sexta-feira, março 06, 2015

MOONSPELL - "INSTINCT"

0 comentários

MIGUEL ANGELO E EDUARDO NASCIMENTO JUNTOS

0 comentários



















Na primeira data Eduardo Nascimento levou à Eurovisão O VENTO MUDOU, na segunda os Delfins estrearam-se com uma versão dessa canção e eis que agora surge, pela primeira vez, um encontro entre as vozes de Miguel Angelo e Eduardo Nascimento.

É o regresso de Eduardo Nascimento às gravações desde os anos 60, com um registo vocal surpreendentemente conservado e aumentado, para uma versão que acrescenta a densidade dos nossos dias a uma das mais icónicas canções portuguesas.

O video, realizado a preto e branco por Edgar Keats, foi filmado na reserva do Museu da RTP, onde numerosas e valiosas relíquias evocam um passado distante.

Mas a memória é apenas o ponto de partida: ao som deste novo O VENTO MUDOU,uma outra viagem começa agora. O VENTO MUDOU faz parte do próximo álbum a solo de Miguel Angelo, de nome SEGUNDO, a sair brevemente.

BIRDS ARE INDIE AO VIVO NA GALERIA DE SANTA CLARA

0 comentários



















A banda fez-nos chegar este mail:

"É verdade, vai ser em Coimbra, às 22:00 de 28 de Março, no bonito sótão da Galeria Santa Clara.
Tens a certeza que podes ir e queres garantir o teu lugar? É fácil. Basta seres um dos primeiros 25 a responder a este mail (birdsareindie@gmail.com) e aguardar a nossa confirmação.

Até gostavas de ir, mas estás longe ou não podes? Se quiseres, encaminha rapidamente esta mensagem para alguém que aches que tenha interesse. Essa pessoa poderá inscrever-se no teu lugar e vir dizer-nos olá por ti.

A entrada custa 4€ e esta fase de reservas (limitada a 25) dura até 13 de Março. Os restantes bilhetes estarão à venda, a partir de dia 14, na Galeria de Sta Clara e na loja Gang of Four. E talvez ainda haja uns poucos na noite de 28, à porta do concerto.

Pronto, é isto, vai ser giro, estamos contentes. Até breve?..

LOVE,
birds are indie"

NA TERTÚLIA CASTELENSE

0 comentários

















20 MAR.. Sex 
KEEP RAZORS SHARP
https://www.facebook.com/KeepRazorsSharp
Entrada – 5.00 euros
Início previsto – 23h00

quinta-feira, março 05, 2015

PROGRAMA DE 05/03/15

0 comentários
1 - Ana Cláudia - João e o pé de feijão
2 - António Zambujo - Valsa do vai não vás
3 - Peixe - Valsa do cowboy enamorado
4 - Brando Fel - Alguma coisa
5 - Motel Pantanal - Kabbalah
6 - PZ - Dinheiro
7 - Lazy - Mais um dia
8 - Savanna - The Lab
9 - Alto! - Garaplina
10 - Afonso Pais - Dos últimos dias
11 - Nobody's Bizness - People i wish for
entrevista Nobody's Bizness
12 - Nobody's Bizness - The coldest of days


NOVO SINGLE DE HMB

0 comentários


















“Naptel Xulima” ou muito simplesmente “não percas tempo a chupar limão”, é o novo single do álbum “Sente” dos HMB.

O tema que conta com a participação de ENOQUE (habitual colaborador dos HMB) sucede aos mega êxitos “Talvez” e “Feeling”.

Depois dos concertos esgotados no Armazém F e Casa da Música, e do arranque das HMB SESSIONS (mais vocacionado para clubes) os HMB preparam-se para passar o ano de 2015 na estrada, com a Tournée de “SENTE” a prometer percorrer o pais e as Ilhas. 

AI! COM NOVA FORMAÇÃO E DISCO

0 comentários














Ai! é um projeto de pesquisa e recriação da música portuguesa de tradição oral, trazendo ainda para o seu repertório alguns temas medievais. Apresentou o seu disco de estreia em novembro de 2013, considerado pela Antena 1 como um dos cinco melhores editados nesse ano em Portugal. Em 2014 realizou diversos  no Festival de Músicas do Mundo de Sines.

Ai! inicia agora uma nova fase. Aos fundadores, César Prata e Suzete Marques, junta-se o percussionista Tiago Pereira. Juntos têm apresentado “Canções de trabalho”, concerto que teve a sua estreia no Teatro Municipal da Guarda, no passado dia 24 de janeiro. Tiago Pereira iniciou o seu percurso na área da percussão tradicional portuguesa com Rui Júnior. Desenvolve trabalho com “Roncos do Diabo”, “Sebastião Antunes” e “Flávio Torres & os Canalhas”.

Março marca o início das gravações do novo disco do grupo, com edição agendada para junho deste ano.

FACEBOOK Ai! https://www.facebook.com/Ai.Music.PT

CAMANÉ NA AMERICA DO NORTE

0 comentários














Camané atua hoje com a National Symphony Orchestra dos Estados Unidos, no Kennedy Center, em Washington, na abertura de uma digressão por sete palcos da América do Norte.

O concerto do fadista insere-se na mostra cultural Iberian Suite: Arts Remix Across Continents, de âmbito mais vasto, dedicada à criação contemporânea de Portugal, Espanha, da América Latina e de países lusófonos.O fadista é acompanhado pelos músicos José Manuel Neto, na guitarra portuguesa, Carlos Manuel Proença, na viola, e Paulo Paz, no contrabaixo.

HONEYSOUND APRESENTA

0 comentários

FAST EDDIE NELSON EM PALCO

0 comentários

NOVO DISCO DE GNR

0 comentários


















Dia 23 de março chega às lojas o novo disco de originais dos GNR (Grupo Novo Rock), editado pelo novo selo independente da banda, IndieFada, distribuído pela Sony Music Portugal e com apoio do Montepio.

Caixa Negra resulta da mistura perfeita dos três membros da banda: Rui Reininho, Toli César Machado e Jorge Romão, que se encontraram em estúdio próprio - General Eléctrico – para gravar o disco com produção de Mário Barreiros.

O disco conta com 10 temas: 9 originais e uma nova versão do tema Desnorteado, originalmente editado no álbum Defeitos Especiais de 1984.

O tema Cadeira Eléctrica é o primeiro single retirado deste álbum que tem sido descrito como associado à sonoridade a que os GNR habituaram os portugueses com um twist de modernidade.

Aproveitando os versos do tema Caixa Negra, homónimo ao título do álbum, a banda atreve-se a descrever este novo desafio da seguinte forma:

Caixa Negra tem... uma nova série de temas GNR puro & duro, num tempo achado adequado que foi construído em estúdio próprio pelos três senhores do costume com especial incidência na distribuição desigual das funções e trabalhos.

Caixa Negra vem... numa altura que lhes convém, no sentido de incluir novas músicas num universo paralelo que conta quase com trinta e tantos anos terrestres de actividade musical.

Caixa Negra nem... precisou de muita gente ou apoio exterior: um excelente produtor (Mário Barreiros), um técnico dedicado (el Andrés), uma pincelada de violino, um único solo assumido, uma editora própria com apoio executivo (IndieFada), um jovem e talentoso casal (André e Inês) a cuidar da imagem e vídeo e um amigo fotógrafo (outro André).

Caixa negra traz... temas César Machado lá de casa, controlo sobre o som & mistura à la Romão e ideias vindas da gaveta do Reininho B. Trás trás, tudo feito à mão, a semear.

Caixa Negra vai... necessitar muito da Vossa atenção, carinho e disponibilidade. Agradece-se de antemão: não chega aos 40minutos como os vinis de antanho, é assim uma espécie de EP longo com um cheirinho a mini CD sem aroma a plástico.

'TSUNAMIZ DISPONIBILIZA VERSÕES DE ZECA AFONSO E LEONARD COHEN'

0 comentários



















Tsunamiz, o electro-rocker e one man band, oriundo da margem sul do Tejo, disponibilizou hoje para download gratuito, através da plataforma Soundcloud, duas versões: uma de Zeca Afonso, do tema 'Os Bravos' e outra de Leonard Cohen, do tema'Avalanche'. 


O artista, seguidor do D.I.Y. (Do It Yourself), referiu recentemente numa entrevista acerca dessas versões: 'apenas faço versões de temas que sinta a nível emocional e para os quais consiga imaginar uma transformação considerável'.
Tsunamiz lançou digitalmente o seu primeiro álbum 'Evil Live' dia 13 de janeiro deste ano e irá anunciar brevemente um conjunto de datas de concertos para a apresentação do mesmo.

https://www.facebook.com/tsunamizpt
https://twitter.com/TsunamizNBG
https://soundcloud.com/tsunamizpt
https://www.youtube.com/NewBirthGuerrilla

BIA AO VIVO

0 comentários














15 Março - FNAC COLOMBO - 17h00
22 Março - FNAC ALMADA - 17h00
04 Abril - FNAC SETUBAL - 17h00
11 Abril - FNAC VASCO DA GAMA - 17h00
18 Abril - FNAC OEIRAS - 17h00
18 Abril - FNAC ALFRAGIDE - 21h30
09 Maio - FNAC CASCAIS - 17h00

NA ZDB

0 comentários







Sábado, 7 de Março às 22h
The Act-Ups / Tracy Lee Summer
Entrada: 6€ | Bilhetes disponíveis na Flur e Tabacaria Martins | reservas@zedosbois.org

quarta-feira, março 04, 2015

PROGRAMA DE 04/03/15

0 comentários
1 - O Martim - Razão da distração
entrevista Martim Torres (O Martim)
2 - O Martim - Banho maria
3 - Savanna - The lab
4 - Alto! - Rua da picaria
5 - Batida - Luxo
6 - Batida - Alegria
entrevista Pedro Coquenão (Batida)
7 - Batida - Pobre e rico

THUNDER & CO. CONVIDAM

0 comentários

NOS MAUS HÁBITOS

0 comentários

NO SABOTAGE

0 comentários







05/03 – Quinta-Feira22:30 – Concertos
CACHUPA PSICADÉLICA + HOMBRES CON HAMBRE
Entrada: 5 Euros

06/03 – Sexta-Feira22:00 – Concertos
MISS TITAN + TIO REX + DAVIDE LOBÃO
Entrada: 5 Euros

07/03 – Sábado
22:30 – Concertos
MURDERING TRIPPING BLUES + BIG CHURCH OF FIRE
Entrada: 5 Euros

12/03 – Quinta-Feira
22:00 – Concertos
HANDGUNS OF THE DAMNED + STONE COLD LIPS

Entrada: 5 Euros

14/03 – Sábado
22:00 – Concertos
GO!ZILLA (ITA) + THE GLOCKENWISE + THE CITYZENS
Entrada: 6 Euros
20/03 – Sexta-Feira
22:30 – Concerto
CAPITÃO FANTASMA
Entrada: 10€

21/03 – Sábado
22:30 – Concertos
CINEMUERTE + THE BLACK WIZARDS
Entrada 5 Euros

24/03 – Terça-Feira
22:00 – Concertos
ISAAK + CONDE CHACAL
Entrada: 5 Euros

26/03 – Quinta-Feira
22:00 – Concertos
CÃO DA MORTE + VELHOS + TUDO É VAIDADE
Entrada: 5 Euros

27/03 – Sexta-Feira
22:30 – Concertos
THE MOONSHINERS (apresentação do novo álbum) + SERUSHIô
Entrada: 5€

28/03 – Sábado
22:30 – Concertos
LEMON LOVERS + ZANIBAR ALIENS
Entrada: 5 Euros

SOL DA CAPARICA

0 comentários







 O Sol da Caparica deu à Costa!
4 dias de Música, Animação e Surf estão a chegar a 13,14,15 e 16 de Agosto.

OS PRIMEIROS ARTISTAS DO SOL DA CAPARICA

Depois do sucesso de 2014 - com mais de 65 mil espectadores - a fasquia para a edição 2015 está alta. Xutos & Pontapés, Marcelo D2, Jorge Palma, Regula e Richie Campbell farão parte da maior embaixada da lusofonia a subir aos palcos deste Sol da Caparica!.

Estes são os primeiros nomes conhecidos da edição 2015 do Sol da Caparica, uma primeira amostra que garante variedade ao maior cartaz da lusofonia do próximo verão. Nos próximos dias 13, 14, 15 e 16 de Agosto, a Costa da Caparica voltará a receber o melhor da música portuguesa e do mais vasto universo da lusofonia . Rock, reggae ou hip hop serão algumas das coordenadas para o som que certamente fará vibrar os muitos milhares de pessoas que rumarem à Caparica.

Em 2014, a edição inaugural do Sol da Caparica revelou-se um tremendo sucesso: mais de três dezenas de artistas e Djs foram vistos por mais de 65 mil pessoas em quatro dias que ficaram para a história da música ao vivo em Portugal. A fasquia é, por isso mesmo, elevada para 2015.

CANDEIO LANÇAM SEGUNDO SINGLE

0 comentários










Slogan 2º single: “O passado, presente e futuro dos Candeio”

Nascidos em 2012, os Candeio assumem-se essencialmente como uma banda de música portuguesa que escreve canções. 

O álbum de estreia da banda, "A Máquina Do Tempo Somos Nós - Volume 1", será editado no início do mês de Março pela Music in my Soul. Um álbum intimista, suave e profundo que consegue percorrer uma grande variedade de estilos, embora o som da banda se insira numa matriz pop/rock. Cantado em português e repleto de poesia, será um desafio conseguir não cantar ao som dos Candeio!

O single de estreia, “És Nevoa”, é a prova de que os Candeio nos conseguem tocar com uma intimidade palpável. Este tema brinda-nos com uma sonoridade suave, mas também, incisiva e penetrante.

O segundo single, apresentado no passado dia 17, brinda-nos com uma sonoridade envolvente que nos transporta para a nostalgia dos sonhos do passado a serem conquistados no presente. “A Máquina do Tempo Somos Nós”, título do segundo single, saúda-nos com uma musicalidade típica do bom rock português. Não se deixe intimidar e deixe-se levar ao som destes melódicos acordes.

TOCHAPESTANA EM PALCO

0 comentários






www.tochapestana.com
https://www.facebook.com/tochapestana

6 MARÇO | PORTO | Passos Manuel
FESTA MODERNA Turbo-Tecno-Baile
a partir das 23h

7 MARÇO | BRAGA
TOCA. 23h
Inserido na 1ª edição do Flumenfest, onde também vão exibir 3 filmes de Gonçalo Tocha:
Balaou, Torres & Cometas e A Mãe e o Mar.
www.flumenfest.pt

NO SABOTAGE

0 comentários

SALTO EM ACTIVIDADE

0 comentários












Os SALTO regressam em 2015 com novidades e a tour “Mar Inteiro” que percorrerá o país entre Janeiro e Março.

O próximo concerto é a 7 de Março no Dunas Bar na Tocha às 01h00. A entrada é livre.

NO THEATRO CIRCO

0 comentários











Ciclo "Clube da Luluzinha: Menino não entra!" | Delikatessen Café Concerto


SEXTA, 06 MAR, 21h30, Sala Principal, M6

A carreira de Mísia marca a contemporaneidade do Fado.

O seu último álbum, «Delikatessen Café Concerto» (2013), conta com a participação especial de nomes como Adriana Calcanhotto, Iggy Pop, Dead Combo, The Legendary Tigerman, Melech Mechaya, entre outros.

Sobre o espectáculo, Mísia confessa: “A ideia e a vontade do repertório «Delikatessen Café Concerto» funciona como uma refeição mágica onde podemos encontrar (saborear) as canções que eu adoro, originárias de diferentes culturas, épocas ou géneros, mas que proporcionam sensações de uma essencialidade e de um «gosto» musical muito forte.”

Ao vivo a ementa é servida apenas com a voz de Mísia e o piano de Fabrizio Romano.

Duração prevista: 80 minutos

Ingressos a 15 € (Cartão Quadrilátero: 7,5 €) disponíveis aqui

FADO VADIO REVELA SINGLE

0 comentários



















Fado Violado revela ‘A Rosinha dos Limões’ single de apresentação do disco ‘A Jangada de Pedra’

Os Fado Violado, projeto musical português que cruza flamenco e fado, revelam single de apresentação do primeiro disco ‘A Jangada de Pedra’ intitulado ‘A Rosinha dos Limões’. O clássico do saudoso Max revisitado pelos Fado Violado com letra de Artur Ribeiro, com música de Maximiano de Sousa, a voz é da fadista Ana Pinhal e a guitarra é de Francisco Almeida. A produção ficou ao encargo de Daniel Silva português de Évora a residir em Barcelona há 8 anos, também guitarrista de flamenco. O tema já se encontra disponível nas várias plataformas de distribuição e venda digital. Partem da tradição viajando pela Península Ibérica recriando o Fado acrescentando-lhe a densidade do Flamenco mas sem nunca achar-se longe da branca, mágica, viajante mas melancólica Lisboa. Os Fado Violado nascem das mãos de Ana Pinhal e Francisco Almeida no ano de 2008, após uma primeira colaboração de longo termo nos extintos BoiteZuleika. Ambos do Porto, desde cedo partilharam o gosto pelas artes, particularmente pela música que acabou por ser o elo de ligação entre os dois. Ana Pinhal começou por se dedicar à bossa nova de forma amadora, até integrar em 2002 os coros de BoiteZuleika com a qual viria a gravar o seu primeiro disco “Éramos assim”. O desejo de aprender mais leva-a a frequentar aulas de formação musical e canto, gerando assim o primeiro contacto com o Cante Flamenco que viria a estudar já em Sevilha durante 3 anos na Fundación Cristina Heeren. Surpreendentemente é em Sevilha que o fado a conquista dando assim os primeiros passos naquilo que viriam a ser os Fado Violado com o qual já se apresentou ao vivo em Portugal, Espanha, França e Holanda. O companheiro de palcos é o talentoso Francisco Almeida que começa a sua aventura musical ainda adolescente. Integrou várias bandas de garagem na qual tocava baixo elétrico, cantava, escrevia e compunha mas é aos 20 anos que a música começa realmente a desenhar-se como opção profissional. Os BoiteZuleika faziam êxito com o “Cão muito mau” e os pedidos para concerto multiplicavam-se. Nessa altura, Francisco começa a ter aulas de guitarra jazz e faz um curso de aperfeiçoamento profissional para músicos. Já em 2006 tem o primeiro contacto com a guitarra flamenca realizando vários workshops e master classes, financiados pelo fundo de apoio cultural da GDA. Aos 27 anos ruma de novo a Sevilha onde fica a viver durante 3 anos para estudar guitarra flamenca na mesma instituição onde se encontrava Ana Pinhal. De momento ambos encontram-se em estúdio com músicos espanhóis a preparar o próximo trabalho de originais intitulado ‘A Jangada de Pedra’ que estará na estrada entre Abril e Maio.

A banda encontra-se encontra-se na reta final de uma campanha de crowdfunding para apoio à gravação d’ ‘A Jangada de Pedra’:http://ppl.com.pt/pt/prj/fado-violado.

terça-feira, março 03, 2015

FESTIVAL DE CORROIOS EM COIMBRA

0 comentários

ATR APRESENTA

0 comentários

PROGRAMA DE 03/03/15

0 comentários
1 - Gnomon - Traço
2 - Golden Slumbers - My love is drunk
3 - Nobody's Bizness - People i wish for
4 - Plaza - Real love
5 - O Martim - Razão da distração
6 - Batida - Pobre e rico
7 - Alto! - Velania
8 - Savanna - The lab
9 - Jimmy P - On fire
entrevista Jimmy P
10 - Jimmy P - Irmãos de voz
11 - Nerve - Água do bongo
12 - Capicua - Medusa (com Valete)


NA CASA DAS ARTES EM COIMBRA

0 comentários



















ERRO CRASSO convida GANDULAGEM
Curadoria Nuno Afonso (ZDB / Vice / Mescla Sonora)
No âmbito do ciclo de concertos na Casa das Artes Bissaya Barreto, em Coimbra, organizado pelo ERRO CRASSO, a curadoria da próxima sessão será entregue a GANDULAGEM (Nuno Afonso). Para além da sua actuação no fim da sessão, estarão igualmente presentes outros artistas por si convidados. Entre as 16h00 e as 21h20 de dia 7 de março, o espaço transforma-se numa incursão audiovisual mestiça. Concertos, dj sets e manipulação de imagem em tempo real são algumas das coordenadas do programa que coincidirá com o lançamento de uma nova mixtape.

16h30 » Falésia / concerto
17h00 » Projecção do filme documentário “Wild Combination: A Portrait of Arthur Russell”19h30 » JEJUNO / concerto
20:00 » GANDULAGEM / live act-dj set
Durante todo o evento: visuais a cargo de IVOIV

Sábado, 7 Mar, 16h
Bilhete: 5 Euros
Entrada livre para crianças menores de 6 anos.
O evento tem início à hora marcada.
Casa das Artes Bissaya Barreto – Avenida Sá da Bandeira, 83 – Coimbra
Reservas pelo email@condominiocriativo.pt e 239 090 515
Links
www.condominiocriativo.pt
www.errocrasso.com
www.soundcloud.com/falesia
www.arthurrussellmovie.com
www.soundcloud.com/jejuno
www.soundcloud.com/gandulagem
www.ivoiv.com

PRIMEIRAS NOVIDADES DOS BONS SONS

0 comentários







O Festival de Música Portuguesa regressa em 2015 nos dias 13, 14, 15 e 16 de Agosto.

 A qualidade da produção musical nacional vai novamente encher a aldeia de Cem Soldos e promover o encontro dos criadores com um público exigente e conhecedor.

Para quem não aguenta de curiosidade, o BONS SONS desvenda as primeiras bandas. Para quem quer garantir bilhete, já pode comprar o passe de 4 dias, com a vantagem de usufruir de descontos muito apetecíveis.
 
A IMAGEM DO BONS SONS’15

A mudança de ciclo pedia uma nova cara, uma imagem que espelhasse o crescimento do projecto e o seu novo paradigma. Este é O Festival de Música Portuguesa onde se pode ver e ouvir o que de melhor se faz hoje em Portugal. Deveria, por isso, ser uma imagem contemporânea mas onde estivesse reflectido o seu carácter festivo e o calor que se sente quando se Vive a Aldeia. Reforça-se a importância deste local, Cem Soldos, e dos seus habitantes, as pessoas que fizeram e fazem esta aldeia tão especial. É o que também iremos partilhar durante a campanha, através de imagens que recuperaram registos fotográficos de outros tempos
MÚSICA PARA OS TEUS OUVIDOS

O BONS SONS anuncia as primeiras confirmações e continua a celebrar a diversidade e vitalidade da música portuguesa. Os projectos musicais aqui apresentados revelam identidades distintas que se enquadram nas linhas programáticas dos 4 palcos principais.

TÓ TRIPS
NICE WEATHER FOR DUCKS
TRÊSPORCENTO
RETIMBRAR
 

CAPICUA COM NOVIDADES

0 comentários


















“Sereia Louca” faz precisamente um ano.

Um ano em que CAPICUA se confirmou como um dos maiores talentos da nova música portuguesa e uma das mais incontornáveis artistas da sua geração.

Os seus seguidores multiplicaram-se, o respeito da crítica e dos seus pares consolidou-se, e sucederam-se os concertos nos principais palcos e festivais do país.

Para celebrar tudo isto, chega “Medusa”, como um presente de aniversário.

Neste disco, verdadeiramente surpreendente, marcam presença alguns dos mais estimulantes projectos de Hip Hop e da actual música urbana de raiz electrónica.

Neste disco, verdadeiramente surpreendente, marcam presença alguns dos mais estimulantes projectos de Hip Hop e da actual música urbana de raiz electrónica.

Amigos e parceiros, que CAPICUA muito admira, convidados a manipular a sua voz e as suas palavras, usando-as em contextos absolutamente novos, na construção colectiva de um álbum de remisturas, que conta também com dois originais arrebatadores (um com Valete como convidado especial e outro com M7, a sua companheira de sempre, numa espécie de tríptico).

Sam the Kid, Virtus e D-One exploram a estética mais clássica do Hip Hop e do R&B. Octa Push, Roger Pléxico, Expeão, DJ Ridee Lewis M trilham caminhos mais futuristas, uns mais cósmicos e outros mais funcionais. DJ Marfox e Puto Anderson representam a mais fresca cena lisboeta, tão aclamada lá fora, do Afro-House pós-Kuduro, à mais moderna Tarraxinha. E White Haus,Stereossauro & Razat e Ninja Kore levam-nos para alguns dos territórios que dominam as pistas de dança actuais. Sempre com resultados surpreendentes.

Como um bom prenúncio, “Medusa” vem para festejar as conquistas do último ano, de olhos postos no tanto que ainda há para construir. E assim festejamos todos a carreira duma artista, com lugar garantido na história da música portuguesa, mas sobretudo no seu futuro.

Concertos de estreia da tour “Medusa”:

11 de Abril – Casa da Música (Sala 2) – Porto
16 de Abril – Lux – Lisboa

THE FISHTAILS APRESENTAM SEGUNDO SINGLE

0 comentários













Os The Fishtails vão apresentar já no próximo dia 6 de março o segundo single “Junkhead Blues”, retirado do EP digital intitulado “Around The Circle!”, editado pela Music In My Soul em dezembro de 2014.
“We are the mods!” é o lema dos The Fishtails, banda influenciada pelo movimento Mod Revival dos anos 70 e pelo Rhythm and Blues dos anos 60, mais propriamente o Maximum Rhythm & Blue.
Composto atualmente por Francisco Florentino na voz, Pedro Temporão no baixo, Alexandre Nascimento na bateria e Alexandre Vermelho na guitarra, o EP do grupo apresenta quatro temas vibrantes e claramente influenciados pelo Mod Revival e pelo Maximum Rhythm & Blue. O single de avanço para este EP, “Fight Fire With Fire”, é a prova viva dessas influências. Quanto ao segundo single, “Junkhead Blues”, mantém a coerência musical típica dos The Fishtails, prometendo superar as expectativas criadas.

A banda formou-se em Almada/Grande Lisboa no outono de 2011 e este é já o terceiro trabalho, depois de "Get Yourself Together" (2012) e "Modern Boys" (2013).Neste momento, os músicos encontram-se a preparar o concerto de apresentação com o novo guitarrista.

Até lá, podem fazer o download do EP digital nas seguintes plataformas:

Meo Music - http://music.meo.pt/album/around-the-circle-0JeNHrtfCfkGuQm1luasTg
iTunes - https://itunes.apple.com/us/album/around-the-circle-ep/id949484810
Amazon - http://www.amazon.com/Around-Circle-The-Fishtails/dp/B00R0QHSVG

segunda-feira, março 02, 2015

PROGRAMA DE 02/03/15

0 comentários
1 – Brass Wires Orchestra - Tears of liberty
2 – The Loafing Heros – Into the nothing
3 – Fil, The Captain – We are
4 – The Fellow Man – Here for you
5 – Nobody’s Bizness – Time waster
6 – Tio Rex – Judas (c/ Fast Eddie Nelson)
7 – Savanna – The lab
8 – Alto – Hlavaní nádrazí

9 – Tochapestana – Pratica a tua fé
10 – Capitães da Areia – Arco das portas do mar
11 – Linda Martini – Sempre que o amor me quiser
12 – Vitorino Voador – Venha ele
13 – Gessicatrip – Devaneio
14 – Meu Outro Tanto – Longe de nós
15 – Miura – Cerro os dentes
16 - Capitão Fausto - Litoral
17 - Vira Casaca - Betinhas de santarém

NO SALÃO BRAZIL

0 comentários




Sexta, 6 Março, 22h30
QUINTETO GONÇALO MOREIRA

Sábado, 7 Março, 22h00
FESTIVAL DE MÚSICA MODERNA DE CORROIOS
1ª sessão eliminatória
Rei Vadio + Roleta 37 + Margemsoul + banda convidada: d3o

Salão Brazil, espaço do Jazz ao Centro Clube
Largo do Poço, 3, Coimbra
Telf. 239 837 078
salaobrazil@gmail.com
SALÃO BRAZIL

LUÍS FERNANDO DE VOLTA

0 comentários



















Luis Fernando está de volta com os Amantes & Mortais , faz agora 25 anos que foi editado o disco duplo em vinil “Amantes E Mortais”. Há quem o considere um marco no Hard Rock em Portugal. Goste-se ou não, foi de facto um acto de coragem.

A banda está de volta aos palcos com a seguinte formação Luís Fernando (Guitarra),Christina Quest (Voz), Filipe Gonçalves (Bateria),Nuno Correia (Baixo),Rui Barreto (Teclas)
 
A banda vai tocar temas dos dois discos “Amantes E Mortais” e “O Realizador Está Louco”, 1996.
A 1º data é dia 7 Março na Republica da Musica | 21h30 , mais datas a serem anunciadas.

Entrada | 10 Amantes (Sorteio de Prémios Surpresa.)
Reservas | metalsalliance@gmail.com

Amantes & Mortais : https://www.facebook.com/pages/Amantes-Mortais/263373427168777?fref=ts
Hourswill : https://www.facebook.com/Hourswill?fref=ts

EM COIMBRA

0 comentários

KIKA SANTOS - "POWER IS ON YOUR MIND"

0 comentários

GNOMOM - "TRAÇO"

0 comentários

Savanna - “Dreams To Be Awake” (Nos Discos)

0 comentários


















O rock dos Savanna tem um gostoso cheiro a velho. Faz-nos recuar até aos finais dos anos 70 onde o progressivo e o psicadelismo imperavam. Influências assumidas pela banda, que apesar de tudo não fica estanque a um som que nos dias de hoje está cada vez mais na moda. Os Savanna não se esquecem de imprimir ás suas canções alguma modernidade.

Esta modernidade é conseguida essencialmente através de uma produção certeira que não usa em demasia os botões que a mesa de mistura lhe mete a disposição. Miguel Vilhena trabalha o som no limite de forma a não descaracterizar canções que buscam as suas influências num rock mais velho. E consegue que elas não ganhem bafio.
Este é um disco certeiro que nos cativa pela sua frontalidade. Assume ao que vem sem medo. Tem um passado no corpo e um futuro na alma. Tem laivos certeiros de algum experimentalismo. Tem canções que se prendem a nós. É um disco por inteiro, ou seja sem momentos maiores uns que os outros.
Tudo isto faz com que a urgência em o escutar seja grande. Atirem-se de cabeça e entrem num mundo em que as cores de alguma ficção cientifica imperam.Podem ter contacto com o disco em www.nosdiscos.pt

Nuno Ávila

DESTAQUES DA SEMANA

0 comentários
SANTO NO ALTAR

THE LAB - Savanna
(“Dreams To Be Awake”  Nos Discos)

Para ouvir todos os dias desta semana

DISCO RECORDAÇÃO

ALTO- Alto
(Lovers & Lollypops )

Para ouvir um tema diferente todos os dias desta semana

domingo, março 01, 2015

13 FADOS 09/2015

0 comentários
Três temas novos e sem alterações na frente da tabela 

Sairam:
SOUTHERN HYPE - Cave Story
MUDO E SURDO (ao vivo) - PAUS
SILLY - Volcano Skin

Aproximam-se
USELESS - Isaura
PICA DO 7 - António Zambujo
CUMBIA - Hply Nothing

13 (02) 16 GANHAR O DIA - Diabo na Cruz    
12 (13) 04 HOLD ON (TO LOVE) - Stereoassauro (com Helena Veludo)       
11 (04) 06 NOS DESENHOS ANIMADOS (NUNCA ACABA MAL) (ao vivo) - Os Azeitonas      
10 (10) 11 VAI ANDANDO SOBRE AS ÁGUAS - Nuno Prata     
09 (06) 03 AFG - Sensible Soccers       
08 (--) 01 ANDORINHA - Deau (com Expeão) 
07 (--) 01 I NEED YOUR LOVE - Mirror People   
06 (--) 01 LUXO - Batida 
05 (03) 03  ON FIRE - Jimmy P 
04 (08) 03 OS TAIS (AH YA) - Carlão   
03 (12) 02 GRINGO IN SÃO PAULO - Rita Braga 
02 (05) 04 RED DIAMOND - Best Youth      
01 (01) 07 THE LAST OF US - Moonspell
    
Os Moonspell na liderança pela segunda semana 

Entre todos os votantes temos dois premiados
JOÃO RIBEIRO
RITA MARTINS
que serão contactados para o email de onde enviaram as votações

Votem, enviando 5 temas de bandas/artistas diferentes 
para
santosdacasa(a)ruc.pt
e podem ganhar prémios
Nova tabela (10/2015) a 08MAR

ESTA SEMANA NO SANTOS DA CASA

0 comentários



















Entrevistas:

15.03.03 19h30 - JIMMY P
15.03.04 19h00 - O MARTIM
15.03.04 19h30 - BATIDA15.03.05 19h30 - NOBODY'S BIZZNESS
15.03.06 CEIRA ROCK FEST

Para ouvir nos 107.9fm da Rádio Universidade de Coimbra ou em emissao.ruc.fm

sábado, fevereiro 28, 2015

PROGRAMA DE 28/02/15

0 comentários
1 - Los Mokes - Slippery transition (c/ Pedro Calhau)
2 - Les Crazy Coconuts - Belong
3 - The Walks - Backfire
4 - Thee Magnetics - Going out
5 - Thee Eviltones - Evil son
6 - The Jack Shits - Bring it home
7 - Deau - Andorinha (c/ Expeão)
8 - Expeão - Sente o impacto

9 - Quarto C - Um sitio para ficar
10 - Bruno Pato - Um velho idiota
11 - Nuno Prata - Andando sobre as águas
12 - Um Corpo Estranho - Corpo estranho
13 - Prana - A valsa do cúpido, esse sacana
14 - Elias - Cientista profissional
15 - Flávio Torres - Feliz é o louco
16 - Macaco Egoísta - Respirar

sexta-feira, fevereiro 27, 2015

PROGRAMA DE 27/02/15

0 comentários
1 - The Sunflowers - Mama Kim
entrevista Carlos de Jesus (The Sunflowers)
2 - The Sunflowers - I saw a ghost
3 - Deau - Andorinha (com Expeão)
4 - Expeão - A história, a luta ... (com Mundo e Marta Ren)
5 - Ana Cláudia - João e o pé de feijão
6 - Os Eléctricos - Equivalência a ti
7 - Real Combo Lisbonense - Saudades de você
8 - B Fachada - Crus
9 - The Legendary Tigerman - Love ride
10 - Savanna - The lab
11 - Vespa - Terra
12 - Desidério Lázaro - Subtractive colors (com Carolina Varela)

EM ALCOBAÇA

0 comentários

HOMENAGEM A JOÂO CAPELA

0 comentários



















“Kaüzpellaplatz II” é o segundo volume de uma compilação que visa homenagear João Capela, músico, artista, escritor, activista, terapeuta do ruído e amigo que nos deixou em Fevereiro de 2014 e que tocou a alma e o coração de todos os que com ele conviveram (mesmo que apenas em fugazes encontros ocasionais), deixando um vácuo na comunidade musical, artística e activista nacional e internacional.

Depois de um primeiro volume com temas de bandas e músicos portugueses, este segundo volume junta diversos projectos internacionais que em colaboração com a Associação Terapêutica do Ruído (ATR), promotora musical portuguesa underground à qual João Capela também pertencia, se uniram para honrar a sua memória e angariar fundos de modo a garantir a edição de uma colecção de escritos da sua autoria.

A compilação, cujo artwork é mais uma vez da autoria do José Smith Vargas, já está disponível para escuta livre e download pago através do bandcamp da ATR, sendo que todos os fundos garantidos serão canalizados para a edição do livro com os seus textos.

O SEGUNDO DISCO DE PEIXE

0 comentários
A desagregação de um conjunto leva inevitavelmente a um tipo de centrifugação estilhaçante, onde os fragmentos são um produto da irradiação de uma sinergia anterior agregadora de uma totalidade homogénea. Isto acontece freneticamente no mundo da música quando partes decidem pôr termo a um corpo, formando novos corpos à parte.


O caminho de Peixe, um dos mais notáveis guitarristas portugueses da actualidade, é assimum caminho de deriva e diáspora, próprio de artistas em nome próprio que se vão afastando da carruagem do conjunto. Para trás, e para lá dos já míticos Ornatos Violeta, Peixe deixa colaborações com os Pluto, Zelig, DEP e a Orquestra de Guitarras e Baixos Eléctricos.

Essa empresa unipessoal começou o seu percurso com Apneia (2012), o seu primeiro álbum a solo e imerecidamente votado a uma certa apneia crítica. Um título apto para quem responde pelo nom de plume de Peixe, apontando para uma suspensão de fôlego metálica a partir de uma técnica de nylon, deixava entrever uma matriz clássica numa entrega paisagisticamente ácida. Esta via totalmente instrumental estende-se agora a Motor, o sucessor ou retomador da linha de continuidade acústica adivinhada no seu primeiro esforço.

Com Motor, e apesar da relativa surpresa do nome, convocando desde logo um certo temor pela motosserra musical onde o virtuosismo se agrilhoa na monotonia motorizada das capacidades espúrias do seu executante e aliena integralmente o seu escutador, Peixe nada aparentemente não tanto em rodas dentadas ou pistões de virtuosismo, mas, e não obstante ser um virtuoso, em máquinas orgânicas mais ambientais, diria blocos de corais embebidos em líquido amniótico. A sua identidade é ambiental. O problema com este tipo de qualificação é a sua temível relação com elevadores e outros espaços de espera e de suspensão de tempo não propriamente apreciados por músicos de assinatura. Motor, apesar de prolongar a apneia através da contínua suspensão da respiração por via da prótese da guitarra, e desse ponto de vista levar a uma respiração motorizada, não se reduz a uma agregação de sons mais ou menos inteligentes para preencher espaços, nem tampouco de um passatempo egotista de um virtuoso. É antes um tempo para habitar um espaço. A sua audição repetida convoca, aliás, o princípio do prazer que só a repetição oferece sem a sensação de dèjá-écouté, apesar de várias faixas repetirem internamente esse equilíbrio de prazer através da reiteração de frases. Este mosaico constitui um tipo de Aranjuez da lezíria, onde uma fulgurante espacialidade se alia à minúcia da nota certa, como se Peixe fosse uma espécie de recolector de cerejas na guitarra. Sem procurar impor-se ao escutador, Motor, longe do ruído monotonal da máquina, é à uma recém-conhecido, amigo do utilizador e companheiro de alma. Aliás, o carácter contrastivo do seu título com a slow-food que nos é servida é também visível na capa do disco (como se Paula Rego tivesse pintado Os Comedores de Batatas).

A dificuldade em alijar a mera pirotecnia da execução, a qual, por mais respeitável que seja enquanto actividade de ginasta, deixa poucos espaços para serem preenchidos pelo escutador, em nome da composição e da beleza harmónica do conjunto, é um atributo dos melhores. A improvisação aliada à repetição de blocos estruturantes faz de Motor um disco fundamentalmente coeso, em que a guitarra, à uma melíflua e precisa, sugere, no seu dedilhar de grandes espaços, uma decantação vibrátil de regato percutindo um travelling de arpejos e visitando lugares de excepção, entre os quais “lamento imenso” ou “improvisação #22”, apesar de aqui e ali desertar uma certa hipnose do conjunto em favor da inclusão da resonator e da flauta transversal que convocam a polivalência de composição de Peixe, especificamente na escrita para teatro.

No mapa português tem sido tão admirável quanto surpreendente uma certa garimpagem recente no domínio da guitarra acústica. Há repentinamente um punhado de nomes que desafiando a rarefeita tradição acústica portuguesa (excepção feita, evidentemente, à guitarra portuguesa) tem desenhado um percurso admirável de técnica e inovação. Se quisermos dedicar-nos ao exercício de arranjar uma mancheia de guitarristas de assinatura, não é possível excluirmos Peixe deste lote que não é nenhum cardume. E Motor é certamente um disco que não pode permanecer em apneia auditiva.

Daniel Jonas

EMBAIXADOR - "OS DEDOS E OS ANÉIS"

0 comentários

AFONSO PAIS COM NOVO DISCO

0 comentários
AFONSO PAIS EDITA “TERRA CONCRETA”
Afonso Pais, duos com: Albert Sanz, Luísa Sobral, Beatriz Nunes, Joana Espadinha, Rita Martins, João Firmino

Terra Concreta nasceu da ideia de levar a música de volta à sua primeira origem, a natureza.  Este é um projecto de Duos, no qual a música foi criada tendo o meio natural como veículo de inspiração e influência. Este regresso às origens implicou o inevitável abandono dos espaços fechados e lugares comuns de gravação. Fora do estúdio ou da habitual sala de espectáculo, cada uma das composições foi registada nas zonas mais remotas dos nossos Parques Naturais, e também na ilha do Bornéu (Vale do Danum), onde a floresta intocada é a mais fértil na paisagem sonora que apresenta. Feito sem geradores, só com instrumentos acústicos e com a textura irrepetível dos sons naturais como mote, o registo em disco representa cerca de um ano de incursões no campo, resultando na selecção de temas que melhor representa o momento espontâneo e consequente do meio-envolvente.

