, “Soltar a Língua” e “Cantos da Língua”, para além de ser co-autor com Luís Pastor, enquanto elemento de “A Cor da Língua ACERT”, do Livro Cd “A Viagem do Elefante” e instrumentista em edições discográficas, espetáculos de teatro e bandas sonoras de filmes, nomeadamente do realizador José Medeiros.

De destacar que Carlos Peninha tem igualmente sido responsável por vários projetos na área do jazz, criando espetáculos com o seu repertório que têm tido a participação de importantes músicos portugueses como Carlos Azevedo, Pedro Guedes, Marcos Cavaleiro, António Augusto Aguiar, Mário Costa, Acácio Salero, Rui Teixeira, Pedro Gonçalves, Laurent Filipe entre outros.

Este projeto de Carlos Peninha, “Tocar o Chão”, tem como objetivo primordial, dar a conhecer pela primeira vez o seu trabalho a solo, após ter desempenhado sempre um papel de compositor e intérprete em colectivos e para outros compositores e grupos.

A fundamentação da necessidade da edição deste trabalho consiste no facto de Carlos Peninha ter desenvolvido um apurado e continuado trabalho de compositor, musicando poemas de autores de língua portuguesa, tendo uma larga experiência de trabalho com músicos e grupos de Moçambique e com poetas como Mia Couto, Leite de Vasconcelos e José Craveirinha.

Tomando em conta que a sua já longa carreira se tem dividido por várias áreas da criação artística onde desempenha coletivamente a sua criação musical, este projeto pretende consolidar e tornar público o trabalho a solo, enquanto compositor e multi-instrumentista e artista com desempenhos artísticos pluridisciplinares com uma natureza eminentemente coletiva.

Sobre o CD Carlos Peninha – Tocar o Chão

Tocar o Chão é o nome de um projeto musical de canções feitas a partir de poesia em língua portuguesa por Carlos Peninha, que assina a autoria da música e arranjos e algumas interpretações vocais. Carlos Peninha tem vindo a trabalhar há já muitos anos na criação de músicas originais sobre poesia de autores de língua portuguesa, nomeadamente para Companhia de Teatro Trigo Limpo Teatro Acert. Pontualmente algumas vozes interpretaram essas canções em espetáculos onde se mesclavam a música de influência portuguesa como o jazz e outros ritmos de várias latitudes. Nos últimos anos o projeto foi criando raízes num naipe de músicos que interpretam os arranjos e novas leituras do reportório existente bem como de novas canções, com destaque para Sara Figueiredo na voz. Jorge de Sena, Teodomiro Leite de Vasconcelos, Miguel Torga, Amílcar Cabral, Eugénio de Andrade, António Quadros, Ruy Belo ou João Luís Oliva entre outros são visitados neste projeto.

Tocar o Chão é o nome deste CD de Carlos Peninha em que se celebra a poesia de língua portuguesa vestida com música de raiz portuguesa temperada com sabores de multiculturalidade.

O Alinhamento do CD conta ainda com uma canção a feita sobre um poema do cantautor espanhol Luís Pastor, musicado por Carlos Peninha e interpretado vocalmente por Luís Pastor, que é convidado neste CD, e ainda um original com música e letra de Carlos Peninha. O CD será editado pelo próprio autor, que é também coprodutor do mesmo, não tendo neste momento contrato com nenhuma editora.

O CD tem a produção de Manuel Maio e Carlos Peninha e Mistura e Masterização de Rui Ferreira e design gráfico de Zé Tavares.

​​O CD tem as PARTICIPAÇÔES e convidados;

Carlos Peninha- Voz, Guitarras acústicas aço e nylon, Guitarras eléctricas, Braguesa, Cavaquinho brasileiro, Ukulele, Bandolim, Ebow.

Sara Figueiredo-Voz , Coros

Zeca Medeiros (Acores) –Voz

José Rui Martins (Acert)- Voz

Mariana Abrunheiro- voz

Luís Pastor (Espanha) –Voz

Cheny Wa Gune (Timbila Muzimba, Moçambique)- M’bira e Voz

Julieta Silv a(Diabo a Sete, Chuchurumel)- Voz, Coros, Sanfona

Luísa Vieira – Voz, Coros, Flauta transversal

Manuel Maio(Presença das formigas)- Bandolim, Violino, Rabeca, Voz

Rui Ferreira (Xicara)-Baixo eléctrico fretless, Palmas

Miguel Cardoso- Contrabaixo

Joaquim Telles (Quiné)- Percussões

Artur Fernandes (Danças Ocultas)- Concertina

João Mortágua -Saxofone alto

Daniel Tapadinhas- trompete e flugel

André Cardoso- Guitarra portuguesa

Joana Soares-Oboé

Rui Silva (Sete Lágrimas)- Percussões

 CD: Tocar o Chão


Todas as músicas de Carlos Peninha.

Poemas de:

Lança a rede ao mar- Carlos Peninha

Água de mi boca- Luís Pastor (Espanha)

Tocar o chão- João Luís Oliva


Regresso - Amílcar Cabral

Anunciação- Teodomiro Leite de Vasconcelos(Moçambique)

Pescador- Teodomiro Leite de Vasconcelos((Moçambique)

As palavras- Eugénio de Andrade


Ciganos-Miguel Torga

Fronteira- Miguel Torga


Notícia- Miguel Torga


O ter e o dar- Jorge de Sena


O Portugal futuro- Ruy Belo


Ora essa- João Pedro Grabato Dias (António Quadros)

As cataratas do céu- Jorge de Sena
 
https://www.facebook.com/carlos.peninha
https://www.facebook.com/Carlos-Peninha-Tocar-o-Ch%C3%A3o-313242212036260/timeline/
https://soundcloud.com/carlos-peninha
https://www.facebook.com/The-Soul-Orquestra-1028310873858985/?ref=hl

www.myspace.com/carlospeninha
www.myspace.com/tocarochao
www.myspace.com/cantosdalingua
www.myspace.com/acordalingua

 

Sem comentários: