sábado, 25 de junho de 2016

A NAU115 COM SINGLE DE ESTREIA
















A NAU115, nome de código para o rapper José Glória, acaba de desvendar “A Voz do Meu People”, o combativo cartão de visita extraído do EP de estreia “Ferro e Fogo”, editado em parceria com a Music In My Soul.

Este primeiro lançamento discográfico do rapper natural de Lagos já se encontra disponível em pré-venda nas plataformas digitais habituais.
 
A NAU115 é o projecto a solo de José Glória, autodidata que começou a escrever as primeiras rimas com 17 anos. Mais tarde, desafiado por amigos, decidiu criar um grupo onde começou a gravar as primeiras músicas e a dar os primeiros espectáculos ao vivo, em Viseu e Lagos, de onde é natural.
 
Após terem seguido caminhos diferentes, José voltou a concentrar-se num percurso a solo, empregando-se de forma a arranjar dinheiro para comprar material de estúdio e gravação, o que lhe permitiu a gravação de um primeiro EP – “Ferro e Fogo” - que já se encontra em pré-venda digital com o apoio da Music In My Soul.
 

sexta-feira, 24 de junho de 2016

PROGRAMA DE 24/06/16
















1 - Quinta-Feira 12 - Carrinha trágica
entrevista Rodolfo Jaca e João Correia (Quinta-Feira 12)
2 - Quinta-Feira 12 - Fiasco (ao vivo no estúdio)
3 - Quinta-Feira 12 - Cabra cega (ao vivo no estúdio)
4 - Valter Lobo - Fora do Coração
5 - João Coração - O avesso do começo
6 - Luís Severo - Vida de escorpião
7 - Samuel Úria - Dou-me corda
8 - Os Azeitonas - Cinegirasol
9 - Raquel Tavares - Meu amor de longe
10 - Deolinda - Canções que tu farias

ANARCHICKS COM NOVO SINGLE










As Anarchicks apresentam o seu novo single “Witch One”, o segundo retirado do mais recente álbum "We Claim The Right To Rebel And Resist". Mais que uma música, “Witch One” é uma viagem, uma alegoria dramatizada num videoclipe que nos transporta para o mundo das Anarchicks.

Este vídeo contou com a realização de José Dinis, que já tinha trabalhado com a banda no primeiro single deste mesmo álbum "We Claim The Right".

Quatro miúdas, sem hora para chegar a casa, tomam de assalto um Mercedes vermelho e partem em direcção ao infinito. Deslizam por estradas do Alentejo que se perdem no tempo, sonham com histórias de bruxas que leram secretamente em livros antigos, adivinham um futuro que irá arder nas fogueiras da nova inquisição, uma metáfora para os amuletos, superstições, pactos e estigmas dos nossos dias. Vão, por fim, desaguar numa igreja inacabada de Leiria, onde explode um refrão que acelera o coração e ecoa nos claustros imperfeitos de um cenário poético que se veste de sombras com o cair da noite.

"We Claim The Right To Rebel and Resist" é o segundo álbum de originais do quarteto lisboeta e foi editado no passado dia 27 de Maio com edição de autor e distribuição pela Sony Music Entertainment.

Para além dos temas que se encontram no EP "We Claim The Right", que saiu no passado mês de Dezembro com o selo da Blitz Record, o álbum conta com mais quatro temas originais.
 

APRIL IVY ASSINA PELA SONY













 
APRIL IVY AO VIVO:

25/06 - Main @ Lisboa
02/07 - Sensations @ S.Miguel
23/07 - Aniversário MTV @ Portimão
07/08 - Meo Sudoeste @ Zambujeira do Mar
14/08 - Bliss @ Vilamoura
27/08 - Estação da Luz @ Aveiro

Com apenas 16 anos, APRIL IVY, cantora e compositora pop portuguesa, acaba de assinar contrato com a Sony Music Entertainment Portugal (exclusivo para o território nacional).

Em Fevereiro de 2016, APRIL IVY lançou o seu primeiro single "Be Ok"  que atingiu o topo da tabela de airplay das rádios nacionais.

APRIL IVY é autora e compositora dos seus próprios temas, que interpreta em inglês, em conjunto com um núcleo de jovens produtores portugueses. Juntos conseguiram atingir um patamar de qualidade musical ao nível dos maiores êxitos internacionais.

Com aclamados elogios pela indústria, a jovem promessa fará certamente parte da nova geração de talentos na cena pop nacional e internacional.

Mais info:
www.facebook.com/aprilivymusic
 

quinta-feira, 23 de junho de 2016

A JIGSAW EM PALCO







Em Junho e Julho, os a Jigsaw continuam a percorrer Portugal com sua banda de suporte, os The Great Moonshiners Band, da qual fazem parte elementos tão distintos como Victor Torpedo (The Parkinsons, Tiguana Bibles, Tédio Boys), Tracy Vandal (Tiguana Bibles), Pedro Antunes (BunnyRanch), Paula Nozzari (The Parkinsons), Guilherme Pimenta (Pedro & os Lobos) e Maria Côrte (Fol & Ar).

 Se em Junho o destaque irá naturalmente para os dois concertos na companhia do duo Canja Rave (Chris Kochenborger e Paula Nozzari) a 24 e 25 de Junho. Os Canja Rave ainda irão actuar no Salão Brazil no dia 29 de Junho, terminando assim a sua mini-digressão por terras Portuguesas.
Já em Julho, os destaques dos a Jigsaw & The Great Moonshiners Band são sem dúvida o concerto de regresso à capital, no mítico Sabotage a 23 de Julho e também o concerto de 28 de Julho no Festival de Músicas do Mundo de Sines para o qual a banda está a preparar um concerto bem diferente.

JUNHO
24 BEJA / Galeria do Desassossego, c/ Canja Rave (BR) / 22:30
25 V.N. S. BENTO / Prestígio, c/ Canja Rave (BR) / 22:30
26 COIMBRA / Fnac Coimbra / 17:00

JULHO
01 S. JOÃO DA MADEIRA / Paços da Cultura / 22:00
02 FARO / Ar Quente Asociação / 19:30
03 SAGRES / Fortaleza de Sagres / 18:00
16 MONÇÃO / VinCul’Arte / 14:00
17 MATOSINHOS / Fnac Norteshopping / 17:00
23 ALFRAGIDE / Fnac Alfragide / 16:00
23 LISBOA / Sabotage / 23:30
24 LISBOA / Fnac Vasco da Gama / 17:00
28 SINES / Festival Musicas Mundo Sines / 20:00
29 CASCAIS / Fnac Cascais / 22:00
30 ALMADA / Casa da Cerca / 21:30
31 OEIRAS / Fnac Oeiras / 18:00
 
Senhores de uma música requintada, os “a Jigsaw” construíram uma sonoridade tão própria, que chamaram a atenção de revistas internacionais tão conceituadas como a francesa Les Inrockutibles que os colocou a par de nomes como Tom Waits, Leonard Cohen ou Nick Cave.

Seguir a agenda em www.ajigsaw.net ou na página oficial do Facebook da banda.

PROGRAMA DE 23/06/16

1 - Monda - Lindo ramo verde escuro
entrevista Jorge Roque (Monda)
2 - Monda - Só uma pena me existe (com Rui Veloso)
3 - João Coração - Abalada farewell
4 - Valter Lobo - Fora do coração
5 - David Fonseca - Ela gosta de mim assim
6 - César Mourão e Luana Martau - Será amor
7 - Fábia Rebordão - Falem agora
8 - Charanga - Charanga da Carolina
9 - Born A Lion - The saving blade
10 - Bússola - One way ride
11 - Sacapelástica - Je t'aime, moi non plus
12 - Plutónio - Tás armado

TNT EM PALCO


ANTÓNIO ZAMBUJO E ORQUESTRA DE GUIMARÃES




















NO SABOTAGE










Qui. 23 Jun. 22h30
WH! apresenta “NATURAMA #05”:
THE WEATHERMAN + LUCKY LUPE (BR) + NUNO DO ROQUE & DAVID POLIDO DJ SET

The Weatherman está de volta com novo álbum. “EyeGlasses For The Masses”, o quarto disco da sua carreira, é apresentado pela primeira vez em Lisboa, hoje, quinta-feira, 23 de Junho, no Sabotage. Integrado na NATURAMA #05, noite de curadoria entre a WH! e o Sabotage Club, o concerto de lançamento de “Eyeglasses For The Masses” conta com primeira parte de Lucky Lupe, duo instrumental com influências do indie rock, post-rock e prog-pop, liderado por David Ferreira (You Should Go Ahead), actualmente a residir em São Paulo. Depois dos concertos, a festa continua com os DJs Nuno do Roque e David Polido, até às 4 horas.  
 
Evento
Entrada: 6€ com oferta de 1 imperial.

Sex. 24 Jun. 22h30
SUPER BOCK SUPER ROCK - ROCK ON! PARTY:
EQUATIONS + PISTA + NUNO CALADO & DAVID POLIDO DJ SET

Em parceria com o Super Bock Super Rock, o Sabotage Club convidou os Equations e os PISTA para a "Super Bock Super Rock - Rock On! Party", que acontece a três semanas do festival - esta sexta-feira, 24 de Junho, no Sabotage. Os PISTA (que fazem parte do alinhamento do Palco Antena 3, no dia 15 de Julho) têm honras de abertura, seguindo-se os Equations, que só vão poder ver mesmo no Sabotage. Depois dos concertos, Nuno Calado (Antena 3) e David Polido trazem música fresquinha para a pista de dança, até às 6h da madrugada. Podíamos chamar-lhe uma "warm-up party", mas não estamos aqui para aquecer. Isto já é a festa. Rock On!

Evento
Entrada: 4€ com oferta de 1 imperial

BATIDA AO VIVO









Pedro Coquenao já apresentou o seu show, que junta música, dança e vídeo, em algumas das maiores salas e festivais do mundo, já esteve em Glastonbury, Roskilde, Eurockeennes, Lowlands, Transmusicalles ou na Bercy Arena a abrir para o Stromae, nomeando alguns.

Mas ainda há muitos palcos para pisar como o Okay Africa Summerstage no "Central Park" em Nova Iorque, uma estreia, mas também há repetições porque no final desta semana fará a segunda passagem consecutiva pelo Festival Glastonbury.

Aqui ficam as próximas datas:

JUNHO
24 - Festival Contra a Corrente, Montemor o Novo, PT

25 - Glastonbury Festival - Glastonbury, UK

JULHO
1 - Batida Dj Set - Disco Boutiq - Nairobi, KE
14 - Batida DJ Set - Picnic Sessions - Madrid, ES
16 - Batida "Uma Lata" DJ Set - Super Bock Super Rock - Lisboa, PT
17 - Barbican Walthamstow Garden Party - Londres, UK

21 - Konono Nº1 meets Batida - Pirineos Sur - Lanuza, ES
22 - Music I Lejet Festival - Tisvildeleje, DK
29 - Konono Nº1 meets Batida - FMM Sines, PT



AGOSTO

14 - Summerstage Festival - Central Park - Nova Iorque, USA
20 - Chipre TBA

SETEMBRO
2 - Kerveguen - Ilha Reunião, RE
3 - St Pierre - Ilha Reunião, RE
17 - Canárias TBA
24 - Konono Nº1 meets Batida - Festival Île de France - Paris, FR
25 - Espanha TBA
29 - França TBA
30 - França TBA

Mais a serem anunciadas em breve.

Em algumas destas datas, Batida partilha o palco com os Konono Nº1, onde juntos apresentam ao vivo o novo disco: “Konono Nº1 Meets Batida”.

O disco saiu em Abril deste ano, foi gravado na íntegra na garagem que utiliza como base e foi muito bem recebido pela imprensa no mundo inteiro, em publicações como a Wire ou a Uncut.

Nos Estados Unidos chegou a número um na CMJ, a tabela das rádios universitárias americanas.

Em Portugal vamos poder ver e ouvir o resultado desta colaboração, no dia 29 de Julho no Festival de Musicas do Mundo em Sines.

quarta-feira, 22 de junho de 2016

PROGRAMA DE 22/06/16

1 – Criatura – Pastor sem cajado
2 – Marafona – Chula da alvorada
3 – Retimbrar – Voa pé
4 – Ai! – A azeitona por ser preta
5 – Amélia Muge – Tenho uma cabra cabrita
6 – Sónia Oliveira – Lembra-me um sonho lindo
7 – João Coração – Muda que muda
8 - Valter Lobo - Fora do coração

9 – Zé Trigueiros – Chetland chords
10 – Homem Em Catarse – Teremos sempre paris
11 – Coclea - Love
12 – Fazenda – O canto da viagem
13 – Palankalama – Esmeralda
14 – Filho Da Mãe – Um dedo menos
15 – Grutera - Eva

JOANA BARRA VAZ COM DISCO A ROMPER

03 de Julho - Festival Silêncio, Lisboa (a solo)
29 de Julho - Cântico das Sereias, Ílhavo
27 de Agosto - Casa da Cerca, Almada

Depois de “Tanto Faz” com Selma Uamusse e de “A Demora”, Joana Barra Vaz revela Suite I: “Maré” “Suspensão” “A Demora” e “Sol Que Aquece (Barbados)” — os primeiros quatro temas do aguardado LP “MERGULHO EM LOBA”.

Há em “MERGULHO EM LOBA” três suites que sustentam o disco e onde as canções seguem sem paragem entre elas. Suite I não é excepção convidando-nos, num só fôlego de 12 minutos e 37 segundos, a iniciar esta escuta.

"MERGULHO EM LOBA” chega em Setembro de 2016 e foi gravado no Estúdio Iá por Bernardo Barata, em Alvito por Luís Nunes, na SMUP e Estaminé por Joana Barra Vaz.

JOANA BARRA VAZ estreou-se em disco em 2012 com o EP f l u me: ‘Passeio Pelo Trilho’, cujo single ‘Vai’ marcou presença na compilação Novos Talentos FNAC’12. Tem colaborado musicalmente com José Joaquim de Castro, Tv Rural, Bernardo Barata e, recentemente, com Ricardo Jacinto em PARQUE.

Paralelamente, é realizadora de vídeos e do documentário “Meu Caro Amigo Chico” (2012) e co-fundadora do arquivo web “A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria”.

Mergulhem no site oficial em JOANABARRAVAZ.COM
http://www.joanabarravaz.com
http://www.facebook.com/joanabarravaz/
 

SOL DA CAPARICA














6 Novos artistas no programa d´O Sol da Caparica
Jimmy P, Os Azeitonas, The Black Mamba, Keep Razors Sharp, Valete e Capitão Fausto.

A diversidade ganha ainda mais força no cartaz do Sol da Caparica

O Sol da Caparica tem novidades frescas: um conjunto de nomes que remata da melhor forma o cartaz da edição 2016 que acontece entre 11 e 14 de Agosto próximo. Os artistas: Os Azeitonas, Valete e Jimmy P e as bandas: The Black Mamba, Keep Razors Sharp e Capitão Fausto levarão rimas de eletricidade, grooves e canções, juventude e experiência, rock, rap, soul e pop até ao mais português evento deste Verão.

Em tempos fez-se campanha a favor da inclusão em Portugal com um slogan que ficou para a história: "todos diferentes, todos iguais". No cartaz d'O Sol da Caparica também são muitas as diferenças, com cada artista e cada banda a levar para o palco uma identidade própria, um som distinto, canções que não se confundem com as do lado: todos são diferentes e todos são também iguais no empenho que colocam nas suas prestações ao vivo. É que além de artistas com obras gravadas que têm merecido os mais variados aplausos, todos eles são igualmente verdadeiros furacões em palco, responsáveis por concertos de primeira onde quer que se apresentem.

Os Azeitonas: cantar histórias

"Cinegirassol" é o título da mais recente criação dos Azeitonas de Miguel Araújo, Mário Brandão, Luísa Barbosa e João Salcedo. Marca o regresso aos palcos com as canções incríveis que foram espalhando por cinco álbuns ao longo da última década e que muita gente considera determinantes para o presente de harmonia que actualmente existe entre público e canções cantadas em Português.
Já se sabe que vamos todos ver os aviões com Os Azeitonas que vão celebrar a língua portuguesa num palco para onde convocam uma singular experiência que tem sido marcada por prémios e distinções variadas.
 
Valete: homem de palavra

É um dos mestres máximos da palavra rappada em português, um veterano deu à história clássicos como Educação Visual e Serviço Público. Mais recentemente, o rapper lisboeta reuniu numa compilação lançada com a revista Blitz uma série de importantes colaborações que foi registando em trabalhos de Capicua ou Dj Ride e Jimmy P, valores seguros que também fazem questão de ter Valete por perto. E enquanto não chega o seu tão aguardado novo trabalho, Valete tem n'O Sol da Caparica mais uma oportunidade de nos revelar o que tem andado a cozinhar no seu laboratório secreto.

The Black Mamba: groove de alma acústica

The Black Mamba é sinónimo de soul, de funk, de suor, de sensualidade, de festa. Trata-se de uma banda que tem no palco o seu habitat natural pelo que cada concerto é sempre um acontecimento. Tudo começou em 2010, quando Pedro Tatanka, Ciro Cruz e Miguel Casais se encontraram. The Black Mamba, nome que batiza o trio e o disco da estreia de 2012, foi a inspiração encontrada para em conjunto provarem do seu próprio veneno. "It Ain´t You" foi o primeiro single que teve reconhecimento imediato por parte das rádios. A verdade é que em tempo record encontraram o seu lugar e instintivamente partiram rumo à internacionalização. Agora, para 2016, há a digressão acústica onde as canções do grupo ganham novas nuances. A verdade é que esta Black Mamba não sabe estar parada.

Capitão Fausto: dias cantados

O novo álbum dos Capitão Fausto, Capitães Fausto Têm os Dias Contados, conseguiu um impacto assinalável: na crítica, nas rádios e no público, o que é perfeitamente compreensível já que este coletivo tem vindo a refinar a sua delicada arte de escrita e entrega de canções. Primeiro foi Gazela e depois Pesar o Sol, duas etapas que lhes valeram cinco anos de muitos concertos, muitos aplausos e canções daquelas que se entranham nos ouvidos sem pedirem licença. Mas que permanecem por mérito próprio: são portuguesas e modernas, elétricas e intensas, honestas e verdadeiras. Como importa.

Keep Razors Sharp: afiados e elétricos

Keep Razors Sharp são Afonso (Sean Riley & The Slowriders), Rai (The Poppers), Bráulio (ex-Capitão Fantasma) e Bibi (Pernas de Alicate), quatro guerreiros elétricos com experiências e paixões diferentes que se uniram para criarem um dos mais potentes discos portugueses deste século, lançado no catálogo da Nos Discos e merecedor depois de uma prensagem em vinil. Ao vivo, Rai, Afonso, Bráulio e Bibi dão o litro e dão sobretudo uma lição de rock and roll sem limites, sem amarras e sem filtros. Vale mesmo a pena ver.

Jimmy P: valorizar a essência

Tudo vale a pena, de acordo com o poeta, se a alma não é pequena. “Valer a Pena” é o título do single que anunciou o álbum Essência a que Jimmy P tem devotado todas as suas energias em 2016. É o terceiro na sua conta pessoal, que já é significativa: o percurso de Jimmy P é longo e sólido e recua mais de uma década até ao projeto Crewcial que editou na pioneira Matarroa em 2003. Em nome próprio, Family First foi o segundo trabalho com que este rapper cimentou a sua carreira a solo, depois da edição de #1 através da estrutura independente Story Tellers. Com Essência nas ruas a sua fasquia que já era elevada subiu ainda mais, com o público a acompanhar sem reservas o seu crescimento artístico. Assim dá gosto!

GNR AO VIVO


CÉSAR PRATA ESTREIA POPULI MUSIC















Dia 30 de junho, pelas 22:00,  César Prata estreia no Teatro Municipal da Guarda o seeu novo projeto.

Populi musica (música do povo) é um projeto que casa a tradição com a modernidade e o velho com o novo, fundindo-se ambos em momentos musicais de descontração, ritmo e dança.

As recolhas da nossa música de tradição oral saem à rua e encontram os ritmos e os sons do nosso tempo. Olham-se, dão as mãos e começam a bailar. Primeiro, hesitantes; depois, com confiança, abraçam-se para uma dança que durará a noite inteira. 
 

terça-feira, 21 de junho de 2016

PROGRAMA DE 21/06/16

1 - Joana Rios - Fado da vida airada
entrevista Joana Rios
2 - Joana Rios . Do fado até mim
3 - João Coração - Sofia
4 - Valter Lobo - Fora do coração
5 - Groove Is Gonna Get You - Reggae woman
entrevista Rui Vale (Groove Is Gonna Get You)
6 - Groove Is Gonna Get You - Tribo urbana
7 - Monda - Lindo ramo verde escuro
8 - Samuel Úria - Ei-lo (com Selma Uamusse)
9 - Diabo na Cruz - Mó de cima

NA CASA INDEPPENDENTE




















Domingo - 26 de Junho
19h - They're Heading West convidam Sérgio Godinho (concerto)

Tem sido bom demais receber They're Heading West e convidados e desta forma assistir ao maravilhoso envolvimento do público nestas tardes especiais de domingo.

They're Heading West convidam este mês Sérgio Godinho - poeta, compositor, intérprete, actor, ou citando uma das suas canções - verdadeiro “homem dos sete instrumentos”.

Nome fundamental da música portuguesa dispensa grandes apresentações. Canções como “Com um brilhozinho nos olhos”, “Dança da velha”, “Liberdade”, “Maré Alta” ou “Arranja-me um emprego”? são eternas e continuam a encantar as gerações mais novas.

 Em palco junta-se a Francisca Cortesão, Mariana Ricardo, João Correia e Sérgio Nascimento para a vigésima sétima sessão de They're Heading West na nossa Casa. 

 Um final de tarde perfeito para dançar e embalar ao som das canções sempre actuais de Godinho encadeadas com as canções de They're Heading West.

Que bom que vai ser!

TWO MIRRORS EM ESTREIA




















Falling é o single de apresentação da banda portuguesa, que conta com um aliado de peso: Tom Coyne reconhecido na indústria musical por trabalhar com artistas de renome mundial como Adele ou Sam Smith. James Borges, finalista do programa The Voice alemão e Jonny Abbey, antigo guitarrista dos Fingertips, formam o dueto Two Mirrors e acabam de lançar Falling, o single de apresentação do novo disco que chega ao mercado em Setembro.

O novo tema foi gravado nos Estúdios Sá da Bandeira, no Porto, e masterizado nos Sterling Sound, em Nova Iorque, por Tom Coyne, um nome conceituado no meio musical por trabalhar com artistas internacionais como Adele, Sam Smith e Amy Whinehouse.

O single de apresentação foi ilustrado num vídeo que tem a cidade do Porto como pano de fundo, produzido pela Ideias com Pernas. O vídeo mistura imagens icónicas da cidade portuense em timelapse e slow motion com um resultado surpreendentemente belo e sedutor.

A produção do álbum dos TWO Mirrors conheceu inspiração em Berlim onde o dueto trabalhou com o produtor Tim Tautorat (The Kooks, Manic Street Preachers, Eagles of Death Metal) nos estúdios de gravação Hansa Tonstudio por onde passaram U2, Depeche Mode e David Bowie.

Os TWO Mirrors são compostos por duas pessoas num único reflexo. James Borges foi finalista do programa The Voice, na Alemanha. Os oito finalistas do programa ingressaram numa tour pela Alemanha, onde James Borges teve a oportunidade de conhecer as maiores salas daquele país. No final da tour foi convidado pela Nelly Furtado para participar em concertos enquanto músico. James tem um espírito aventureiro. Frequentou o conservatório de música em Luxemburgo e França, cantou nas ruas, em bares, casinos e outros espaços em vários países, razão pela qual fala cinco línguas fluentemente. Em 2016 voltou à terra natal dos pais, Portugal, para prosseguir a carreira musical.

No cartão de cidadão é desde sempre visado como João Abrantes mas no universo musical foi batizado de Jonny Abbey. E é neste meio onde se sente um cidadão pleno e livre de amarras comuns. Desce cedo ligado à música, João Abrantes não teve dúvidas em abraçar uma carreira e inscreveu-se em Produção de Tecnologias da Música, na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo, na cidade do Porto. Após concluir a licenciatura Jonny ingressa nos Fingertips onde para além de participar na produção e gravação de temas também pisou palcos distantes e díspares, como na China ou Brasil. Trabalhou ainda com conceituados produtores como Ron Saint-German (Muse, U2, Red Hot Chilli Peppers) ou Safta Jaffery (Muse, Coldplay, Radiohead, The Stones Roses).

Em 2016 os TWO Mirrors vão se fazer à estrada, sentir o público mas sem esquecer o estúdio, o local de composição e produção que vai dando novas formas à silhueta de TWO Mirrors.
 

PIQUENIQUE DANÇANTE SOBRE A RELVA














Piquenique Dançante Sobre a Relva, segunda edição
2 de julho, jardins da Casa Allen / Casa das Artes – Porto

Porque foi um sonho de tarde de verão, no coração do Porto, num jardim em que a harmonia do verde e o som da Música trouxeram momentos únicos, repete-se este ano o Piquenique Dançante Sobre a Relva.

Numa organização que resulta novamente da parceria entre a Direção Regional da Cultura do Norte e a editora Sister Ray, o jardim da Casa Allen/Casa das Artes acolhe esta edição do Piquenique Dançante Sobre a Relva a 2 de julho, sábado, com horário alargado, este ano entre as 11h00 e as 20h00, contando com sete concertos distribuídos por dois palcos, três sets de djing e entrada livre.

Em palco estarão André Carneiro, Desligado, Grainy Detours, O Incrível Homem Bomba, Palace Mémoire, Plax Vaz  & os Kriol’Art  e os The Wild Booze, ficando o djing a cargo de Pedro Tenreiro (Antena 3), Alexandra Gonçalves (Rádio Nova) e do coletivo The Boys Next Door.

Convida-se ao retomar da tradição do almoço de piquenique em família, ao farnel, ao merendeiro e à marmita, pois pretende-se que o Piquenique Dançante Sobre a Relva seja isso mesmo, com famílias, piqueniques e ambiente de festa, onde a música portuguesa crie a predisposição para fruir deste magnífico jardim Portuense. E, quem não levar cesta de piquenique, ou precisar de a complementar, pode contar que haverá comida e bebida para adquirir no local. Piquenique Dançante Sobre a Relva.

2 de julho de 2016, sábado, 11h00 - 20h00, acesso livre
Organização: DRCN/ Divisão de Promoção e Dinamização Cultural e Sister Ray
Produção e programação: Sister Ray
Apoios: PortoLazer, Piu Piu Produções
https://www.facebook.com/events/1643867549268692

CAIXA ALFAMA









Novas Confirmações:

Aldina Duarte
Artur Batalha
Marco Oliveira
Sara Correia

23 e 24 de Setembro, Alfama, Lisboa
www.caixaalfama.pt | facebook.com/caixaalfama

Os melhores e mais reconhecidos intérpretes do género têm passado pelos muitos palcos de Alfama. Em 2016 eles estarão no Palco Caixa junto ao rio, no Museu do Fado no seu auditório e restaurante, no Palco Casa Ermelinda Freitas (Largo das Alcaçarias), na Igreja de São Miguel, no Palco Tofa (Grupo Sportivo Adicense), na Sociedade Boa União, no Centro Cultural Dr Magalhães Lima. Este ano, o Caixa Alfama conta com dois novos palcos situados no Largo da Igreja de Santo Estevão e no Clube Lusitano. O Fado à Janela é já tradição e acontecerá no Largo do Chafariz de Dentro e no Largo de São Miguel.

A 4ª Edição do Festival Caixa Alfama chega já em Setembro e promete contemplar-nos com um dos melhores cartazes de sempre. A comprová-lo apresentam-se mais 4 nomes grandes que irão surpreender Alfama nos dias 23 e 24 de Setembro de 2016: Aldina Duarte, Artur Batalha, Sara Correia e Marco Oliveira.

Aldina Duarte é um nome gigante do Fado. Para além de uma voz soberba e distinta, escreve como ninguém, sendo também cantada por nomes já icónicos do Fado como Camané, Joana Amendoeira, António Zambujo, Ana Moura, Carminho, Pedro Moutinho, Mariza, entre outros. Fadista residente no conhecido Sr. Vinho, Aldina leva também com frequência a sua voz além-fronteiras como uma das grandes referências nacionais. No ano passado regressou com Romance(s), um duplo CD onde se canta um romance escrito em verso por Maria do Rosário Pedreira.

Artur Batalha, fadista consagrado, está de volta ao Caixa Alfama. Ainda a televisão se fazia a duas cores, já Artur Batalha brilhava no seu estilo castiço e contagiante. Batalha, muitas vezes conhecido por “Príncipe do fado”, depois de há uns anos se ter afastado das cantorias, regressou em força para dar vida a um reportório rico e diversificado. No ano passado celebrou 50 anos de carreira.

Marco Oliveira é um dos melhores e mais importantes da sua geração. Músico e intérprete, tem dois discos no seu reportório: “Retrato” e “Amor é água que corre”. O último saiu já este ano e conta uma história de amor e os seus poemas originais encaixam de forma perfeita na obra de alguns dos mais importantes compositores da história da canção de Lisboa. Um nome que, adivinhamos, vai marcar o Caixa Alfama de 2016.

Quem regressa igualmente ao Caixa Alfama é Sara Correia. Muito jovem, tem corrido o país para cantar e encantar sempre com êxito clamoroso. Presença constante no Páteo de Alfama e Casa De Linhares, canta muitas vezes com nomes grandes como Jorge Fernando ou Maria da Nazaré. Aos 13 anos, foi vencedora da Grande Noite do Fado.

Já confirmados

Aldina Duarte, Artur Batalha, Carminho, Gisela João, Fábia Rebordão, FF Fernando Fernandes, Marco Oliveira, Maura Airez, Raquel Tavares e Ricardo Ribeiro, Sangre Ibérico e José Gonçalez, Sara Correia

O bilhete único, já à venda nos locais habituais, tem o preço de 38€, passando a 45€ nos dias do Festival, e deverá ser trocado por pulseira pelo próprio nas bilheteiras do festival sediadas no Museu do Fado, a partir de dia 22 de setembro. Pulseira essa que dará acesso a todos os espaços do Festival até ao limite de lotação de cada um.
 
Os clientes da Caixa Geral de Depósitos terão 10% de desconto nos bilhetes adquiridos com qualquer cartão de débito ou crédito, na bilheteira do Museu do Fado.

Bilhetes

Passe único – 38€ passando a 45€ nos dias do Festival
Troca obrigatória por pulseira pelo próprio nas bilheteiras do Festival / Museu do Fado.

Locais de venda:
Bilheteira do Museu do Fado, www.blueticket.pt - Call Center 707 780 000, lojas FNAC, lojas Worten, El Corte Inglês (Lisboa e V. N. Gaia), Centros Comerciais Dolce Vita, Casino de Lisboa, Galerias Campo Pequeno, Abep, Estações de Correios, www.ctt.pt, lojas Media Markt, Turismo de Lisboa, Delegações ACP, MMM Ticket, C.C. Mundicenter, U-Ticketline, MMM Ticket, www.ticketline.pt - Reservas e informações 1820 (24 horas) | A partir do estrangeiro + 351 21 794 14 00 | Mobilidade Condicionada + 351 21 780 36 70; www.facebook.com/musicanocoracao

FESTIVAL DO CRATO









O Festival do Crato está de regresso em 2016 com um cartaz que aposta em alguns dos melhores projectos da música nacional e internacional, a tradicional Feira de Artesanato e Gastronomia com entrada gratuita, zona de acampamento, palco After-Hours e muita animação!

Este que é um dos maiores eventos realizados no Alentejo vai decorrer de 24 a 27 de Agosto na histórica vila alentejana.

No dia 24 de Agosto será a vez da mestre CAPICUA fazer abanar corpos e consciências com o seu hip hop transversal a todos os públicos e gerações. No mesmo dia, os HMB trazem ao Festival a energia contagiante da soul, do gospel e rhythm & blues com que têm conquistado fãs por todo o país. Os ÁTOA actuam no dia 25 de Agosto e prometem arrasar com esta sua estreia no Festival do Crato.

Estes são os novos nomes confirmados no cartaz do Festival do Crato 2016 que se juntam aos já anunciados ANTÓNIO ZAMBUJO, MIGUEL ARAÚJO, à dupla RICHIE CAMPBELL & ANTHONY B, MATT SIMONS, FRANKIE CHAVEZ, KAISER CHIEFS e ANA MOURA.

Os passes e bilhetes diários já estão à venda nos locais habituais:
passe (4 dias) – 28€
passe (4 dias) com camping ocasional - 32€
Bilhete diário: 24 e 25 de Agosto – 12€ :: 26 e 27 de Agosto – 14€

Bilhetes à venda: www.ticketline.sapo.pt, Fnac, Ag. Viagens Abreu, Worten, A.B.E.P., Casino Lisboa, C. C. Dolce Vita, C.C. Mundicenter, El Corte Inglês e SuperCor, Galeria Comercial Campo Pequeno, MMM Ticket, UTicketline, C.C.B., Time Out Mercado da Ribeira, Shopping Cidade do Porto, Forum Aveiro, Ask Me Lisboa, Balcões dos CTT e em www.ctt.pt

INFORMAÇÃO/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas)

ERRO CRASSO APRESENTA














Concertos ERRO CRASSO

Últimas datas da II época de Concertos RR
Aqui Base Tango, Coimbra

PISTA + 800 Gondomar
25 Junho, 17h

Sábado dia 25, mais uma tarde de luxo no Aqui Base Tango.
Com PISTA e 800 Gondomar.
PISTA
A génese desta banda do Barreiro aconteceu aliando as bicicletas à música, mas a pedalada agora é outra. É rock tropical e bem-disposto, uma comemoração que promete levar o calor do Verão a todas as estações do ano.

Depois do lançamento do EP (“Pista”), em Outubro de 2013, lançaram-se à estrada, apresentaram o single “PUXA”, continuaram as viagens de norte a sul do país, entre bares, clubs e os mais diversos palcos e fazem agora nascer o primeiro álbum, “Bamboleio”.
800 Gondomar
A abrir teremos os 800 Gondomar, os veteranos mais novatos da cena garage rock nacional.

Nomeados a “banda mais perigosa da sua freguesia”, principalmente por causa do olhar matador do Fred, os 800 surgiram no meio de toda a aura suburbana, para levar a sua paz e amizade a todos os cantos do país.

segunda-feira, 20 de junho de 2016

PROGRAMA DE 20/06/16

1 - Anaquim - Cabeça de vento
2 - SongBird - Carolina
3 - Carlos Martins - Oásis
4 - Quinta-Feira 12 - Madrasta (feat Fuse)
5 - Maze - Moinhos de vento
6 - Valter Lobo - Fora do coração
7 - João Coração - Cadeiras ocidentais

CASA BRANCA (Frederico Pulga)
8 - Ondness - Innit
9 - Non Gravity Area - Youngest journey
10 - Apoca-Lips - Musky tusk

11 - Cais Sodré Funk Connection - I'm gone
12 - Rui Maia - Everything is changing
13 - António Bastos - Misirlou (ft Paulo Bastos)

THEN THEY FLEW COM NOVO VÍDEO

Após uma recepção carinhosa e calorosa do primeiro álbum, "Stable as the Earth Stops Spinning", pela comunidade post-rock de todo o mundo, os Then They Flew lançam um novo vídeo, realizado e editado por Ricardo Almeida.

"Após a gravação do álbum, a banda viveu uma certa incerteza com a troca de elementos e a procura de um sítio próprio. Resolvemos fazer algo que simbolizasse o fim desse processo e começo de um caminho estável. A decoração do nosso espaço em construção batia certo com o carácter sombrio da Owls. Curiosamente, Owls foi o primeiro tema composto em conjunto pela banda e aquele que fecha o álbum. O vídeo regista a última vez que o Tiago tocou connosco e foi gravado e editado pelo Ricardo, que tomou o seu lugar na banda. Integram no vídeo os membros fundadores, Bernardo e Marcos, o Gonçalo que já toca connosco há algum tempo, e o Pedro na bateria. Este vídeo é um presente de despedida para o Tiago que partilhamos convosco. Mas tenham atenção às corujas, elas não são o que parecem."

Contact:
https://thentheyflew.bandcamp.com/
 

CUCA ROSETA AO VIVO




















Cuca Roseta é uma das mais marcantes e reconhecidas vozes do Fado da atualidade. Quis o destino que o seu primeiro disco fosse produzido por um dos mais célebres e aclamados produtores do mundo - Gustavo Santaolalla - detentor de vários Óscares e Grammy's. A entrada no fado e na música não podia ter sido feita de melhor forma. Cuca viria assim a afirmar-se e destacar-se no panorama da canção nacional. O sucesso foi tanto que viria a ser largamente referida nos media nacionais e internacionais. No mesmo ano, também Cuca Roseta foi a artista de destaque no prestigiado filme de Carlos Saura – “Fados”. E como sobreviver num segundo disco a tanto reconhecimento? Quis Cuca Roseta ir mais longe e fazer algo diferente, mostrando mais do seu “outro lado”, o lado da composição. Assume assim o risco de escrever e assinar a maior parte das letras e músicas em “Raiz”,risco esse que foi tão bem-vindo! A fadista viria a destacar-se através da interpretação de repertório próprio. O risco passou a ser uma afirmação e o talento artístico de Cuca Roseta viria a ser reconhecido para além do seu canto. Com “Raíz” percorre o país e o mundo mostrando a sua voz e toda a sua arte, tendo atuado nos principais palcos nacionais e internacionais. Em Maio deste ano edita “Riû”, com mais um “trunfo na manga”: a produção de um disco pela mão do célebre Nelson Motta, intitulado no Brasil como o “Papa” da música. O talento de Cuca Roseta viria a despertar em Motta a vontade de regressar a estúdio, após um interregno de mais de 10 anos, onde, segundo o próprio, nunca admitiria voltar a gravar. Cuca consegui-o. O talento de Cuca falaria mais alto. Jornalista, compositor, produtor, Nelson Motta produziu e fez carreiras de nomes como Elis Regina, Marisa Monte, Djavan, Gal Costa, Daniela Mercury entre muitos outros. Em “Riû” Cuca Roseta dá mais um importante salto na sua carreira, faz parcerias e canta temas originais de Djavan, Ivan Lins, Jorge Drexler, Sara Tavares, Jorge Palma, Sara Tavares, Pedro Jóia e Mario Pacheco. Em muitos dos temas de “Riû”, Cuca Roseta cruza a sua escrita com grandes compositores, chegando também a cantar um dueto com Djavan. Com “Riû” cuca faz mais de 50 espetáculos nos últimos três meses em Portugal e no mundo e recebe as melhores críticas dos media. E o seu “Riû” não pára de correr. Cuca Roseta é uma artista que na melhor definição da palavra revela um talento, uma voz e uma coragem invulgar. Cuca vê no fado a sua maior paixão e é essa mesma paixão que quer mostrar ao mundo. Com Cuca Roseta, tudo flui, tudo é encantador e o fado, esse, parecer ter mais vida.

CUCA ROSETA & QUARTETO DE CORDAS TRINDADE
24 DE JUNHO | 21:30H

GRANDE AUDITÓRIO DO EUROPARQUE
TIPO: FADO

BILHETES: 8€

BILHETES À VENDA: BOL, FNAC, CiRAC, Europarque, Posto de Turismo de Santa Maria da Feira

DESTAQUES DA SEMANA

SANTO NO ALTAR

FORA DO CORAÇÃO - Valter Lobo
(do disco "Mediterrâneo" que sai em setembro)

Para ouvir todos os dias desta semana


DISCO RECORDAÇÃO

MUDA QUE MUDA - João Coração
(2009, FlorCaveira)

Para ouvir um tema diferente todos os dias desta semana

domingo, 19 de junho de 2016

13 FADOS 25/2016 (19JUN)

Três temas novos e nada de novo no número um

Sairam:
MELBOURNE - Ditch Days
UNICÓRNIO DE STA. ENGRÁCIA - Linda Martini 
FORA DE MIM - Pro'Seeds com Expeão

Aproximam-se:
BIG PULSE WAVES - Whales
MOINHOS DE VENTO - Maze
BANGLES - Minta & The Brook Trout


13 (03) 03 BANDIDA - Senhor Vulcão
12 (13) 02 FEVER - Marvel Lima
11 (10) 06 A DEMORA - Joana Barra Vaz
10 (--) 01 DON'T WANNA BE IN LOVE - Los Waves
09 (--) 01 A SOMBRA - Orelha Negra
08 (08) 12 AMANHÃ TOU MELHOR - Capitão Fausto
07 (12) 10 THEY ARE COMING - The Twist Connection
06 (07) 08 GREETINGS - Sean Riley & The Slowriders
05 (--) 01 INSOMNIA TRAP - Daily Misconceptions
04 (04) 02 ABOVE THE WALL - You Can't Win, Charlie Brown
03 (05) 03 DO YOU NO WRONG - Richie Campbell
02 (02) 19 MIRAGEM - Peixe : Avião
01 (01) 09 DOU-ME CORDA - Samuel Úria

Samuel Úria na liderança pela terceira semana

Entre todos os votantes temos dois premiados
JOÃO SANTOS
PEDRO PEREIRA
que serão contactados para o email de onde enviaram as votações

Votem, enviando 5 temas de bandas/artistas diferentes
para santosdacasa(a)ruc.pt
ou então por mensagem privada
para o facebook do santos da casa
e podem ganhar prémios

Nova tabela (26/2016) a 26JUN

ESTA SEMANA NO SANTOS DA CASA














Entrevistas:

16.06.21 19h30 - G.I:G.G.Y.
16.06.23 19h00 - MONDA
16.06.24 19h00 - QUINTA FEIRA 12

Para ouvir nos 107.9fm da Rádio Universidade de Coimbra ou em emissao.ruc.fm

sábado, 18 de junho de 2016

PROGRAMA DE 18/06/16

1 - Deolinda - A velha e o dj (com Riot)
2 - Grove Is Gonna Get You - Reggae woman
3 - Saturnia - The reak high
4 - Smartini - Liquid peace
5 - Whales - Big pulse waves
6 - The Weatherman - A kind of a bliss
7 - Salvador Sobral - Excuse me
8 - Daily Misconceptions - Insomnia trap
9 - Stereoboy - Naked
10 - Manuel Fúria e os Naufragos - 20 000 naves
11 - X Lim - Crescer
12 - Heróis do Mar - O inventor
13 - Pista - 3-0

sexta-feira, 17 de junho de 2016

PROGRAMA DE 17/06/16

1 – Sean Rilley & The Slowriders - Dili
2 – The Lemon Lovers – Cosmic lovers
3 – Evols – On the road
4 – Eggbox – Slowdown
5 – Inmyths – Chasing dreams
6 – Bússola – Looking for you
7 – Stereoboy – Empty noise
8 – Daily Misconceptions – Insomnia trap

9 – Minta & The Brook Trout – Bangles
10 – Golden Slumbers – The hunt
11 – Vaarwell – Branches
12 – Old Jerusalem – A charm
13 – They’re Heading West – Buzz (c/ Afonso Cabral)
14 - The Loafing Heroes – O outro lado

O ARQUIVO DIGITAL SONORO DO MUSEU DO FADO E A NOVA EDITORA













A publicação on-line do Arquivo Sonoro Digital em acesso integral representa um momento histórico. Esta é a primeira colecção de fonogramas disponível on-line, a partir de um dos maiores acervos de fonogramas existente no país.

Consubstanciando um dos compromissos estratégicos do Plano de Salvaguarda da candidatura do Fado à Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade (UNESCO), o Arquivo Sonoro Digital do Museu do Fado disponibiliza on-line os registos sonoros dos fados gravados desde o início do século XX.

Desenvolvido através de uma parceria entre o Museu do Fado (Câmara Municipal de Lisboa – EGEAC) e o Instituto de Etnomusicologia (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas -Universidade Nova de Lisboa), o Arquivo Sonoro Digital reúne milhares de registos de fados gravados, desde o início do século XX, consubstanciando-se no maior repositório histórico do som existente em Portugal.

Alojada no site do Museu do Fado, a base de dados do Arquivo permite a pesquisa remota, através da internet, de milhares de registos sonoros desde o início do século, até à implementação da gravação eléctrica, facultando a pesquisa integrada por intérprete e repertório.

Gravados em Lisboa, Porto, Paris, Berlim ou Rio de Janeiro - acusticamente ou em gravação eléctrica (posterior a 1927) - estes discos circularam e foram comercializados em Portugal entre 1900 e 1950.

Gradualmente, o Arquivo Sonoro Digital integrará ainda o registo das gravações existentes em diferentes colecções, públicas e privadas, junto das quais se procedeu a inventários preliminares no quadro da candidatura do Fado à Lista Representativa do Património Cultural Imaterial (UNESCO). Neste domínio, a identificação sistemática de acervos relevantes para o estudo do Fado, na posse de distintas instituições, que o Museu do Fado e o Instituto de Etnomusicologia têm desenvolvido, permitiram já identificar mais de 30.000 repertórios associados ao Fado.

http://www.museudofado.pthttp://arquivosonoro.museudofado.pt

Museu do Fado cria editora discográfica

Desde a sua inscrição na Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade (UNESCO) o Fado regista indiscutivelmente uma dinâmica crescente e uma presença marcante no conjunto da vida cultural portuguesa.

Casa-mãe da candidatura o Museu do Fado tem implementado as linhas estratégicas de preservação e promoção do património do Fado.

Neste contexto apresenta no dia 17 de Junho dois projectos cruzando duas dimensões distintas: o Arquivo Sonoro Digital – um projecto inédito de preservação do património histórico fonográfico português - e a editora Museu do Fado Discos - uma label com os olhos postos no terreno e na criação artística contemporânea.

A nova editora discográfica proporcionará aos artistas a possibilidade de editar um disco em nome próprio, um cartão-de-visita com o qual se possam afirmar nacional e internacionalmente.

Através de uma parceria fundamental com a FNAC - que garante a promoção e distribuição dos discos, vendidos em exclusivo nas lojas FNAC e na loja do Museu do Fado - a nova editora Museu do Fado Discos será uma label:

Atenta aos novos valores, mas aberta a todas as gerações;
Apostando em projectos pioneiros, sem deixar de privilegiar a preservação do património fonográfico;
Promovendo gravações históricas a partir do acervo riquíssimo das colecções do Museu;
Aberta, sempre que possível, à Universidade trazendo, através do Instituto de Etnomusicologia (FCSH - Universidade Nova de Lisboa) os alunos de pós graduação para acompanharem o processo de gravação, fazendo da nova label um laboratório de ensaio de metodologias e boas práticas de gravação;
 
JOSÉ MANUEL NETO -TONS DE LISBOA
A estreia da etiqueta Museu do Fado Discos faz-se com o álbum Tons de Lisboa do guitarrista José Manuel Neto, o mais brilhante guitarrista de fado da actualidade.

A estreia da etiqueta Museu do Fado Discos faz-se com o álbum Tons de Lisboa do guitarrista José Manuel Neto, o mais brilhante guitarrista de fado da actualidade.

Dotado de uma técnica evoluída e com uma sensibilidade e uma criatividade únicas, está na linha dos fora de série que têm escrito a história da guitarra portuguesa, como Armandinho, Jaime Santos ou José Nunes. Tem desenvolvido, dentro dos cânones do fado, um estilo próprio marcado pela fluidez, versatilidade e simplicidade frásica que caracteriza a melhor música popular.

Começou a tocar guitarra portuguesa com apenas 15 anos e destaca-se, entre os intérpretes, como um dos instrumentistas mais requisitados no acompanhamento de fadistas, em espectáculos e gravações de discos.

Em 2004 a Casa da Imprensa entregou-lhe o “Prémio Francisco Carvalhinho”, atribuído ao melhor instrumentista e em 2008 é distinguido pela Fundação Amália Rodrigues com o “Prémio Melhor Instrumentista”.

FÁBIA REBORDÃO - "FALEM AGORA"

seBENTA AO VIVO














FESTIVAL FAZ MÚSICA
18 DE JUNHO, Av. da Liberdade, 22h00
RAIO-X é o álbum de 2016 dos seBENTA - uma radiografia que mostra a banda no seu melhor…O melhor do rock, como resultado da experiência e da paixão que os elementos dos seBENTA foram incorporando neste projecto.

Estando sempre junto dos seus fãs, é ao vivo que os seBENTA partilham o sentimento de união, provocando uma celebração total com o público, e nos foram habituando a seguir as suas canções como “Bem", Pensando Assim”, "Ver Vamos", "Balas de Prata", fazendo dos seus concertos momentos únicos e imperdíveis.
A sua história é hoje maior que ontem, porque acreditar é mais que tudo… É ir até ao fim do mundo!

Para ver ao vivo no Festival Faz Música, no dia 18 de Junho, na Av. da Liberdade, pelas 22h00, as músicas de RAIO-X, e muito mais...

SOL DA CAPARICA












Quando se pensa na maravilhosa relação da língua portuguesa com a música não é possível contornar o enorme contributo oferecido pelo Brasil a esse já tão frutífero namoro. Na verdade é mesmo possível falar num diálogo musical entre Brasil e Portugal que dura já há décadas: influências que se trocam, de Chico e Caetano, de Amália e Carlos do Carmo, diálogo entre géneros, Boss Ac a cantar com Gabriel o Pensador, Marcelo D2 a trocar rimas com Dengaz. Os exemplos são intermináveis.

Este ano, o Brasil volta a encontrar espaço no cartaz d'O Sol da Caparica, com a prestação de O Rappa, projecto que há mais de duas décadas usa uma mistura de rock, reggae e rap para transmitir mensagens carregadas de força. Depois há que contar com a apresentação da Roda de Choro de Lisboa, um dos segredos mais mal guardados da capital, verdadeira instituição de celebração da cultura brasileira. E ainda há o espectáculo com que Cristina Branco e Mário Laginha, voz e piano de referência na música portuguesa, prestam homenagem a Chico Buarque, sem dúvida um dos maiores expoentes nessa arte de casar o português com a música

RODA DE CHORO DE LISBOA: BALANÇO DOCE

Nuno Gamboa (Violão de 7 cordas), Eduardo Miranda (Bandolim), Carlos Lopes (Acordeão), Alexandre Santos (Percussão) e João Pedro Santos (Clarinete) são os chorões que compõem este coletivo e que prometem uma extravagante viagem sonora, desde o corridinho ao fado, até à música de Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo e muitos outros.

CHICO BUARQUE POR CRISTINA BRANCO E MÁRIO LAGINHA: VÉNIA SENTIDA

Cristina Branco e Mário Laginha são dois dos mais respeitados nomes do vasto universo da música portuguesa, donos de duas carreiras muito distintas, mas que primam ambas pela qualidade extrema tendo o condão de conseguirem ambas equilibrar os mais efusivos aplausos da crítica e, por outro lado, o mais consistente respeito do grande público traduzido em discos vendidos e concertos esgotados.

quinta-feira, 16 de junho de 2016

PROGRAMA DE 16/06/16

1 – Vircator – Tunguska
2 – Urso Bardo – Journey back
3 – Lodo – Pele
4 – Máquina Del Amor – Bounce embora, part II
5 – Homem Em Catarse – Teremos sempre paris
6 – Palankalama – Esmeralda
7 – Daily Misconceptions – Insomnia trap
8 – Stereoboy – VCI

9 - Box 2 Box – Waterfall
10 – Emmy Curl – Amory
11 – Ladybug – Cashmire
12 - ((Asa)) – Aurora
13 – Best Youth - Red diamond

LADO ESQUERDO AO VIVO

ARARUR COM NOVO SINGLE














Os Ararur, banda portuguesa de jazz com afinidade com o universo da world music e da música improvisada lança “Ela”, cartão de visita de um novo disco a ser editado ainda este ano com o selo da Music For All.
Este será o sucessor do registo de estreia editado em 2013, que lhes valeu a conquista do prémio de “Melhor Álbum de Jazz Vocal” nos Independent Music Awards, perante um ilustre painel de jurados ligados ao mundo da arte.

BLAZERDOG EDITAM SINGLE









Os Blazerdog lançam este sábado o single de estreia "GENTLE CRY" Será lançado em plataformas digitais como Spotify, Deezer, iTunes e Meo Music.

A mistura de acordes entre indie, rock progressivo ao grunge leva a que banda apresente um tipo de música única de originais.

O grande objetivo da banda é fazer com que a música seja escutada com a intensidade pretendida, para isso recorrem á contrução de um determinado tipo de som que dá voz aos sentimentos.

"Gentle Cry" (ouvir aqui)

MAGAFEST 2016












MAGAFEST 2016  está aí!

Que depois do sucesso da primeira e segunda edição, o festival de celebração das MagaSessions regressa dia  10 de setembro, das 18h às 2h no Palácio Sinel de  Cordes.
 
O MAGAFEST 2016 é um festival de música alternativa e de autor que, este ano,  traz para o palco  Tó Trips & João Doce, Selma Uamusse, Norman, Carlos Bica & Jim  Black, Alek Rein, Madalena Palmeirim, Sopa de Pedra, Abysmo Speed Date e Tra$h Converters.
 
Os concertos vão encher o terraço do palácio, mas não só. Continuam pelo Salões do palácio por onde ainda nos vamos cruzar com os autores da Abysmo e de outras editoras independentes. Projectos curiosos como a Abysmo Speed Date e os Tra$h Converters vão modelar o ambiente pelo interior do palácio.
 
Vai ser um dia para celebrar as  MagaSessions -  sessões musicais que acontecem desde  2012 no Saldanha, com curadoria e na casa de Inês Magalhães. Um espaço invulgar de concertos únicos e íntimos, onde músicos já estabelecidos no panorama musical português, bem como novos talentos que fazem a sua estreia na casa, apresentam aos convidados as mais diversas experimentações sonoras.
 
Fizeram parte do cartaz, em 2015, Norberto Lobo & Carlos Bica, Filho da Mãe, Lula Pena,  Silence Is a Boy, Minta & The Brook Trout, Garcia da Selva, Simão e Jibóia.
O  MAGAFEST 2016  acontece no  Palácio Sinel de Cordes espaço c.omandado pela Trienal de Arquitectura, que aceitou de braços abertos receber, na sua casa, a  celebração das MagaSessions.
Faltar é perder!
Os bilhetes são 20 euros e estarão  à venda nas plataformas MagaSessions, na Ticketline e Live Event Ticketing.

Palácio Sinel de Cordes
Trienal de Arquitectura de Lisboa
Campo de Santa Clara, 142-145

Transportes

Metro:
Estação Santa Apolónia a 7 minutos a pé

Autocarros:
734 (Sta. Apolónia - Martim Moniz, paragem Mercado de Santa Clara - Feira da Ladra)
712 (Sta. Apolónia    Alcântara, paragem Campo de Santa Clara)

Elétrico:
28 (Estrela - Graça) a 5 minutos a pé


VALTER LOBO A PREPARAR DISCO NOVO









"Hoje vou disponibilizar “Fora do coração”, o primeiro tema de avanço do meu primeiro disco “Mediterrâneo” que será editado em Setembro.
 
É nesta sensação e posição geográfica que se centrou a temática e sonoridade das canções.
 
Ora mais serena e romantizada quando a mente se ilude com a busca de paz e o corpo de um calor ameno, ora mais revoltada quando me deixo invadir pelo sofrimento a que assisto amordaçado.

No fim de contas, trata sempre de uma fuga à realidade, rotineira ou de guerra. 
As duas perspectivas estarão bem patentes.

Tenho o maior gosto em partilhar convosco em primeira mão a informação e o tema que vai começar a passar em várias rádios a partir de hoje."
 
Valter Lobo
 

PLANO Z COM EP A REBENTAR

















Os Plano Z começaram no final de 2014, e são uma banda formada em Coimbra por João Gaspar e Diogo Silva, dedicada ao pop/rock/rap com temas originais em português.

Inicialmente com uma formação de 5 membros, deram-se os primeiros concertos (Coimbra, Oliveira do Hospital). Por motivos profissionais, vários membros foram fazendo parte do projecto, existindo alguma rotatividade.

Ainda assim o projecto avança e actualmente os Plano Z são constituídos por:

João Gaspar – Voz RAP
Hugo Bragança – Voz
Luís Oliveira – Guitarra
Diogo Silva – Baixo/Programação

No final de 2015, entram para estúdio para a gravação dos primeiros temas, recorrendo aos estúdios Submarine Sound Studios, localizados em Coimbra, e ao produtor João Santiago, de forma a permitir a edição do seu primeiro EP “Porto Seguro”.
 
https://www.facebook.com/PlanoZOficial/


GALO CANT´ÀS DUAS AO VIVO









A agenda contínua a somar datas e desta vez o Galo está de partida para a região da grande Lisboa.

Com uma primeira paragem em Montemor o Novo para o Festival Cidade Preocupada, o projecto conseguiu garantir uma semana bastante agitada em concertos que apostam na relação de proximidade com o público.

Este período servirá ainda para colocar no palco as ultimas ideias antes de partirem para a gravação daquele que será o primeiro trabalho discográfico da banda, após a edição do DVD com a performance realizada no Carmo81 em Viseu.

15 | Oficinas Do Convento | Festival Cidade Preocupada
16 | EKA Palace
17 | CortoMundo
18 | Gira Discos
22 | Livraria Ler Devagar
23 | A.c. Miau

15 | Oficinas Do Convento | Festival Cidade Preocupada
16 | EKA Palace
17 | CortoMundo
18 | Gira Discos
22 | Livraria Ler Devagar
23 | A.c. Miau

O sucesso alcançado nos últimos tempos, garantiu já a presença nos Jardins Efémeros de Viseu.

FESTIVAL DE METAL DA MALVEIRA









Realiza-se no próximo dia 5 de novembro na Malveira (concelho de Mafra, distrito de Lisboa) o primeiro festival de Metal alguma vez realizado naquela localidade, designado Oeste Underground Fest.

De cariz solidário, dado que visa auxiliar os bombeiros locais, o evento será totalmente constituído por bandas portuguesas praticantes da melhor música pesada que atualmente se faz em Portugal.

O cartaz já se encontra fechado e inclui algumas das melhores propostas que o som pesado nacional tem hoje para oferecer, entre bandas consagradas e novas promessas. Como cabeças de cartaz temos os Serrabulho, antecedidos pelos Terror Empire, Destroyers of All, Terror Impire, Brutal Brain Damage, Derrame, Burned Blood, Verme e Enblood, num pacote de luxo que sem dúvida irá satisfazer os fãs de Metal e Hardcore. Nas próximas semanas serão dadas a conhecer as últimas quatro bandas que constituem este cartaz de 12 grupos.

A organização pretende realizar um evento de elevada qualidade, com forte impacto económico na área geográfica em que se insere, mas também conquistar o seu espaço no mapa dos festivais underground em Portugal. Aliás, a realização anual do evento é uma possibilidade que os organizadores não descartam.

A partir da segunda semana de julho os ingressos para o Oeste Underground Fest poderão ser adquiridos antecipadamente na Glam-O-Rama (Lisboa), Carbono (Amadora), Bunker Store (Porto), Old Skull Inn (Viseu) e noutros locais a anunciar brevemente. Os bilhetes custam 8€, podendo também ser adquiridos no local.

Mais novidades em breve.

OUT.RA APRESENTA

CAIXA ALFAMA 2016









Programação completa do Palco Casa Ermelinda Freitas no Largo das Alcaçarias

Fábia Rebordão, Sangre Ibérico & José Gonçalez juntam-se ao já anunciado FF Fernando Fernandes
23 e 24 de setembro, Alfama, Lisboa
www.caixaalfama.pt | facebook.com/caixaalfama

Os melhores e mais reconhecidos intérpretes do género têm passado pelos muitos palcos de Alfama. Em 2016 eles estarão no Palco Caixa junto ao rio, no Museu do Fado no seu auditório e restaurante, no Palco Casa Ermelinda Freitas (Largo das Alcaçarias), na Igreja de São Miguel, no Palco Tofa (Grupo Sportivo Adicense), na Sociedade Boa União, no Centro Cultural Dr Magalhães Lima. Este ano, o Caixa Alfama conta com dois novos palcos situados no Largo da Igreja de Santo Estevão e no Clube Lusitano. O Fado à Janela é já tradição e acontecerá no Largo do Chafariz de Dentro e no Largo de São Miguel.
 
Um dos palcos da 4ª edição do Caixa Alfama já tem o seu cartaz completo. Para o Palco Casa Ermelinda Freitas, situado no típico Largo das Alcaçarias juntam-se ao já anunciado FF, José Gonçalez & Sangre Ibérico e Fábia Rebordão.

Fábia Rebordão é uma das novas vozes a que todos devem atentar. Descoberta pelo nome grande do fado – e de outras canções – Jorge Fernando, estreou-se com 'A Oitava Cor'. No disco, Fábia, prima de Amália, mostra 16 fados, alguns compostos pela própria, e dois duetos. As músicas são invariavelmente da sua autoria ou de Jorge Fernando, bem como algumas letras, e contam ainda com poemas de Aldina Duarte ou Manuela de Freitas. 2016 será ano de novo álbum que terá novos temas apresentados na edição de 2016 do Caixa Alfama.
 