Na raiz deste projecto está a ideia de um reencontro com um momento há muito perdido, o instante em que a criação musical se torna consequente e indissociada de um meio envolvente específico que é para nós atávico: o natural.

Na procura dos locais mais remotos, simultaneamente em termos de preservação natural e maior proliferação de vida selvagem, a importância da natureza revela-se essencial nos vários passos de metamorfose do processo criativo: na transição de ideia abstrata para conceito musical, de esboço de canção a arranjo final da mesma, e finalmente, da música já escrita à sua gravação ao vivo e no meio natural, sem edições, concreta.

A escolha da "gravação ideal" de cada peça apresentada, tem como imperativo a máximasimbiose música / momento e local naturais, propondo ilustrar sonoramente o momento natural, irrepetível.As versões constantes no trabalho discográfico reflectem o carácter tempestivo e clara integração musicais, patentes nas interpretações, improvisos, paisagens sonoras, e, ocasionalmente, nas interacções entre avifauna e músicos.

O resultado é absolutamente original, um documento sincero de gratidão para com quem antesde mim pôde usufruir da inesgotável inspiração que dela podemos extrair, e com generosidade heróica quis a ela dever a determinação de viabilizar a inspiração de futuros pelo seu usufruto, preservando-a.

Terra Concreta, ponto simultâneo de partida e chegada, sempre, mas nunca de passagem.

Afonso Pais

D'ALVA APRESENTA NOVO VIDEO

0 comentários













#LLS - Livre, Leve e Solto: "O SW∀G de um Black, que faz o que ninguém consegue sem nunca perder o controle". Assim é o mote do novo single dos D'Alva que em 2015 recebe um retratamento ou seja uma nova versão acompanhada de videoclip.

A banda de Alex D'Alva Teixeira e Ben Monteiro mergulha de cabeça na internet, nada nas hashtags, e diverte-se no universo visual do Instagramer e Designer Wandson Lisboa, numa colaboração entre ambos que no fundo só a internet faria nascer. Wandson foi este mês considerado o 4º Instagramer mais criativo a seguir, pelo Huffington Post.

A realização fica a cargo de Angie Silva que não só fundiu, como expandiu para o ecrã estes dois universos que são D'Alva e a persona que é Wandson, num vídeo que esteticamente é no mínimo do mais doce "eye candy" graças ao trabalho de William Sossai (Director de Fotografia) numa produção da BRO dos irmãos Mário e Pedro Patrocínio. 

Em #LLS os D'Alva continuam seriamente a divertirem-se ou a divertirem-se seriamente.

Ficha Técnica

Produtora: BRO
Produtor Executivo: Mário Patrocinio
Diretora de Produção: Delfina Marques
Realizador: Ângelo Silva
Diretor de Fotografia: William Sossai
Cam. Assist: Tomás Raposo
Grip: Henrique Monteiro
Gaffer: João Silva
Pós-Produção: PUSH VFX
Make up / Wardrobe: Lívia Oliveira
Stylist: Daniela Duarte
Filmado na Fábrica 22

BATIDAS GORDAS NO CAPARICA PRIMAVERA SURF FEST

0 comentários










Agir, Dj Ride, Dj Overule e DJ Glue garantem dose generosa de batidas gordas - hip hop, novo R&B, dubstep e demais derivados - na edição inaugural do Caparica Primavera Surf Fest que decorre entre 26 de Março e 4 de Abril e onde estão envolvidos cerca de 20 djs e uma dezena de bandas.

Agir, que acaba de apresentar o single "Tempo é dinheiro", avanço para o tão esperado álbum #Levameaserio, move-se entre o hip hop, R&B e novas linguagens como o trap e é um dos mais aplaudidos artistas da nova geração, estatuto conquistado graças ao material do ep Alma Gémea e da mixtape #agiriscoming e de diversas colaborações com artistas consagrados deste meio. Este espectáculo promete agitar as águas e afirmar o nome de Agir.

DJ Ride dispensa, claro, apresentações. Campeão de scratch com títulos internacionais, DJ Ride possui uma sólida carreira a solo e encontra-se actualmente a preparar novo álbum, sucessor do aclamado Life in Loops. Entretanto, a faceta de produtor de Ride tem evoluído em paralelo com o seu cada vez mais afirmado perfil de dj graças a trabalho realizado para artistas como Jimmy P ou Capicua. Atrás dos pratos, Ride é um dos mais vigorosos nomes desta cultura e portanto espera-se festa grossa no Caparica Primavera Surf Fest.

Mr Superstar é o título de um dos mais recentes trabalhos de DJ Overule, título apropriado para um dos mais incansáveis djs nacionais, um artista que construiu nome a pulso com uma agenda intensa de apresentações em clubes de todo o país. E como está sempre um passo à frente, Rule acaba de largar um bootleg que o cruza com Major Lazer, mais uma bomba para largar sobre as multidões que o seguem.

Finalmente, cereja em cima do bolo hip hop do Caparica Surf Fest, há DJ Glue para uma vez mais dar batidas gordas à multidão. Glue tem no currículo a ligação íntima a um dos maiores nomes que esta cultura já gerou, os Da Weasel, e experiência generosa em cabines de djs, incluindo a sua já mítica residência no Lux. Adivinha-se por isso mesmo intensidade máxima na sua apresentação.

Norton - Salão Brazil (Coimbra) - 26/02/15

0 comentários













A pop invadiu o Salão Brazil.
Pop de contornos mais dançáveis.
Os Norton mereciam mais público.
A pouca gente que estava na sala mereceu os Norton, que se entregaram de corpo e alma.
Em revista os dois últimos discos.
Ao fim de 12 anos de vida, os Nortan  continuam a teimar em fazer boas canções.
Esta noite provaram  que sabem escrever canções simples, de bonitos arranjos, que nos florescem a alma. 
E apesar  do corpo ainda continuar a dançar, é tempo  agora de repousar e levar para o sonho muitas cores pop.














Texto & Fotos Nuno Ávila

TOMBA LOBOS EDITA DISCO

0 comentários




















Tomba Lobos — Adeus
GR_34

"Tomba Lobos é o pseudónimo de José Cardoso, artista que tem vindo a construir o que eu considero ser uma das carreiras mais interessantes em Portugal não só nos campos da ilustração e design, mas também no campo da música. Juntamente com Leonel Sousa, é um dos fundadores da Gentle-Records, editora que obviamente acolhe o seu primeiro longa duração: “Adeus” que é do que devo falar neste momento. O primeiro álbum a solo de José Cardoso, vai beber à pop, tão solarenga quanto melancólica do seu primeiro single “Júlio Verne” assim como às texturas de “FANNY EP”. Nunca abandonando o aconchego ronfônho do LO-FI, por vezes encontramos canções completamente despidas, somente à guitarra e voz em falsete, embebidas em reverbs e ecos, por vezes encontramo-las frenéticas, guiadas por percussões sintetizadas, cheias de fuzz e distorção, outras vezes nem umas nem outras, encontramos belos exemplos de POP ASSOMBRADO. Mas todas elas são qualquer coisa que me faz qualquer coisa. Talvez seja pela honestidade do zé, talvez seja pelas letras se prenderem muitas vezes a coisas muito próprias de alguém que vive agora. Sejam elas memórias, desejos, sejam elas desabafos sobre a vida neste momento, sobre as “Mensagens do Facebook” ou simplesmente sobre algumas manias que andam a afectar a cabacinha do pessoal, como essa parvoíce de tudo ser empreendedorismo. Há ainda umas coisas que eu não percebo e ainda bem, porque fica a minha ideia, e para mim isso é muito do que importa na música. Convido-vos a ouvir também o disco e ficarem com a vossa ideia."

