sábado, Outubro 25, 2014

NOITE DOS MORTOS VIVOS EM SESIMBRA

0 comentários

RESISTENCE FEST

0 comentários

sexta-feira, Outubro 24, 2014

PROGRAMA DE 24/10/14

0 comentários
1 - António Zambujo - Pica do 7
2 - O Martim - Razão da distração (com Cut Slack)
3 - Marvel Lima - Mi vida
4 - Corona - Já não és o meu dealer (com Kron Silva)
5 - Sérgio Godinho - Liberdade
6 - Diabo na Cruz - Ganhar o dia
7 - Pedro e os Lobos - Volta a morte ( com João Rui)
8 - Azevedo Silva - Idiotas
9 - So.ma - Colosso
10 - Moe's Implosion - Savage
11 - Murdering Tripping Blues - Stumblin' blues
12 - Keep Razors Sharp - Sure thing
13 - Stereossauro - Serrotes e guilhotinas (com Xeg)
14 - Expeão - Pirâmides do bairro

NO CINE-TEATRO DE ESTARREJA

0 comentários









A voz robusta de Ricardo Ribeiro vai preencher o auditório do Cine-Teatro de Estarreja. O fadista regressa ao espaço cultural no próximo dia 1 de novembro, para apresentar o segundo trabalho discográfico: “Largo da Memória”.

Os bilhetes para o concerto no Cine-Teatro de Estarreja, dia 1 de novembro, às 21h30, encontram-se à venda na Bilheteira local, nosite da Bilheteira Onlinee nas lojas Fnac, CTT e El Corte Inglés. Descontos com Cartão Amigo, Cartão Sénior Municipal e Cartão Jovem Municipal.

THE CASINO ROYALE COM NOVO REGISTO

0 comentários


















“Life is waiting for you” é o terceiro álbum de uma das mais reconhecidas bandas nacionais, além-fronteiras - “The Casino Royal”.
 
Imagine-se nos jardins de um qualquer casino no mundo, em plena noite quente de Verão, onde a luz da lua e do jogo se misturam… um personagem num guião semelhante ao de um dos vários filmes de James Bond… ao fundo, ouve-se uma orquestra e o groove de sons combinados, com uma clara e extraordinária voz feminina… irreverente, sexy ou melancólica a verdade é que se sente transportado para Hollywood nos anos 50s e 60s. Essa requintada e perfeita banda sonora tem um nome – “The Casino Royal”.
 
A música de "The Casino Royal", é uma mistura de fado, ritmos electrónicos e humores, servidos “à la James Bond”.
 
“Life is waiting for you” o primeiro single deste álbum, começa com um riff de piano. A convidada especial é Sílvia Rizzo, à qual se junta o Coimbra Gospel Choir no refrão, enfatizando o caracter festivo de um tema cuja missão é a celebração da vida!! A bridge enfatiza o lado mais cinematográfico e faz a ponte com a matriz dos TCR - Spy Sound à lá John Barry…
 
Segue-se “My Guys You And I” com o seu refrão onde os ditongos Bum Bum Bum... nos remetem para os balões de banda desenhada quando alguma personagem resolve usar uma pistola…
 
A banda composta por Pedro Janela (composição, produção, teclado), Mafalda Portela (voz), Mauro Ribeiro (guitarra),Ricardo Ribeiro (percussão) e Miguel Duarte (baixo), é influenciada fortemente pelo " Easy-Listening .
 

O MARTIM COM NOVO SINGLE

0 comentários
















 
«Razão da Distração» é o novo "single" de O Martim, confessionário-pop de Martim Torres. Conta com a participação e produção de Fred Campos Costa (também na foto), aka Cut Slack, e com a já habitual presença de David Pires na bateria.
 
Trata-se de um tema de avanço de «Horas para gastar Vol. I», segundo disco de longa duração de O Martim, com lançamento agendado para Janeiro de 2015. Este disco, que contará com diversos convidados especiais, para além dos anteriores mencionados, sucederá ao disco de estreia, «em banho Maria» (Azáfama, 2013).

ENOUGH RECORDS APRESENTA

0 comentários

















Album de 8bits pelas mãos do projecto Português Azureflux. Grafismo por iloveu.

http://www.archive.org/details/enrmp360_azureflux_-_piko_piko_stereo
http://freemusicarchive.org/music/Azureflux/Piko_Piko_Stereo/
https://soundcloud.com/azureflux/sets/piko-piko-stereo
https://azuresound.bandcamp.com/album/piko-piko-stereo
http://www.iloveui.com
http://enoughrecords.scene.org

VITORINO NA WOMEX 2014

0 comentários









O cantor Vitorino apresenta uma conferência subordinada ao tema “A Canção como uma arma na Revolução Portuguesa de 1974”, na WOMEX 2014, a maior feira mundial de Música do Mundo.
 
Vitorino é o primeiro artista português a conferenciar neste importante certame que, este ano se realiza em Santiago de Compustela.
 
A conferência acontecerá já amanhã sexta feira, dia 24 de Outubro, às 12h00, na Cidade da Cultura, em Santiago de Compustela, onde Vitorino tem agendadas entrevistas com vários órgãos de comunicação internacionais.
 

quinta-feira, Outubro 23, 2014

PROGRAMA DE 23/10/14

0 comentários
1 – Mário Laginha Novo Trio – Dança
2 – Lisboa String Trio – Fado ao lado
3 – Ricardo Dias Ensemble – Sede e morte
4 - Mano Quarteto – O que vai cá dentro
5 – Filho da Mãe – Não te mexas
6 – Grutera – Choraste por não sentir
7 – So.ma – Mr Miyagi
8 – Azevedo Silva -  Idiotas
9 – Bruno Pernadas – Huzoor
10 – Juba – Bloodvessels
11 – You Ca’t Win, Charlie Brown – After december
12 – Exploding Cities – The strangeness of his mind
13 - Rosemary Baby – Pressure on

BLIND CHARGE - "THE BUZZER"

0 comentários

RESISTÊNCIA COM NOVO DISCO

0 comentários














Após vinte e dois anos de intervalo, os Resistência apresentam um novo álbum de canções resgatadas ao tempo e às obras de outros grupos: a importância das palavras e das guitarras no som de uma orquestra acústica de onze músicos.
 
As canções

1 - Vai Sem Medo (do álbum «A Nova Aurora», de Madredeus e A Banda Cósmica, 2009) – cantado por Tim.
2 - Cidade Fantasma (do álbum «O Elevador da Glória», dos Rádio Macau, 1987) – cantado por Miguel Ângelo.
3 - Ser Maior (do álbum «Ser Maior, Uma História Natural», dos Delfins, 1993) – cantado por Olavo Bilac.
4 - Deitar a Perder (do álbum «XIII», dos Xutos e Pontapés», 2001) – cantado por Fernando Cunha.
5 - Balada do Bloqueio (do álbum «Delfins», dos Delfins, 2007) – cantado por Tim.
6 - Perfeito Vazio (do álbum «Xutos e Pontapés», dos Xutos e Pontapés, 2009) – cantado por Pedro Ayres Magalhães.
7 - Melhor Amigo (do álbum «Companheiros de Aventura», de Tim, 2010) – cantado por Tim.
8 - Baloiçando nas Estrelas (do álbum «A Nova Aurora», de Madredeus e A Banda Cósmica, 2009) – cantado por Tim, Olavo Bilac e Miguel Ângelo.
9 - Estrela da Vida (do álbum «Ser Maior, Uma História Natural», dos Delfins, 1993) – cantado por Tim.
10 - Cantiga de Amor (do álbum «8», dos Rádio Macau, 2008) – cantado por Olavo Bilac.
11 - Gota a Gota (do álbum «Mundo ao Contrário», dos Xutos e Pontapés, 2004) – cantado por Miguel Ângelo.
 
O contexto

1. Foi tudo muito rápido.

Em Junho de 1990, Pedro Ayres Magalhães apresentara na Feira do Livro de Lisboa um recital intitulado «Resistência – As Primeiras Páginas (Canções Ilustradas)», em que a primazia era dada aos poemas, musicados, e interpretados por três cantoras. Em Outubro de 1991, Miguel Ângelo e Fernando Cunha participam num concerto atípico, e convidam Pedro Ayres e Tim para os acompanharem; sob a designação de All-Stars interpretam versões acústicas de canções das suas bandas: os Delfins, os Heróis do Mar, os Xutos e Pontapés. Ficam agradavelmente surpreendidos com o resultado, e decidem adoptar o nome que Pedro criara anteriormente. O projecto desperta igualmente o entusiasmo de António Cunha responsável pela recém-criada agência União Lisboa. No início de Novembro de 1991 já estão a gravar os primeiros temas no Êxito Estúdio, em Lisboa, acompanhados pelo núcleo do grupo Ficções, de Rui Luís Pereira: o próprio Rui («Dudas») na guitarra, Yuri Daniel no baixo e Alexandre Frazão na bateria. Yuri gravará somente dois temas, sendo depois substituído por Fernando Júdice (ex-Trovante); e a entrada do guitarrista Fredo Mergner e do cantor Olavo Bilac completam o elenco inicial do grupo, que se apresentou ao vivo pela primeira vez no Teatro São Luiz, em Lisboa, a 29 e 30 de Novembro. O álbum «Palavras ao Vento» foi publicado no início de Dezembro e tornou-se um enorme sucesso nesse Natal. Desde os primeiros meses de 1992 acumularam uma enorme agenda de concertos – e esse foi um ano de tumultuosa digressão, ao longo da qual foram testando novo repertório. Entre Agosto e Outubro de 1992 (e já com a presença do percussionista José Salgueiro) gravaram nos Estúdios Valentim de Carvalho, em Paço de Arcos, o segundo álbum,«Mano a Mano» – que a 4 de Dezembro foi apresentado ao vivo triunfalmente perante oito mil pessoas no célebre concerto efectuado num armazém do Porto de Lisboa, cujo registo sonoro constitui o terceiro e último álbum dos Resistência:«Ao Vivo no Armazém 22».

2. Foi tudo muito breve.

A digressão ainda se prolongou por 1993, já com a inclusão do guitarrista Mário Delgado, e teve momentos memoráveis – como a participação no Festival Portugal ao Vivo, a 26 de Junho de 1993 – e incursões internacionais. O grupo ainda participou em duas compilações publicadas nos primeiros meses de 1994,«Variações: As Canções de António» e «Filhos da Madrugada Cantam José Afonso». Mas, como era inevitável, esta improvável junção de músicos voltou a cindir-se nas suas diferentes carreiras e projectos. Durou pouco mais de dois anos a fulgurante vida do super-grupo que deu novo alento às canções do nosso folclore urbano com um espantoso trabalho instrumental e um esmero na importância atribuída à palavra, ao tom, à dicção, à prosódia.

3. Reencontro

No outono de 2012 houve um reagrupamento, e a grata surpresa de se verificar que todos continuavam a cantar e a tocar, porventura até melhor – incorporando agora também os guitarristas Mário Delgado e Pedro Jóia. O motivo imediato desses ensaios era um concerto marcado para 19 de Dezembro no Campo Pequeno, em Lisboa. Mas a esse logo se seguiu um outro, dez dias mais tarde, em Guimarães, e depois sucessivas confirmações numa breve digressão ao longo de 2013, que incluiu duas noites no Coliseu do Porto (26 e 27 de Abril), e as actuações no Festival Portugal ao Vivo, no estádio do Belenenses, em Lisboa (22 de Junho), na Expofacic em Cantanhede (31 de Julho), nas Festas do Mar em Cascais (19 de Agosto), nas Festas da Cidade de Bragança (21 de Agosto) e em Montemor-o-Velho (9 de Setembro). Durante o Inverno e a Primavera de 2014, começaram a testar e a ensaiar novo repertório no estúdio dos Xutos e Pontapés, construindo uma lista de temas bastante extensa, que posteriormente foi sendo reduzida; e durante o mês de Abril levaram a sua música aos auditórios de Caldas da Rainha (CCCC, dia 12), Porto (Casa da Música, 15), Lisboa (CCB, 16), Braga (Theatro Circo, 19) e Figueira da Foz (CAEFF, 26). Em Junho, na companhia de António Pinheiro da Silva e Carlos Jorge Vales, iniciaram no estúdio Atlântico Blue, em Paço de Arcos, as sessões de gravação do álbum «Horizonte» – das quais, após mistura e finalização, resultaram as onze novas canções desta orquestra de onze músicos. O repertório prossegue a orientação inicial: canções da música popular portuguesa que merecem uma releitura, que merecem ser ditas e tocadas em versão acústica. Verifica-se um episódico regresso a 1987 com «Cidade Fantasma», dos Rádio Macau, mas todos os outros temas datam destes últimos vinte anos em que os Resistência estiveram longe dos palcos e dos estúdios, e provêm da obra dos Delfins, dos Rádio Macau, de Tim, dos Xutos e Pontapés e dos Madredeus e a Banda Cósmica. As tessituras das guitarras – urdidas com uma precisão de relojoeiro – fornecem uma malha melódica, harmónica e rítmica (com os imprescindíveis Alexandre Frazão e José Salgueiro), da qual se destacam alternadamente os instrumentos de cada um, com seus diversos timbres. As vozes são de Miguel Ângelo, Olavo Bilac, Fernando Cunha, Tim e Pedro Ayres Magalhães, por vezes a solo, sempre unidas nos coros. E o som, é o melhor que jamais tiveram...


NOVIDADES DOS LA CHANSON NOIRE

0 comentários


















O fim esteve marcado, mas a canção negra recusa-se a morrer: depois de um período de pausa e reflexão, a canção negra volta ao ataque - dia 1 de Novembro, o dia de todos os santos, volta a ver uma nova edição de La Chanson Noire. Exactamente quatro anos após o lançamento de 'Música para os Mortos', disco de estreia do projecto, é lançado o single 'Marinheiro de Aguardente', que conta com a participação de M-PeX e abre o apetite para o 4º álbum de La Chanson Noire, intitulado 'Evergloom', a lançar em 2015.
 
O tema estará disponível para download no site da necro ( www.necrosymphonic.com ) a partir de 1 de Novembro - a partir de 5 de Novembro em 300 lojas digitais, incluindo itunes, spotify e amazon. La Chanson Noire celebra o seu regresso com uma tour de 8 datas (cujo cartaz enviamos em anexo) e estamos neste momento a agendar entrevistas, assim como datas de promoção adicionais, portanto esperem novidades em breve!

CERCAL ROCK

0 comentários

GRANDFATHER'S HOUSE APRESENTAM EP

0 comentários



















GrandFather’s House, surge em 2012 como projecto a solo pelas mãos de Tiago Sampaio. Tomando lugar na voz, na guitarra, no bombo e na tarola. Entretanto, a estrutura do grupo é abalada pelo que passa a poder contar com um novo elemento. É no início do ano de 2013 que, Rita Sampaio, irmã de Tiago, passa a dar voz ao projecto. Influenciados pelo rock, soul, blues e também pelo folk, o grupo apresenta um som muito próprio e cru, igualmente influênciado pela estrutura e aspeto minimalista que escolheram.
 
Com esta formação e sem trabalho discográfico disponível até à data, que GrandFather’s House têm seguido nesta aventura que dura já à quase dois anos. Com 80 concertos contabilizados em Portugal. Conferindo-lhes passagem por cartazes como Vodafone Paredes de Coura 2013, Festa do Avante 2013, Sabotage Club, Hard Club, Stairway Club, FunPark Paredes, Indie Music Fest 2014 entre outros.

Em Novembro deste ano, a dupla de irmãos lança o EP de estreia “Skeleton”. Com ele apresentam um novo set em palco, com mais instrumentos e com um novo conceito implementado.


quarta-feira, Outubro 22, 2014

PROGRAMA DE 22/10/14

0 comentários
1 – Viralata – Estamos juntos
entrevista Viralata
2 – Viralata – Assalto
3 - Azevedo Silva – Idiotas
4 – So.ma – O fim

5 – Frankie Chavez – Fight
6 – The Legendary Tigerman – Gone
7 – d3ö - Too late
8 – Thee Eviltones – Devil son
9 – Thee Magnetics - Going out
10 – The Walks – Backfire
11 – Kilimanjaro – Drowned
12 - Souq – Desert snake catcher
13 - The Underdogs - Song for the few

RAZIA APRESENTAM CD

0 comentários



















Link para audição completa do álbum: https://soundcloud.com/david-barroso-12/sets/rebaldaria

Do local onde os Razia nasceram, uma terra de ninguém entre o Cemitério do Alto São João e Xabregas, ouvem-se os segredos do Tejo, o esforço das gruas portuárias, os soluços dos comboios, as queixas da classe média e as farras alfacinhas. Todos esses sons refletem-se nos acordes e nas letras da banda, misturados com a duradoura amizade que une a formação inicial.

Mais de 20 anos antes de partilharem estúdios e palcos, a voz, a bateria, a guitarra, as letras e muitas das composições desta banda frequentavam a mesma praceta: anfiteatro de jogos e brincadeiras, guerras com pedras e balões de água, primeiros contactos com o punk, com o rock e com o metal. A mesma praceta que, em "Rebaldaria", assume o nome de "porto de abrigo". Durante muitos anos, ninguém tomou a iniciativa de formar uma banda, até que em 2010 esse plano foi para ensaio, no Chapim, em Odivelas. Nos primeiros tempos, sobrava em cerveja e fumo o que escasseava em talento. Mas havia feeling. E Portugal estava em crise, a precisar de quem soltasse gritos de revolta.

O álbum “Rebaldaria” nasce precisamente da fusão entre a revolta de uma geração e a celebração da amizade. As suas faixas, com letras do jornalista Tiago Carrasco, versam sobre o desemprego, a emigração, a procura de esperança e de ilusões, mas também sobre o êxtase que é viver, festejar, ter amigos. Tem o niilismo e a rebeldia do punk aliado à pujança do rock and roll. É um apelo ao regresso às ruas, um pedido de mudança, uma homenagem às tascas e às mulheres que sobem as calçadas carregadas com sacos de supermercado. Um espelho colocado diante da alma lisboeta.

Tendo em conta o imaginário da banda, a apresentação oficial do álbum só poderia acontecer no Cais do Sodré, mais precisamente no Sabotage Club que tem recebido muitas bandas de punk rock nacionais.

Os Razia são David Barroso (guitarra), Gonçalo Taborda (voz), Hugo Carvalho (bateria), João Gregório (guitarra) e Pedro Costa (baixo).

Mais informações:
https://www.facebook.com/raziapt

Ficha técnica
Gravado e Produzido por Alex VanTrue e Razia
Mixado e Masterizado por Alex VanTrue nos Estudios VanTrue
Todas as músicas são da autoria dos Razia e letras de Tiago Carrasco

LIVE FREEDOM III

0 comentários












Apresentação de Ricardo Araújo Pereira
10 de dezembro  - Teatro Tivoli  BBVA
21h30 Lisboa
PREÇO: 10 €/ 8€ para membros e apoiantes da Amnistia Portugal

Aproxima-se a terceira edição do “Live Freedom”, o evento em que a música, o humor e os direitos humanos se juntam numa noite de homenagem às vítimas de violações dos direitos humanos de vários países em todo o mundo.

O “Live Freedom III” vai decorrer mais uma vez no dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, no Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa. Nesta 3a edição, pretende-se novamente promover a “Maratona de Cartas” da Amnistia Internacional. Duas reconhecidas bandas nacionais vão dar voz a casos de vítimas e de defensores de direitos humanos integrados na Maratona de Cartas, o maior evento mundial da Amnistia Internacional. Em 2013, a Maratona contou com a participação de cerca de 2,3 milhões de apelos de centenas de milhares de pessoas de 143 países.
 
Portugal foi o sexto país com mais participações – ao todo, foram enviados mais de 96 mil apelos!
 
Para ultrapassarmos estes números, contamos este ano com apresentação de Ricardo Araújo Pereira e o apoio da Rádio Comercial, e com as bandas Xutos & Pontapés e Linda Martini.

MEIFUMADO COM NOVA EDIÇÃO

0 comentários








Corona são dB e Logos, duas distintas personagens do HipHop nacional que uniram ideias em comum.
 
dB é o produtor de serviço e muito provavelmente o maior cleptomaníaco de samples em Portugal, tudo tem potencial para ser reutilizado nos seus beats. A sua discografia conta com três álbuns em nome próprio: terapia (2012), activo (2012) e Black Cobra (2014). Esteve também presente na compilação Novos Talentos da Fnac em 2012 e produziu recentemente a viral música de PZ “Cara de Chewbacca”. Logos é o rapper de serviço e muito provavelmente aquele com mais facetas em Portugal, quase camaleónica a forma como aborda cada música. A sua discografia é composta por três álbuns no grupo Raiz Urbana:
 
Renasce o Underground (2006), Esfera em Guerra (2008) e Tempo de Vida (2013); os trabalhos a solo Subúrbio Envolve (2007) e L’s Kitchen (2010); Roulote Rockers e o EP Projecto de Sábado à Tarde (2009), assim como Ollgoody’s e o álbum Passeio (2014) Corona é a maturação non-sense de dois artistas sem limites.

meifumado.com/corona
facebook.com/coronalofi
 
Corona faz a sua estreia na Meifumado com uma edição em K7 de seu nome "Lo-Fi Hipster Sheat"
 
Corona é um Low-Life Scumbag da baixa portuense que anda sempre em cenas, insatisfeito mas com ideias, inadaptado mas resistente. Não o queres ter à porta do teu estabelecimento com hálito a hidromel gabando-se das suas proezas porque o resto é uma treta.
 
Lo-Fi Hipster Sheat é o nome do primeiro trabalho de Corona, um estilo musical per si, baseado no Rock Psicadélico/Progressivo dos anos 60 e 70. São onze faixas de... ninguém sabe bem, depende dos efeitos sob os quais Corona esteja. Juntaram-se ao seu psicadelismo nomes como: Thundercuts, Minus, Mike El Nite, Kron Silva e RealPunch. A questão que se coloca é: Trazes cogumelos contigo?
 
O álbum já se encontra à venda na Meifushop no formato K7 e no formato digital Mp3. Na compra da K7 oferecemos o álbum em Mp3 (como fazemos com todas as nossas edições com suporte físico). A K7 chegará às lojas da especialidade em Portugal esta semana com um código incluído para download do álbum em Mp3. O álbum em Mp3 já se encontra disponível em lojas online como o iTunes e em serviços de streaming como o Spotify.

Entretanto podem ouvir o álbum na íntegra aqui:
Corona "Lo-Fi Hipster Sheat" (Full Album)

DIABO NA CRUZ - "GANHAR O DIA"

0 comentários

NP PLANO B

0 comentários









A apresentação do álbum de estreia dos Savanna, que ainda está por sair, acontece no próximo dia 31 de Outubro. Nessa noite, que terá início pelas 22 horas, a banda partilha o palco os The Lazy Faithful.

THE GODSPEED SOCIETY SURPREENDEM COM ABORDAGEM INOVADORA

0 comentários
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Novo tema "Whitchcraft" em audio 3D, atuam no Musicbox a 12 de Novembro
 
Os The Godspeed Society preparam-se para lançar o seu segundo longa duração, mas mais uma vez apostam numa forma não convencional. Se no primeiro trabalho, “Killing Tale” (2012), a banda apostou num disco acompanhado de um conto, desta feita, com imagem e sonoridade renovadas, lançam o seu novo disco, música a música e com o apoio do seu público.
 
Com uma temática que continua a caracterizar a banda como contadores de estórias natos, os The Godspeed Society brindam-nos agora com um conjunto de cartas, pequenas narrativas que nos deixam entrar nas vidas dos seus intervenientes. Em qualquer parte do mundo, em 1965 ou 2015, alguém escreve uma carta a outro alguém e nós vamos poder lê-la e ouvi-la.
 
A banda criou, então, o conceito Last Words Sessions: periodicamente, apresentará o seu novo espectáculo e as novas canções/carta, em primeira mão, no Musicbox, sendo que a receita de cada espectáculo irá financiar a produção de um novo tema.
 
Cada tema estará posteriormente disponível num inovador sistema de audição 3D, que permite uma experiência única ao ouvinte, mediante a utilização de auscultadores tradicionais.

A primeira das Last Words Sessions acontecerá a 12 de Novembro, no Musicbox em Lisboa, o bilhete custa 4€ e dá direito ao espectáculo e ao download gratuito de "Witchcraft" em 3D.
 
Link para compra de bilhetes aqui


HERCULEE EM PALCO

0 comentários

BARRACA'BA​NA FEST

0 comentários








TIAGO SOUSA & LUÍS VICENTE
Sábado . 25 de Outubro
Teatro A Barraca

Duo de características obviamente camerísticas, propõe-se a abordar composições de ambos, bem como a interpretação do cancioneiro norte americano, ora seja através de algumas referências do imaginário impressionista de Ravel e Debussy, ora com a consciência da aventura, e paixão pela improvisação, obviamente assente em noções estéticas da improvisação norte americana, mas sempre com uma pitada de aventura da improvisação livre europeia, o que nos remete para a relação das equivalências sensoriais entre o som e côr, que Olivier Messiaen tanto explorou, desta feita, para alertar os nossos sentidos
 
A estreia do duo Sousa/Vicente está marcada para a edição de 2014 do Barraca'bana Fest, e nós esperamos por vós lá.

Evento fb [aqui]
Website [aqui]
+ INFO

Início concertos
22h

Bilheteira
5€
 
Como chegar
[aqui] [mapa]

Reservas
doublebill.cmi@gmail.com

Frankie Chavez - Teatro Académico de Gil Vicente (Coimbra) - 21/10/14

0 comentários













Frankie ataca o palco sozinho.
Depois vem João Correia para bateria e minutos mais tarde Nuno Lucas para o baixo e Daniel Lima para as teclas.
Como disse Frankie, pela segunda vez em palco em formato banda.
Os momentos mais intimistas estiveram presentes, mas foi nos momentos mais elétricos que o blues de Frankie Chavez fez saltar o público das cadeiras.
Este suporte de banda traz a este som um corpo muito maior que nos abraça por completo.
Dedilhando várias guitarras, foi quando pegou na portuguesa que o artista criou alguns dos momentos mais belos da noite.
Frankie Chavez e companheiros, incendiaram por completo uma sala cheia, que se rendeu por absoluto  a um som, que passou em revista "grandes clássicos" do artista.
Foi empolgante, ou melhor foi genial.  Uma noite de emoções fortes, que deixaram tanto a plateia como o artista completamente rendidos.
Frankie Chavez é um musico com M grande, que conquistou já o seu espaço, à custa de muito talento e humildade.














Texto & Fotos Nuno Ávila

terça-feira, Outubro 21, 2014

NO SABOTAGE

0 comentários

PROGRAMA DE 21/10/14

0 comentários
1 - Frankie Chavez - Her love
entrevista Frankie Chavez
2 - Frankie Chavez - Psychotic lover (ao vivo no estúdio)
3 - Azevedo Silva - Idiotas
4 - So.ma - Ombros frágeis
5 - Prana - A valsa do cupido, esse sacana
6 - Gessicatrip - Feliz acaso
7 - Capitão Capitão - Memórias curtas
8 - Capitão Fausto - Litoral
9 - Tv Rural - Saio daqui a olhar em frente
10 - Elias - Cientista profissional
11 - Luísa Sobral - João
12 - Flamingos - Passeio
13 - Rogério Charraz - Porto de abrigo

MICO DA CÂMARA PEREIRA AOIVIVO

0 comentários

BARRACA'BANA FEST

0 comentários







MIRA & ZÍNGARO & FAUSTINO & DOS REIS
Sábado . 25 de Outubro
Teatro A Barraca

MIGUEL MIRA . violoncelo
CARLOS "ZÍNGARO" . violino
HERNANI FAUSTINO . contrabaixo
MARCELO DOS REIS . guitarra acústica

Quarteto atípico de cordofones, parte para o seu segundo encontro com a premissa de cruzar as diferentes "naturezas" da música clássica e contemporânea, assentando a linguagem em dinâmicas inicialmente exploradas no século XX.

Se por um lado, Miguel Mira navega por territórios mais "jazzísticos" no Rodrigo Amado "Motion Trio", tem também demonstrado uma maior elasticidade no duo "Cellos", ao lado de Ulrich Mitzlaff.
Carlos "Zíngaro" dispensa apresentações, dado que se tornou na maior referência nacional, quando se fala da música livremente tocada. Hernani Faustino, tem-se destacado pelos seus trabalhos no aclamado Red Trio, e ao lado de nomes como Lotte Anker, Jon Irabagon, John Butcher e Nate Wooley. A fechar o quarteto, está Marcelo dos Reis, músico que se tem desdobrado em diferentes projectos, dos quais se destacam o quinteto FAIL BETTER!, o trio de cordas "OPEN FIELD", e o grupo PEDRA CONTIDA.

Evento fb [aqui]
Website [aqui]

[+ INFO]
INÍCIO CONCERTOS
22h

BILHETEIRA
5€

COMO CHEGAR
[aqui] [mapa]

RESERVAS
doublebill.cmi@gmail.com
239837078

JAZZ NO CINÉ-TEATRO DE ESTARREJA

0 comentários














A música jazz volta a invadir a cidade de Estarreja. Mário Barreiros, Maria João com a Big Band Estarrejazz, Nuno Costa e Carles Benavent são alguns dos nomes que marcam a 9ª edição do Estarrejazz, de 6 a 15 de novembro, com o Cine-Teatro de Estarreja como palco principal.

Mais uma edição de sucesso num cartaz composto por incontornáveis figuras do jazz nacional e internacional. O Estarrejazz volta a revelar-se um festival de elevada importância na divulgação e promoção do jazz junto dos públicos, atravessando a génese deste género musical até chegar às transformações e fusões que marcam a sua contemporaneidade. De 6 a 15 de novembro o Estarrejazz chama 8 nomes e formações de jazz, num total de 10 concertos em 3 espaços. São dois fins-de-semana repletos de música e que sugerem momentos inesquecíveis de fruição, do mainstream às novas tendências do jazz.

O arranque é dado pelo quarteto liderado pelo histórico baterista Mário Barreiros (6 nov.), que contracena com Carlos Barretto (contrabaixo), Ricardo Toscano (saxofone) e Abe Rábade (piano). Depois de Standards and Other Songs Trio (7 nov.), com Sérgio Rodrigues (piano), Francisco Brito (contrabaixo) e Paulo Bandeira (bateria), é a vez da Big Band Estarrejazz responder a mais um desafio: acompanhar a inconfundível voz de Maria João. Um ano após a sua estreia ao vivo, a Big Band Estarrejazz volta ao Cine-Teatro de Estarreja (palco-casa) para mais um grande concerto, dirigido por Pedro Moreira, desta vez com a presença especial da criativa Maria João, nome indissociável do jazz nacional, para uma explosão sinestésica de jazz.

A Big Band da Nazaré (13 nov.) também pisa o palco do Cine-Teatro de Estarreja e entra no universo do Estarrejazz com um concerto de repertório vasto, passando o testemunho a Nuno Costa (14 nov.), guitarrista e compositor de exceção caracterizado pela forte componente visual que dá à música, na liderança de um plantel de seis músicos ligados à história do jazz nacional e à vida do Hot Club de Portugal. O calor latino encerra a 9ª edição do Estarrejazz com o excecional baixista catalão Carles Benavent e o seu mais recente projeto “Un, Dos, Tres…”, ao lado de Roger Mas no piano e Roger Blaviana na percussão. Sempre com originalidade, muita cor e capaz de exteriorizar sensações apaixonantes, neste concerto o jazz latino do aclamado Carles Benavent vai entusiasmar, não só pela mestria do músico, mas por toda a carga emocional que transfere.

Mais jazz fora de portas e fora de horas

Nos dias 7 e 14 de novembro, o jazz derrama do CTE, inunda o centro da cidade e entra no Saramago Caffé Bar, que, nesta edição do Estarrejazz, é o espaço “fora de portas” incluído no circuito do festival. Pelo segundo ano consecutivo o Estarrejazz sai do CTE e estende-se a outros espaços, permitindo que a cidade se aproxime do jazz e se renda aos seus improvisos.

O cartaz “Afterhours” do Estarrejazz chama a partir das 23 horas o Trio Pedro Nobre, nos dias 7 e 8 de novembro, eMané Fernandes “Bouncelab”, nos dias 14 e 15, no Saramago Caffé Bar e no Café-Concerto do CTE, respetivamente. As duas formações representam a nova geração do jazz em Portugal. O Trio Pedro Nobre existe desde 2009 e apresenta um repertório contemporâneo, ousado e contrastante. A ousadia está presente também no “Bouncelab” de Mané Fernandes: trata-se de um quinteto de jovens instrumentistas caracterizado pela fusão do jazz tradicional com rock, hip hop, drum’n’bass e eletrónica.

A 9ª edição do Estarrejazz é promovida pelo Cine-Teatro de Estarreja e pelo Município de Estarreja e recebe o apoio daAntena 1/Antena 2 e da CP - Comboios de Portugal.

Os bilhetes para o Estarrejazz’14 já se encontram à venda e podem ser adquiridos na Bilheteira do CTE, no site da Bilheteira Online, lojas Fnac, CTT e El Corte Inglés. Ao apresentar comprovativo de bilhete para um dos concertos do Estarrejazz’14 pode adquirir um bilhete especial para os comboios urbanos do Porto, ida e volta, com origem em qualquer estação e destino a Estarreja, por apenas 2 euros. Venha de comboio ao Estarrejazz e ouça a Antena 1 e a Antena 2 para se habilitar a ganhar convites para o festival.

ESTARREJAZZ 2014

Quinta, 6 de novembro | 21h30
Cine-Teatro de Estarreja (auditório)
MÁRIO BARREIROS QUARTETO

Sexta, 7 de novembro | 21h30
Cine-Teatro de Estarreja (auditório)
STANDARDS AND OTHER SONGS TRIO

Sexta, 7 de novembro | 23H00

Saramago Caffé Bar (centro da cidade)

TRIO PEDRO NOBRE

Estarrejazz Afterhours

Sábado, 8 de novembro | 21H30

Cine-Teatro de Estarreja (auditório)
MARIA JOÃO + BIG BAND ESTARREJAZZ

Sábado, 8 de novembro | 23H00

Cine-Teatro de Estarreja (café-concerto)

TRIO PEDRO NOBRE

Estarrejazz Afterhours

Quinta, 13 de novembro | 21h30
Cine-Teatro de Estarreja (auditório)
BIG BAND NAZARÉ

Sexta, 14 de novembro | 21h30
Cine-Teatro de Estarreja (auditório)
NUNO COSTA “VESPA MUND

Sexta, 14 de novembro | 23H00

Saramago Caffé Bar (centro da cidade)

MANÉ FERNANDES “BOUNCELAB”

Estarrejazz Afterhours

Sábado, 15 de novembro | 23H00

Cine-Teatro de Estarreja (café-concerto)

MANÉ FERNANDES “BOUNCELAB”

Estarrejazz Afterhours

ENTRADA NORMAL ESTARREJAZZ’14 6€ / 4€ (Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal) ENTRADA ESTARREJAZZ’14 AFTERHOURS | CAFÉ-CONCERTO 3€ PASSE GERAL ESTARREJAZZ’14 22,5€ (acesso aos concertos no auditório e no café-concerto)

http://www.cineteatroestarreja.com
http://www.facebook.com/cinestarreja
http://twitter.com/CTE__

BLITZ FAZ 30 ANOS

0 comentários











Publicação de referência no universo da música portuguesa, a marca Blitz comemora 30 anos no próximo dia 4 de Novembro e assinala a ocasião com uma noite especial no âmbito da programação do Misty Fest.

Esta festa de aniversário Blitz tomará conta do Cinema São Jorge na Avenida da Liberdade e promete uma viagem por diferentes eras da música portuguesa. Pelo palco passarão novos valores e verdadeiras lendas da música nacional, num encontro de gerações que simboliza igualmente o fôlego de três décadas que a Blitz agora celebra.

David Pessoa, o novíssimo projecto Lisbon Kid, Flak, Sétima Legião, Capitão Fausto, Valter Lobo, Elias e João Caetano são os primeiros nomes anunciados para uma noite que ainda há-de revelar mais surpresas, dentro e fora de palco.

O clima de festa será igualmente transmitido pela sessão especial de djing no átrio do cinema a cargo de Rui da Silva e Danny de Matos, os dois pesos-pesados da nossa produção eletrónica que agora se encontram no projeto Lisbon Kid que também mostrará a sua vertente live. Rui da Silva tem no currículo a sua ligação aos lendários Underground Sound of Lisbon e o mega-hit "Touch Me" e Danny de Matos aplica no projeto a sua longa experiência como criador para outros domínios, nomeadamente a publicidade.

Flak e Sétima Legião são nomes que se confundem com a história da pop em Portugal: o primeiro como parte dos Rádio Macau ou Micro Audio Waves e, claro, responsável por uma aplaudida carreira a solo e os últimos como os criadores de uma visão épica e declaradamente portuguesa da música pop que rendeu hits como "Sete Mares" ou "Por Quem Não Esqueci".

Por outro lado, David Pessoa, Valter Lobo, Elias ou João Caetano são novos valores que trazem uma diversidade de palavras, sons, balanços e sensibilidades a esta festa. David Pessoa passou pelos Manifestos, João Caetano prepara atualmente um álbum com o líder dos britânicos Incognito e Valter Lobo e Elias experimentam novas formas de apresentar a clássica arte da canção.

Para além de todos estes nomes, sobrem ao palco os Capitão Fausto, banda que tem vindo a conduzir a vaga psicadélica portuguesa, e que é no palco que se revelam como um dos mais coesos e vibrantes aparelhos do rock do novo talento português.

Nas vitrines do Cinema São Jorge, podemos ainda admirar um vasto leque de artistas portugueses fotografados pela lente de Rita Carmo, fotógrafa residente do/a BLITZ há 23 anos, retratos feitos entre 2004 e 2013 e incluídos na sua recente edição “Bandas Sonoras - 100 retratos de Bandas Portuguesas” - Chiado Editora.
Haverá mais nesta noite de celebração: imagens desta história de 30 anos, outras surpresas em palco e a possibilidade de nos cruzarmos com muitos dos artistas que vão enchendo - agora mês, após mês - as páginas de uma publicação que tem ajudado a contar a história da música portuguesa e que tem, ela mesmo, feito história.

ATR APRESENTA

0 comentários

segunda-feira, Outubro 20, 2014

PROGRAMA DE 20/10/14

0 comentários
1 - Frankie Chavez - Don't leave tonight (feat Erica Buetner)
2 - Exploding Cities - Flowers
3 - Os Príncipes - Não cai
4 - The Loyd - Feel like this
5 - Brass Wires Orchestra - Love someone
6 - Tracy Vandal - Straight to the stars
7 - Ana Cláudia - João e o pé de feijão
8 - Azevedo Silva - Idiotas
9 - So.ma - Miudinho nervoso
10 - António Pelarigo - Senhora da paz
entrevista António Pelarigo
11 - António Pelarigo - Das saudades tenho medo
12 - Cristina Nóbrega e Omara Portuondo - Las cenizas de mis canciones
13 - A Naifa - Subida aos céus
14 - Mísia - Cha cha cha em Lisboa (com Melech Mechaya)

SERUSHIO - "BOOGIE SONG"

0 comentários

NA FIGUEIRA

0 comentários

GULA COM NOVO DISCO

0 comentários












 
11º Canto é o novo trabalho dos GULA , que chegará às lojas no dia 3 de novembro. “Janela Fechada”, o single de lançamento deste álbum, toca já em algumas rádios.
 
Da mistura do Rock, com sons ambientais, nasceram os Gula em 2011. Com a intenção de criar uma fusão de sons que fugisse ao previsível, os seus membros, vindos de outras bandas, trouxeram consigo um universo musical diferente que enriquece e caracteriza a sonoridade da banda.

NO CASINO DA PÓVOA

0 comentários

NO TEATRO VIRGÍNIA EM TORRES NOVAS

0 comentários

SIRAIVA COM NOVO SINGLE

0 comentários













SirAiva apresenta “Dá-me um Toque”, o novo single, com a participação de Rui Pregal da Cunha.

“Dá-me um Toque” está disponível a partir de hoje nas plataformas digitais (Spotify, Meo Music e iTunes) e, ainda hoje, será distribuído para as rádios.
 
“Dá-um Toque” é o segundo single de avanço do álbum de SirAiva cuja edição está prevista para 2015.
 

CARMINHO COM NOVO DISCO

0 comentários
“Saia Rodada” é a primeira amostra do novo disco.


THE CITIZENS AO VIVO

0 comentários














Num momento em que se encontra a preparar a gravação do seu primeiro álbum, o trio The CityZens apresenta-se ao vivo no Forum da Maia este sábado dia 25 de Outubro e a 8 de Novembro na Casa das Artes em Famalicão.
 
A banda mostra os temas que fazem parte do seu primeiro e homónimo EP e toca aqueles que farão parte do primeiro longa duração, que tem edição prevista para o início de 2015.Formado, por Jorge Humberto (guitarras e voz), Luís Ribeiro (baixo) e Rui Pedro ferreira (bateria) em Vila nova de Famalicão em 2013,” The Cityzens” cruza os universos, Blues Rock, Indie Soul Rock, Garage e Surf rock.

EDUARDO JORGE COSTA APRESENTA DISCO

0 comentários


















O cinema constitui um das grandes influências no trabalho de Eduardo Jorge Costa. Entre a música ambiente, a industrial, a erudita e mesmo o post rock, surge "Closed Captions", musica declaradamente cinemática para filmes inexistentes.
 
Passam por aqui influências cinemáticas de David Fincher, Christopher Nolan, Darren Aronofsky, Chan-Wook Park, David Cronenberg, e as influências musicais de Amon Tobin, Hans Zimmer, Trent Reznor, Nils Frahm, Cliff Martinez, György Ligeti, John carpenter e até mesmo Wojciech Kilar.
 
"Closed Captions" é música feita de imagens, são 12 temas que poderiam ser 12 viagens ao grande ecrã.

WE BUFALLO APRESENTAM DISCO

0 comentários






 
Os We Buffalo, banda de rock alternativo, formada no início de 2013, lançam e promovem o primeiro trabalho de longa duração, All in.

Após o EP de estreia editado em 2013 também com selo Raging Planet, a banda tem nova digressão para mostrar a sua música. Entre ambientes psicadélicos e um toque do deserto, vozes femininas e masculinas juntam-se a teclados galopantes, baixos tenebrosos e baterias gigantes.
 
Nesta nova aventura de 10 canções trazem a companhia de ilustres convidados da música portuguesa...

Esta será semana de dose dupla, com uma atuação inédita em duo no dia 23 de outubro, no Popular Alvalade, com a companhia dos The Interzone, passando no sábado por um local familiar que é o Stairway Club em Cascais, com os Uaninauei, sendo a entrada livre até às 00.00h.
 

DESTAQUES DA SEMANA

0 comentários
SANTO NO ALTAR

IDIOTAS - Azevedo Silva
("V"", Music in my Soul)

Para ouvir todos os dias desta semana

DISCO RECORDAÇÃO

FUGA - So.ma
(2012, Edição de Autor)

Para ouvir um tema diferente todos os dias desta semana

domingo, Outubro 19, 2014

13 FADOS 42/2014 (19OUT)

0 comentários
Três temas novos e sem mudanças na frente 

Sairam:
MANHATTAN - Texas, Baby
SOMOS TODOS MUITO BONZINHOS - Rádio Macau
GONE - The Legendary Tigerman

Aproximam-se
9TH - Keep Razors Sharp
FAR FROM EVERYTHING - White Haus
FIGHT - Frankie Chavez


13 (07) 06 WONDER WHY - The Black Mamba (com Aurea)     
12 (--) 01 LUÍSA - D.A.M.A    
11 (--) 01 O QUE FAZER - Porta Voz  
10 (11) 04 MY LOVE IS DRUNK - Golden Slumbers 
09 (12) 02 PASSEIO - Flamingos    
08 (13) 05 MOM AND DAD - Xinobi
07 (--) 01 TIMES - Duquesa  
06 (04) 11 JÁ O TEMPO SE HABITUA - B Fachada
05 (02) 03 POVO QUE CAIS DESCALÇO - Dead Combo   
04 (03) 05 COME HOME - Bússola  
03 (08) 08 FRESCOBOL - D'Alva
02 (06) 19 VIDA DE ESTRADA - Diabo na Cruz 
01 (01) 03 BLACK JEWELLED MOON - a Jigsaw (com Carla Torgerson) 
 
Os a Jigsaw lideram pela segunda semana

Entre todos os votantes temos dois premiados
ANTÓNIO OLIVEIRA
PEDRO GONÇALVES
que serão contactados para o email de onde enviaram as votações

Votem, enviando 5 temas de bandas/artistas diferentes 
para
santosdacasa(a)ruc.pt
e podem ganhar prémios
Nova tabela (43/2014) a 26OUT

TIO REX -" JOE"

0 comentários

ESTA SEMANA NO SANTOS DA CASA

0 comentários












Entrevistas:

14.10.20 19h30 - ANTÓNIO PELARIGO
14.10.22 19h00 - VIRALATA
14.10.25 19h30 - AZEVEDO SILVA (atuação em estúdio)

Para ouvir nos 107.9fm da Rádio Universidade de Coimbra ou em http://www.ruc.pt

sábado, Outubro 18, 2014

PROGRAMA DE 18/10/14

0 comentários
1 - Manifesto - Arriscar
2 - Dalai Lume - Bairro alto
3 - Viralata - Estamos juntos
4 - Lulas Belhas - Lugar especial
5 - PunkSinatra - Skapa do sistema
6 - Eskizofrénicos - Vou-me organizar
7 - Porta Voz - O que fazer
8 - Censurados - Angustia

9 - Os Poetas - Pastelaria
10 - Estilhaços - A minha missão é outra
11 - Sid Suicide - Mãos
12 - Ermo - Primavera
13 - Cabaret Jamais - Nada me apetece
14 - Lacre - Ode aDeus
15 - Joana Guerra - O mar
16 - Homem Em Catarse - Évora
17 - Flamingos - Passeio

Estilhaços - Salão Brazil (Coimbra) - 17/10/14

0 comentários













As palavras. Este é um projeto de palavra.
As de Adolfo Luxúria Canibal e as de  Mário de Cesariny.
Mas a música está lá. Um tapete de sons, maioritariamente ambientais, com alguns salpicos de experimentação.
Três músicos de exceção. António Rafael nos teclados, Henrique Fernandes no contrabaixo  elétrico e Jorge Coelho na guitarra acústica.
Um som que serve as palavras, sem nunca as atropelar, que ajuda Adolfo a expressar com mais enfase os textos.
Em palco  o quarteto percorreu os três discos. Serviu-nos um momento intenso com textos de um negrume que nos encanta.
Quando a literatura e a música assim se casam ficamos muito felizes.














Texto & Fotos Nuno Ávila

sexta-feira, Outubro 17, 2014

PROGRAMA DE 17/10/14

0 comentários
1 – Frankie Chavez – Fight
2 – The Legendary Tigerman – Gone
3 – Nicotine’s Orchestra – Luna loca
4 – Moonshiners – Everything but you
5 – Tio Rex – Judas
6 – a Jigsaw - Black jewelled moon (com Carla Torgerson)
7 – Censurados – Censurados
8 – Porta Voz – O que fazer

9 – Brass Wires Orchestra – Tears of liberty
10 – The Loafing Heros – Into the nothing
11 – Goby Bear – Animals
12 – Beautify Junkiards – From the morning
13 – The Fellowman – Here for you
14 – Bússola – Come home
15 – Rita Redshoes – White lies
16 - First Breath After Coma - Shoes for man with no feet

MONICA FERRAZ AO VIVO

0 comentários












Hoje, dia 17 de Outubro, pelas 22h00, MÓNICA FERRAZ apresenta o novo álbum “LOVE” no Armazém F (Lisboa).

No dia 31 de Outubro, a cantora, compositora e letrista sobre ao palco da Casa da Música (Porto) para a segunda parte destes espectáculos especiais de lançamento.
 
A aquisição de “LOVE” na Worten, dá acesso directo a um destes dois concertos de apresentação. O acesso é limitado ao número de lugares existentes nas salas.
 
O novo registo de originais da cantora, compositora e letrista, chegou às lojas a 29 de Setembro e sucede a “Start Stop”, o disco de estreia a solo lançado em 2010.
 
O sucesso da sua estreia a solo levou MÓNICA FERRAZ a abraçar o desafio de um segundo álbum de originais com confiança e total liberdade criativa. A única premissa, auto-imposta, era a de que as canções resultantes do processo de composição fossem ainda mais pessoais, maduras e que reflectissem as experiências vividas na estrada.
 
Os takes de voz foram gravados de uma só vez, inteiros, de modo a reproduzir, no álbum, toda a intensidade das performances de MÓNICA FERRAZ ao vivo. As composições foram escritas em digressão, entre o tour bus e os hotéis das várias cidades por onde a cantora apresentou a sua música nos últimos anos.
 