José Gonçalez & Sangre Ibérico preparam um concerto único e especial para a edição do Caixa Alfama de 2016. Será um concerto exclusivo para o Festival, pensado especificamente para este evento. Estão previstas algumas surpresas, e alguns momentos "Improváveis".

Saídos da ultima edição do Got Talent Portugal, os Sangre Ibérico revelaram-se um dos mais interessantes projetos musicais surgidos nos últimos tempos. Fortemente influenciados pelo Flamenco, e pelo Fado e servidos por músicos de excelência, possuem um dos melhores guitarristas do género a tocar em Portugal e uma voz única, numa mistura de rouquidão, sensibilidade, alma e timbre. Os Sangre Ibérico são nesta altura apontados como uma das maiores revelações da música portuguesa, tendo já assinado um contrato de três anos com uma das maiores editoras do mundo, a Sony Music, e esperam-se para breve novidades ao nível discográfico.

José Gonçalez tem perto de três décadas de carreira. É um dos nomes mais conhecidos e profícuos do fado. Aos 18 anos estreou-se com “Fado Lusitano” e daí para cá sublinha-se o encontro com Frei Hermano da Câmara, com quem partilhou muitas noites de Fado no espetáculo “Jesus Cristo Anda na Rua”. No ano passado, lançou “Até Deus Gosta de Fado” e volta este ano ao Caixa Alfama para um espetáculo muito especial.

Já confirmados
Carminho, Gisela João, Fábia Rebordão, FF Fernando Fernandes, Maura Airez, Raquel Tavares e Ricardo Ribeiro, Sangre Ibérico e José Gonçalez

O bilhete único, já à venda nos locais habituais, tem o preço de 38€, passando a 45€ nos dias do Festival, e deverá ser trocado por pulseira pelo próprio nas bilheteiras do festival sediadas no Museu do Fado, a partir de dia 22 de setembro. Pulseira essa que dará acesso a todos os espaços do Festival até ao limite de lotação de cada um.

Os clientes da Caixa Geral de Depósitos terão 10% de desconto nos bilhetes adquiridos com qualquer cartão de débito ou crédito, na bilheteira do Museu do Fado.

Bilhetes

Passe único – 38€ passando a 45€ nos dias do Festival
Troca obrigatória por pulseira pelo próprio nas bilheteiras do Festival / Museu do Fado.

Locais de venda:
Bilheteira do Museu do Fado, www.blueticket.pt - Call Center 707 780 000, lojas FNAC, lojas Worten, El Corte Inglês (Lisboa e V. N. Gaia), Centros Comerciais Dolce Vita, Casino de Lisboa, Galerias Campo Pequeno, Abep, Estações de Correios, www.ctt.pt, lojas Media Markt, Turismo de Lisboa, Delegações ACP, MMM Ticket, C.C. Mundicenter, U-Ticketline, MMM Ticket, www.ticketline.pt - Reservas e informações 1820 (24 horas) | A partir do estrangeiro + 351 21 794 14 00 | Mobilidade Condicionada + 351 21 780 36 70; www.facebook.com/musicanocoracao.

INDIE MUSIC FEST









O Indie Music Fest celebra, pela quarta vez, a música independente nacional!

Juntam-se à festa – a 1, 2 e 3 de setembro - quatro novas confirmações e, assim, quatro grandes momentos de final de verão. São eles o pós-rock instrumental de RIDING PÂNICO, o psicadelismo experimental de BASSET HOUNDS, os musculados sintetizadores de GRANADA e a curiosidade pela sonoridade de INDIO KURTZ.

Estas quatro grandes surpresas misturam-se aos já confirmados Solution, Savanna, Galgo, Wilde Apes, MUAY, Pixel82, Salto, Pussywhips, The Walks e Jesse. O Bosque do Choupal, em Baltar, já está preparado para receber indies de todo o país, pois a certeza é uma: ir ao Indie Music Fest é fazer parte da história da música portuguesa independente!
Depois de receber pela segunda vez o prémio de Melhor Micro-Festival em Portugal, o Indie Music Fest promete aos festivaleiros mais indie do país muita arte, performances e, acima de tudo, a melhor música portuguesa alternativa da atualidade.

Assumindo a responsabilidade que tem na promoção de projetos frescos e independentes da música portuguesa, o festival já anunciou a novidade da parceria de curadoria de uma das noites de Fábrica Eletrónica com a editora portuense Cubo Records, mas muitas mais novidades estão para chegar.

O Indie Music Fest sabe, como ninguém, celebrar a arte nacional e promete encantar o Bosque do Choupal, para que quem o quiser visitar, nos dias 1, 2 e 3 de setembro, se deixe encantar também.

Os passes-gerais – com direito a campismo - para a 4ª edição da celebração artística mais independente do país estão disponíveis, ao preço de 25€.

Podem ser adquiridos junto dos locais habituais e em www.bol.pt.

SMARTINI AVANÇAM NOVO DISCO














Os smartini acabam de apresentar o videoclipe do novo Single "Liquid Peace", que fará parte do disco homónimo a ser lançado em meados de Setembro. Este tema foi gravado nos estúdios Sá da Bandeira, no Porto, e é a primeira amostra deste novo trabalho.
 

OLIVIER COM NOVO SINGLE

Videoclip “Alma Perdida” De Olivier Já Disponível

Segundo single do rapper Olivier retirado do EP de estreia “Sem Limites” já disponível no Youtube.

Algés, 15 de Junho 2016: Após o lançamento do EP “Sem Limites” com o videoclip “Condenado Pela Vida” no passado mês de Maio, o rapper Português Olivier acaba de lançar o seu segundo single “Alma Perdida” em videoclip onde a mensagem mais negra e direta foi o principal objectivo.

Ambos os videoclips produzidos pela Amálgama, Produções de Audiovisuais, estes apresentam de uma forma clara e translúcida o que o EP “Sem Limites” quer transmitir a quem o vai ouvir.

A viver na zona de Sintra, o artista de Hip Hop / Rap Olivier estreou o seu trabalho “Sem Limites” em formato EP no passado dia 21 de Maio. Em edição de Digifile com um booklet de 6 páginas contendo as letras enigmáticas de todos os 6 temas, ele pode ser encomendado através do seu website oficial www.olivierhiphop.com como também no Bandcamp. O EP está também disponível em formato digital nas mais importantes plataforma digitais, coo spotify, amazon, iTunes e muitas mais...

Musicalmente Olivier é influenciado pela música forte de Tupac e BIG Notorious e pela irreverência de Snoop Dogg e Easy E mantendo o seu próprio estilo “old school” com letras a retratar o que lhe é de mais real na vida e que passou como realidade pura e dura!


WEB LINKS

Website Oficial http://olivierhiphop.com
Bandcamp https://olivierhiphop.bandcamp.com
Facebook https://www.facebook.com/olivierhiphop
Youtube https://www.youtube.com/channel/UCHTJXku4B8fF2qGOGWtRqpQ
 

quarta-feira, 15 de junho de 2016

PROGRAMA DE 15/06/16

1 - Throes + The Shine - Guerreros (feat La Yegros)
entrevista Marco Castro (Throes+ The Shine)
2 - Throes + The Shine - Tá a bater
3 - Stereoboy - Broken glass
4 - Daily Misconceptions - Insomnia trap
5 - Anarchicks - We claim the right
entrevista Helena Andrade (Anarchicks)
6 - Anarchicks - My way
7 - Señoritas - Nova
8 - Flak com Benjamim - De azul em azul
9 - Um Corpo Estranho - Onde quero arder

NO SABOTAGE










Qua. 15 Jun. 22h00
ARRUAÇA FRENCH SISTERS – LANÇAMENTO DA COMPILAÇÃO “UN”:
PANADO + ALEX CHINASKEE & OS CAMPONESES + MÔNO! + FILIPE SAMBADO & LUÍS SEVERO DJ SET

Mais do que uma compilação, "Un" é o cartão de visita para o universo da jovem editora French Sisters Experience Records & Co.. O disco reúne 8 temas, dois de cada um dos quatro projectos que fazem parte desta "irmandade", a saber: Panado, Alex Chinaskee & Os Camponeses, Môno! e Tomás Gomes. A festa de lançamento acontece hoje, quarta-feira, 15 de Junho, no Sabotage Club, com concertos de Panado, Alex Chinaskee & Os Camponeses e Môno! e DJ Set de Filipe Sambado e Luís Severo.
 
Entrada: 5€ com oferta do disco.

Qui. 16 Jun. 22h30
KILIMANJARO – LANÇAMENTO DE “SHROUD” + STONE DEAD + NUNO CALADO & DAVID POLIDO DJ SET
 
Junho é o mês em que os Killimanjaro lançam "Shroud", o sucessor de "Hook" (2014). O concerto de lançamento acontece quinta-feira, 16 de Junho, no Sabotage Club, e conta com primeira parte dos Stone Dead e com after party a cargo de Nuno Calado (Antena 3) e David Polido.
Entrada: 6€