João Sarnadas sobre o album “Adeus” de Tomba Lobos.

Download gratuito em gentlerecords.com
Mais informação em tombalobos.bandcamp
E ainda mais informação em gentle-records.bandcamp
E AINDA mais informação no facebook da Gentle Records

quinta-feira, fevereiro 26, 2015

PROGRAMA DE 26/02/15

0 comentários
1 - Cityspark - Sun will shine
2 - Isaura - Useless
3 - Mimicat - Savior
4 - Golden Slumbers - Fading away
5 - The Ramblers - Blues nest
6 - The Stonewolf Band - Texas
7 - The Legendary Tigerman - Rainy nights
8 - Expeão - Noites frias
9 - Deau - Andorinha (com Expeão)  
10 - Norton - Drifting ballet
entrevista Manuel Simões e Pedro Afonso (Norton) 
11 - Norton - Hours & days


O JAZZ-ROCK DE GILENO SANTANA

0 comentários




















Novo álbum “METAMORPHOSIS”
Calígola Records

Concerto de apresentação
28 de Março - 18h20
13ª Festa do Jazz do Teatro de S. Luiz
Teatro Estúdio Mário Viegas



Muitos conhecem Gileno Santana como lead trompetist da Orquestra Jazz de Matosinhos.

Muitos conhecem Gileno Santana como um dos responsáveis pelos brilhantes arranjos de metais de trabalhos de nomes como Pedro Abrunhosa, Expensive Soul, entre tantos outros.

Gileno Santana é, em suma, um dos melhores compositores e trompetistas da actualidade.

Com apenas 26 anos, este brasileiro radicado em Portugal, prepara-se agora para dar o grande passo na sua carreira em nome próprio.

“Metamorphosis” é o álbum intimista onde não só mostra todo o seu virtuosismo como músico e intérprete Jazz, como demonstra uma sensibilidade e criatividade desconcertantemente pop como compositor.

Pop Rock Jazz ou Jazz Pop Rock? “Metamorphosis” é o conjunto de temas que mostra um artista seguro da sua identidade e à vontade no seu estilo inconformado.

"I'm Not Miles" é o single de avanço, tema que presta homenagem ao grande Miles Davis e no qualGileno Santana nos leva numa viagem irresistível que, ora nos faz acelerar ora nos faz abrandar, sem nunca distrair os nossos sentidos do seu sopro inconfundível.

O concerto de apresentação vai ter lugar no âmbito da 13ª Festa do Jazz do Teatro S. Luiz.  Dia 28 de Março, às 18h20, no Teatro Estúdio Mário Viegas, Gileno Santana apresenta, pela primeira vez, "Metamorphosis" na companhia de Miguel Moreira (guitarra), Joaquim Rodrigues (teclas), José Carlos Barbosa (baixo) e Mário Costa (bateria).

CONVERSA EXPLORATÓRIA DE MÚSICA TRADICIONAL

0 comentários








O ponto de partida é a importância das recolhas, passa pela ruptura que se dá com o 25 de Abril, os grupos de referência e as novas abordagens à música tradicional com instrumentos de outras culturas e fusões.

Duas gerações de músicos, um exímio conhecedor das músicas do mundo e um jornalista contam as estórias da história da música tradicional portuguesa a anteceder o Ciclo Exploratório de Música Tradicional que se realiza nos dias 31 de Março e 1 de Abril no Teatro São Luiz.

UHF COM A REVISTA BLITZ

0 comentários



















O CD oferta da revista Blitz deste mês de Março celebra os UHF e os 35 anos dos “Cavalos de Corrida”, génese do rock português, configurado em duas versões: a maqueta original de 1980, que levaria o grupo até ao Valentim de Carvalho, e uma gravação ao vivo captada na Aula Magna em 2008, com Renato Gomes, autor da música, como convidado.

São dez pérolas do arquivo dos UHF. O filão começa em 1979 e termina em 2014. Inclui um original, “Um MMS Teu”, que fecha o disco “Uma História Secreta Dos UHF” – a pele e a alma do grupo sob múltiplas formas que os fãs e coleccionadores apreciam.

Nas bancas a partir de amanhã.

MÍSIA AO VIVO

0 comentários

EM SESIMBRA

0 comentários

quarta-feira, fevereiro 25, 2015

PROGRAMA DE 25/02/15

0 comentários
1 – João Martins – Brigas, nunca mais
2 – Joana Gama e Luís Fernandes – Night drive
3 - João Lobo e Norberto Lobo – Magri
4 – Grutera – Esperaste
5 – Lisboa String Trio – Fado ao lado
6 – Ricardo Dias Ensemble – Sede e morte
7 – Expeão – Guerra dos anjos
8 – Deau – Andorinha (c/ Expeão)
9 – Peeeedro – Samsara
10 – Jos D’Almeida – Bland of maori
11 – Sensible Soccers – AFG

ARTIGO 21 APRESENTAM DISCO

0 comentários



















Os Artigo 21 apresentam o seu disco de estreia no próximo Sábado, 28 de Fevereiro, no Sabotage Club, no Cais do Sodré, em Lisboa.

Gravado e misturado por Miguel "Vegeta" Marques no Generator Studios e masterizado por Miguel Carvalho (D'Alma Produções), o disco de estreia dos Artigo 21 tem melodia, agressividade q.b., letras conscientes e inteligentes, velocidade, criatividade, honestidade, intensidade e refrões fortes e contagiantes. Tudo o que é necessário numa banda Punk-Rock para cativar e "agarrar" o público, os Artigo 21 oferecem.


As bandas convidadas para abrilhantar a festa são os About Time (com membros de Piss!!, FxPxMx, Groove Mood e X-Katedra) e os jovens Rés-do-Chão.

Ao palco irão subir alguns convidados ao longo da noite, entre eles Chalé (Twelve 2 Go), Covas Frazão (ViraLata, SickSin, Re-Censurados) e João "Punker" Alves (Decreto 77).

As portas do Sabotage Club abrem às 22h00 e a entrada vale 8€ com oferta do disco de estreia dos Artigo 21.

www.facebook.com/artigo21punk
www.facebook.com/sabotagerockclub
www.facebook.com/bandaresdochao


 
Copyright © Santos da Casa | Radio Universidade de Coimbra | 107.9 FM (Portugal Central) | Emissão Online/Online Broadcast