A produção de “LOVE” ficou a cargo de André Indiana, igualmente compositor e letrista deste trabalho, uma irresistível fusão de rock, pop, soul, jazz, electrónica e funk, elevado pela grandiosa, enigmática e intensa voz de MÓNICA FERRAZ.

CAMBRA FEST

0 comentários

TERTÚLIAS PARA QUÊ?

0 comentários

MURDERING TRIPPING BLUES COM NOVA DATA NO PORTO

0 comentários












O concerto dos Murdering Tripping Blues marcado para este sábado, dia 18 de OUT, no Maus Hábitos, Porto será adiado devido a problemas de saúde do vocalista.
 
A banda lamenta qualquer incómodo que esta situação possa causar e, prontamente, marcou uma nova data para apresentação do álbum Pas un Autre no Porto - dia 15 de NOV.
 
Mais detalhes serão divulgados em breve.
 

quinta-feira, Outubro 16, 2014

OLAVO BILAC AO VIVO

0 comentários

PROGRAMA DE 16/10/14

0 comentários
1 - João Hasselberg - To a god unknown (com Joana Espadinha)
entrevista João Hasselberg
2 - João Hasselberg - In cold blood
3 - Porta Voz - O que fazer
4 - Censurados - É difícil
5 - Azevedo Silva - Idiota
6 - Jorge Palma - Minha senhora da solidão
7 - JP Simões - O Português voador
8 - MAU - Off to Berlin
9 - ASIMOV - Mr. Chapel in in the moonlight
10 - Sax On The Road - Skywalker

JÚLIO RESENDE NO MÉXICO

0 comentários











Um ano após o lançamento do seu – Amália – Júlio Resende leva o Fado português à América Central, numa digressão por todo o território mexicano.
 
Aclamado a nível nacional e internacional, o disco Amália por Júlio Resende recebeu CHOC DISC*****5 Estrelas pela prestigiada revista francesa CLASSICA, que classifica os melhores músicos e instrumentistas do Mundo.

Resende reinventa temas da nossa memória individual e coletiva: Casa Portuguesa, Barco Negro, ouVou Dar de Beber à Dor (Casa da Mariquinhas) estão entre as escolhas do músico. Mas vai mais além e arrisca um Dueto (Im)possível com Amália Rodrigues, servindo a voz da Diva com o seu piano no tema "Medo". 15 anos passados desde a morte de Amália Rodrigues, Júlio Resende torna-se no primeiro músico a quem foi autorizada a utilização da Voz da maior Diva portuguesa do Fado.
 
A par da digressão nacional e de ter apresentado este disco na Sérvia, Alemanha e Croácia, Júlio Resende atravessa agora o Atlântico para levarAmália ao México, onde realizará 4 concertos: 18 de Outubro em Mérida, 20 de Outubro em Monclova, 21 de Outubro em Piedras Negras e a 24 de Outubro em Guanajuato, este último integrado na programação do consagrado Festival Internacional Cervantino, que completa este ano a sua 42ªedição.

A NAIFA COM NOVO SINGLE

0 comentários












TOUR DE INVERNO

21 OUT - GRANDOLA
08 NOV - SESIMBRA
15 NOV - PONTE DE LIMA

Quase um ano depois da edição de "As Canções d'A Naifa" e de dezenas de concertos por todo o país, A Naifa apresenta novo tema.
 
"Súbida Aos Céus", tema que foi originalmente editado pelos Três Tristes Tigres, é o terceiro single a ser retirado do álbum que traz os originais de outros artistas que A Naifa sentiu como suas e que foi tocando ao vivo durante os seus 10 anos de existência.
 
E porque é mesmo ao vivo que A Naifa corta mais fundo, a banda de Luís Varatojo, Mitó Mendes, Sandra Baptista e Samuel Palitos anuncia também Tour de Inverno com concertos marcados para Grandola a 21 de Outubro, Sesimbra a 8 de Novembro e Ponte de Lima a 15 de Novembro.
 
A NAIFA nas redes sociais
FACEBOOK | YOUTUBE | TWITTER | REVERBNATION | VIMEO

RATERE NO PORTO

0 comentários
Vinte bandas, vinte djs, vinte cartazistas, uma noite
 
O 20 XX Vinte transcende a redundância: aos números que se repetem acresce uma linguagem artística diferente, que ergue um evento onde duas dezenas de bandas, outros tantos DJ's e mais uns tantos cartazistas encontram um espaço de expressão comum. O 20 XX Vinte é um momento em que se pode assistir, ouvir e visualizar a expressão de 60 artistas distintos e prementes.
 
A Lovers & Lollypops, em colaboração com o atelier Bolos Quentes, apresenta o quinto acto deste evento singular. Foram quatro edições a acumular experiência, entre a cidade Invicta e o berço Guimarães, nesta última a propósito da Capital Europeia da cultura, que desta feita será capitalizada com um regresso ao Porto. A 18 de Outubro, o corrupio tomará o Edificio Axa, na Avenida dos Aliados, para mais um sprint cultural com a longevidade de maratona: durante 5 horas, sem pausas e num 20 XX Vinte de entrada livre, será possível percorrer as diversas linguagens envolvidas na produção vincada musical.
 
Com o apoio da Porto Lazer, e patrocipnado pela Jameson, o 20 XX Vinte regressa ao Porto com 60 novos artistas, num exercício de cartografia cultural que iluminará um pouco mais a Avenida dos Aliados e contará com artistas como Sequin, Killimanjaro, Dreamweapon, Ermo e Stereoboy, Ghuna X, DJ Marçal dos Campos e Flakka, Dr. Urânio, João Maio Pinto e Pedro Magalhães, entre tantos outros.
 
CARTAZ
 
Bandas: Claiana, dreamweapon, Duquesa, Ermo, GHETTHOVEN, KILLIMANJARO, Los Saguaros, Moxila, O Gringo Sou Eu, Os Príncipes, PISTA, PTEROSSAUROS, Putnam was the bastard, PZ, RATERE, Sequin, Serrabulho, Stereoboy, VAI- TE FODER

DJs: Aceloria, APOCA-LIPS, Bisnaga Records DJ Set, Bófia, Carlos Moura, @DJ Marçal dos Campos, DJ VA, Ekco Deck, Flakka, ghuna x, Hellmariachi, Kloopp, Le Bandido, Mariya Lokamova, nitronious, OCP, Philippe Petit, Sara Gomes, Satã, Solution

Cartazistas: Ambas as Duas, André Covas, Another Collective, Bartholomäus Kaszubowski, Dobra, Dr. Uranio, Dário Canatá, Francisco Babo, Joana & Mariana, João Maio Pinto, João Santos, Marco Fidalgo, Marco Balesteros, Margarida Borges, Nicolau, Pedro Magalhães, Ricardo Leite, Royal Studio, Studio AH—HA, Thomas Artur Spallek

www.ratere.bandcamp.com
www.vintevintevinte.net
 

Vinte Vinte Vinte - 2014 from Bolos Quentes Design on Vimeo.
 
Copyright © Santos da Casa | Radio Universidade de Coimbra | 107.9 FM (Portugal Central) | Emissão Online/Online Broadcast